TCE diz que “PEC da Polícia” é nula 0 39

tce pec policia

O Governo do Estado está impedido de conceder os reajustes de salários das Polícias Militar, Civil e Corpo de Bombeiros, em 2011. Com cerca de 70% da Receita Corrente Líquida destinados ao pagamento dos salários dos servidores este mês, o Estado não terá como cobrir impactos sucessivos de R$ 171 milhão, em 2011, e R$ 319 milhão, em 2012, gerados pelas leis estaduais 9245 e 9246/10, conhecidas como “PEC 300”.

O diagnóstico é do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que concluiu, em relatório, que as leis são “nulas” e que o Estado mantém o desrespeito à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). O relatório expedido pelo ex-secretário estadual de Finanças e atual assessor técnico da Corte de Contas, Luzemar Martins, é resultado de uma consulta do procurador-geral da Paraíba, Oswaldo Trigueiro do Valle ao TCE.

O comprometimento de 70% com pessoal indica que a cada R$ 100 em impostos pagos pelos paraibanos, R$ 70 são destinados ao pagamento de servidores do Estado. Apenas R$ 30 sobram para investimentos em saúde, educação ou segurança, por exemplo. “Na comparação entre 2009 e 2010, os gastos com pessoal e encargos apresentam crescimento da ordem de 26%, enquanto a Receita Corrente Líquida deverá alcançar crescimento da ordem de 7%, em termos nominais, e de menos de 2% descontada a inflação medida pelo IPCA/IBGE”, aponta o relatório.

O levantamento do TCE revela também que as leis que estipulam os reajustes para policiais aprovadas em outubro pelo Legislativo não possuem dotação orçamentária para execução no próximo ano, já que nos últimos cinco as despesas com pessoal e encargos do Estado teve crescimento desregulado de R$ 1,6 bilhão. Deste total, mais de 40%, ou seja R$ 721 milhões em dívidas com a Folha, foi contraída pelo governo apenas de janeiro a novembro de 2010.

Procurado pela reportagem de O Norte, Oswaldo Trigueiro revelou que ainda não havia analisado os dados repassados pelo Tribunal de Contas. De acordo com ele, só após a apreciação detalhada dos dados requisitados, o Ministério Público vai decidir qual posicionamento será adotado. O órgão poderá entrar com ação na Justiça pedindo a ilegalidade da lei.

Aumento

“Entre 2006 e 2010, as despesas com pessoal e encargos do Estado aumentaram, em valor absoluto, R$ 1,6 bilhões ou pouco mais de 87%. Tomando-se como parâmetro a receita corrente líquida, verifica-se, para a despesa com pessoal e encargos, um crescimento relativo da ordem de 26% acima da variação da RCL, ocasionando, desde abril de 2009, em descumprimento do limite máximo para os gastos com pessoal e encargos previsto no art. 19 da Lei de Responsabilidade Fiscal.

“No PLOA 2011 proposto pelo Governo do Estado inexiste suporte orçamentário para o impacto orçamentário e financeiro decorrente das Leis Estaduais”, atesta Luzemar Martins ao concluir que “por serem editadas em outubro deste ano, as leis são nulas de pleno direito”, além de se chocarem com a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) que fixa os gastos com a folha em até 49%.

A Corte de Contas relatório também atesta que as despesas com pessoal e encargos do Poder Judiciário e Ministério Público, encontram-se abaixo dos limites previstos da LRF, já a Assembleia Legislativa também ultrapassa o limite legal. “Os gastos com pessoal do Executivo e da Assembleia superam os limites previstos no artigo 20 da LRF, enquanto os gastos do Ministério Público superaram o limite de alerta – 90% do limite previsto no art. 20”, afirma o TCE.


Previous ArticleNext Article
Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Senado dos EUA rejeita proposta que proibia casamento gay 0 32

senado reprova casamento gay

O Senado dos Estados Unidos rejeitou, nesta quarta-feira, dia 14, a emenda que pretendia proibir a realização de casamentos homossexuais no país. A medida era defendida pelo Partido Republicano do presidente George W. Bush conseguiu 50 votos contra 48, contudo, necessitava de, no mínimo, 60 votos no Senado do total de 100 possíveis.

Caso os votos necessários fossem conseguidos, a emenda iria para uma votação formal onde precisaria de 67 votos favoráveis para ser aprovada.

Os democratas acusaram os republicamos de terem apresentado a medida visando mobilizar a ala conservadora em busca de votos para as eleições presidenciais. Antes mesmo da proposta ser rejeitada, os republicamos já afirmavam que continuariam lutando pela sua aprovação no próximo ano.

Polícia prende envolvidos em arrombamentos em Pitimbu 0 25

policia prende arrombadores de pitimbu

A Polícia de Pitimbu desvendou em menos de 24 horas o arrombamento de residências de veranistas na Praia de Ponta de Coqueiro, localizada naquele município. Dois acusados, Severino Pereira, de 22 anos e um menor de 16 anos foram presos e já estão à disposição da Justiça.

Na Delegacia de Pitimbu estão os produtos apreendidos: roupas masculinas, femininas e para crianças; botijões de gás; geladeira, fogão, camas, colchões, vários tipos de bebidas, cadeiras plásticas, aparelhos de som, armários de cozinha, um vaso sanitário, bicicletas, três cômodas repletas de roupas, telefones de telefone, louças, além de vários móveis.

O delegado de Pitimbú, Adelman Leite, disse que somente na semana passada cerca de cinco queixas foram registradas de residências arrombadas na Praia de Ponta de Coqueiro. Ele disse que solicitou reforço da Polícia Militar e após montar campana, conseguiu prender Severino Pereira e o menor que estavam na casa de Luciano com os produtos roubados.

Sherlock Holmes, como é conhecido o delegado, estima que desde março cerca de 35 casas de veraneio tenham sido arrombadas. Os produtos, segundo ele, são negociados em Goiana e até mesmo em Recife, inclusive, segunda-feira(12) foi visto um caminhão transportando móveis e outros objetos de uma casa arrombada.

“Já identificamos todos os envolvidos, inclusive onde residem. Estamos em constante vigilância para prender os acusados”, disse Sherlock Holmes. Um dos acusados, Severino Pereira, já está recolhido na Cadeia Pública de Alhandra por determinação da juíza da Comarca, Shirley Abrantes Moreira.

Na Delegacia de Pitimbú o aposentado José Garibaldi de Albuquerque, uma das vítimas que tiveram casas arrombada recebeu do delegado Sherlock Holmes os produtos roubados de sua residência. Ele mora em Timbaúba e soube do roubo através do caseiro.

As informações são da Secretaria de Comunicação do Estado.

Most Popular Topics

Editor Picks