Tag

paraíba

Browsing

A falta de união entre os membros da bancada de apoio ao governo do Estado na Assembleia Legislativa, que não conseguem formar quórum para votar os projetos de interesse do Poder Executivo, começa a tomar forma.

Na manhã de ontem, o deputado estadual José Aldemir (Dem) chamou o líder da situação, deputado Lindolfo Pires (Dem) de equivocado, devido às informações prestadas em relação ao que de fato aconteceu durante a sessão da terça-feira (14), quando parlamentares teriam sido impedidos de participar da contagem de presentes para formação do quórum.

“Lindolfo Pires disse que eu e o deputado Janduhy Carneiro havíamos sido barrados pelos deputados que fazem oposição ao governo do estado para que não tivéssemos acesso ao plenário para não dar quórum, mas isso não procede porque eu sei o meu papel como parlamentar e não fugiria disso”, afirmou o deputado José Aldemir.

Um motorista de 66 anos foi preso na manhã de ontem acusado de abusar sexualmente de uma menina de apenas 10 anos de idade. O crime aconteceu na manhã da última quarta-feira, mas a garota foi rápida e, assim que encontrou a mãe, relatou o que tinha acontecido na casa de sua bisavó, onde o acusado tinha lhe levado para passar a tarde. Ele trabalhava como motorista para a família da vítima há pouco mais de um ano, mas só agora teria demonstrado um comportamento libidinoso, beijando o rosto e acariciando as partes íntimas da garota.

De acordo com o depoimento prestado pela criança na Delegacia de Crimes Contra a Infância e Juventude, o suspeito estava levando-a para a casa de sua bisavó, mas parou o veículo num posto de gasolina e comprou guloseimas e um jogo para ela. Além dos agrados, o motorista deu o troco da compra para a menina. “Na casa da minha bisavó, ele me chamou para brincar com o jogo, deu um beijo na minha testa e olhou para cima, para ver se havia alguém olhando. Eu perguntei porquê ele estava olhando para o alto e ele disse que era porque ali tinha muita gente curiosa”, contou a vítima, em depoimento.

Após o beijo na testa, o motorista chamou a criança para outro terraço, que serve como garagem da casa, e passou a beijar todo o rosto e acariciar as partes íntimas da menina, que logo arranjou um argumento e saiu correndo do local. “A criança disse que sua mãe estava telefonando e saiu imediatamente da garagem. Quando foi sair com a bisavó para ir ao médico, a menina chamou a empregada da casa para ir junto, com medo que o motorista tentasse abusá-la novamente. Apesar de ter apenas 10 anos, ela é uma garota bem instruída, que assim que encontrou a mãe, denunciou a atitude do empregado da família”, contou a delegada Joana D’arc Sampaio Nunes, que assumiu o caso.

Os pais da garota ficaram chocados com o que aconteceu e, assim que a menina relatou o fato, procuraram a Delegacia de Crimes Contra a Infância e a Juventude. “Quando me encontrou à noite, minha filha disse que tinha um assunto sério para conversar comigo. Mal esperou chegar em casa e disse o que o motorista tinha feito. Estamos chocados porque a gente cuida de uma filha com todo carinho e um monstro desse vem fazer mal à ela, mas estamos orgulhosos porque ela soube agir da melhor maneira”, relatou a mãe da criança.

Na delegacia, o suspeito negou todas as acusações. “Eu não fiz nada disso. Só comprei doce para ela. Não sei porque ela tá fazendo isso”, alegou. O motorista, que é casado e pai de oito filhos, responderá pelo crime de abuso sexual contra vulnerável e pode ficar detido por um período de 8 a 15 anos de reclusão se for condenado pela justiça.


