O participante Vanderson, que está na décima nona edição do Big Brother Brasil, parece não ter tantos motivos para comemorar assim. Isso porque pesa sobre ele fortes acusações de que agrediu diversas mulheres.

O candidato que se diz “metade índio e metade samurai” já soma três denúncias de agressão, de mulheres diferentes que se dirigiram à Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher Vítima de Violência em Rio Branco (AC).

As denúncias são múltiplas. O candidato ao prêmio de R$ 1,5 milhão soma denúncias por agressão física, importunação ofensiva ao pudor e até mesmo de estupro. A primeira mulher a acusar o brother foi Maíra Menezes, de 27 anos.

A ex namorada de Vanderson falou exclusivamente com a revista QUEM e deu detalhes do antigo relacionamento entre eles. “Eu tinha 18, 19 anos e tive que fazer terapia por muito tempo depois de tudo o que aconteceu. Era um típico relacionamento abusivo, e eu, que na época, nunca tinha ouvido falar sobre feminismo, não sabia como me libertar daquilo”, disse a ex namorada de Vanderson.

A TV Globo se manifestou sobre o caso por meio de sua assessoria de imprensa, onde disse também à publicação da QUEM que é veementemente contra qualquer tipo de violência, mas cabe às autoridades competentes a apuração de denúncias como a que está sendo feita. Se assim for, a Globo poderá tomar medidas, como já fez em edições anteriores do programa”, falou sobre o caso de Vanderson

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here