As chuvas registradas nos últimos dias no estado surpreendeu os moradores da maioria das cidades paraibanas. Mas, se por um lado a chuva vem mudando o cenário de verão em algumas cidades litorâneas e mesmo do semi-árido paraibano, por outro, a estiagem ainda está acometendo 142 cidades, em virtude da ausência de chuvas. A Defesa Civil da Paraíba informou que ainda existem 142 cidades em que o problema da seca prevalece, fazendo com que as áreas rurais das cidades tenham o auxílio do serviço dos caminhões-pipa: “Ainda existem os municípios com o problema da estiagem, mas as chuvas registradas já fizeram com que 32 cidades suspendessem o serviço”, disse o coordenador estadual, Walber Rufino.

Na próxima semana, a Defesa Civil da Paraíba estará no sertão paraibano, a fim de contatar os organismos municipais de Patos, Sousa e Cajazeiras, para saber se os locais estão passando por dificuldades. A avaliação de Walber Rufino, é de que a previsão feita pela Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa-PB) de incidência de chuvas acima da média tem se confirmado, mas que as maiores dificuldades estão situadas justamente nas cidades mais urbanizadas. “As cidades mais urbanizadas estão sofrendo mais porque as chuvas estão ocorrendo num volume concentrado e num curto período de tempo”, explicou o coordenador.

Para João Pessoa, a Aesa-PB informou, através do serviço de meteorologia, que, em janeiro, a média histórica da cidade é de 79.5mm, mas as chuvas na capital chegaram a 155.8mm até o dia 27 de janeiro, o que representa o dobro do índice. O meteorologista Alexandre Magno apontou a cidade de Mataraca como a região do litoral em que mais choveu, com 250.7mm de precipitações, quando a média histórica para o município é de 103.9mm.

A moradora da comunidade do Riachinho, Marilene de Santana, 49, lida todos os anos com o problema das chuvas, mas dessa vez o drama veio mais cedo. A casa de tijolo com um vão que serve de quarto e sala, tendo uma divisória em que ficam dispostos um banheiro e a cozinha, serve para abrigar cinco pessoas, entre as quais os dois netos. A casa não tem janelas e toda vez que há excesso de chuvas, as tubulações de esgoto ficam obstruídas e retornam para dentro de casa: “Todo ano é a mesma coisa. A chuva alaga tudo, entope os canos e a fossa sobe para dentro de casa”, diz a moradora, que está cadastrada no plano de habitações da prefeitura.

João Pessoa – A capital do Estado

João Pessoa, pela sua localização privilegiada (fica no centro dom litoral da Paraíba) é o ponto de partida para conhecer o belo litoral paraibano. Fundada em 1585 consegue conjugar história e natureza. A cidade é bastante conhecida por ter uma das maiores áreas verdes urbanas como também pela rígida legislação municipal que limita as construções a beira mar a no máximo 3 andares.

A maior atração de João Pessoa, sem dúvida, é o Cabo Branco (a 10 km) e a Ponta Seixas. O Cabo Branco já foi considerado o ponto mais oriental (leste) da América tendo perdido este título para Ponta Seixas (3 km mais ao sul). A erosão marinha, que ao longo dos anos fez com que suas ondas desgastassem o Cabo Branco e depositasse estes sedimentos na Ponta Seixas (fazendo-a aumentar) foi a responsável por este fenômeno. Do Farol do Cabo Branco, que fica no alto de uma falésia, podemos observar em detalhes toda curiosidade deste fenômeno.

Outra praia famosa de João Pessoa é a de Tambaú, onde está situado o único hotel beira mar e um dos mais luxuosos da cidade e o Mercado de Artesanato com 128 lojas, onde se pode encontrar os mais variados “recuerdos” típicos. Parada obrigatória dos turistas.

Picãozinho é um dos paraísos da cidade, onde encontramos uma formação de recifes com piscinas naturais que chegam a uma temperatura de 28ºC. Na lua cheia, os hotéis organizam serenatas sobre a água morna, uma integração perfeita do homem com a natureza.
João Pessoa preserva ainda um importante conjunto de construções barrocas, com destaque para a Igreja de São Francisco e o Convento de Santo Antônio.

O visitante que for à cidade pode fazer ainda passeios para Cabedelo, passando pela balsa, para visitar as praias do litoral norte (até Barra do Mamanguape) ou Jacumã, no litoral sul, para conhecer a Praia de Tambaba. Em Cabedelo, na Praia do Jacaré, o “Bolero”, de Ravel, é tocado nos bares e barcos durante o pôr-do-sol.

LITORAL NORTE

No município de Cabedelo, ao norte de João Pessoa, encontramos o Mar do Macaco, a praia de Intermares onde está o parque aquático Intermares Water Park, bem como a praia do Poço. A praia do Jacaré é o local onde se pode ver o mais belo pôr-do-sol.

 Ainda no município de Cabedelo, está a praia mais visitada do litoral, Camboinha, que na época de veraneio fica lotada. É nela que encontramos Areia Vermelha, um banco arenoso protegido por recifes.

 Atravessando a foz do Rio Paraíba, está o município de Lucena, onde se realiza o carnaval de praia mais animado do Estado. Em Lucena também pode-se ver a Igreja da Guia, em fase final de restauração, uma peça única do Barroco no Brasil.

 Em Rio Tinto, na praia de Barra de Mamanguape, está localizado um dos postos do Projeto Peixe Boi Marinho, que vivem livremente, mas monitorados, na foz do Rio Mamanguape.

Baía da Traição, detém a única reversa indígena do Estado, onde vivem os índios Potiguaras. É um local de belíssimas praias, muitas propícias ao surf.

 A última praia do litoral norte, já na divisa com o Estado do Rio Grande do Norte, Barra de Camaratuba, pode ser considerada a praia mais bonita do litoral paraibano.

LITORAL SUL

Todo o litoral sul do Estado é composto de praias com formações rochosas, como a Praia do Amor, Jacumã, Coqueirinho e Tabatinga, essas duas últimas pontos de prática de camping.

Em seguida vem a praia mais conhecida da Paraíba, Tambaba, a primeira praia de naturismo do Nordeste e segunda do país, que tem na suas piscinas naturais uns de seus atrativos.

CAMPINA GRANDE

Campina Grande é a segunda cidade mais importante da Paraíba, e está situada a 122 km de João Pessoa. Com uma população de 400 mil habitantes, Campina Grande é conhecida internacionalmente por fazer o ” Maior São João do Mundo”, são 30 dias de muita festa. Também produz o maior carnaval fora de época do país, a Micarande.

E o potencial da cidade não pára por aí, é sede de um dos mais avançados centros de tecnologia do Brasil, especialmente quando se fala de software. Realiza anualmente o Encontro da Nova Consciência, retiro espiritual que atrai pessoas de todo o país, e conta com o Centro de Convenções Raymundo Asfora, um dos mais modernos.

O INTERIOR DO ESTADO

O Vale dos Dinossauros, situado no sertão paraibano, no município de Sousa, abriga pegadas que estão no leito do Rio do Peixe há mais de 130 milhões de anos e que chegam a medir meio metro cada uma, formando uma fileira de 60 pegadas. Este fato faz com que o Nordeste brasileiro seja reconhecido pela paleontologia do continente americano, contribuindo como um grande centro de estudos.

  Ingá, nas proximidades de Campina Grande, é mundialmente conhecida pela Pedra do Ingá, dona de inscrições rupestres que desafiam a técnica dos cientistas e estimulam a imaginação popular. Uns atribuem as inscrições à passagem dos fenícios pela América, enquanto outros acham que são mensagens escritas por visitantes extra-terrestres.

Um outro atrativo oferecido aos turistas é a estância termal Hotel Brejo das Freiras, localizada em São João do Rio do Peixe, interior do Estado, onde as piscinas de água mineral chegam à temperatura de 36,5ºC.

Fontes: Portal PMJP, PBTur, Portal Terra, Portal Viagem.

O verão 2006 vai ficar marcado na história da Paraíba com o aumento do turismo, que vem gerando emprego e renda. Só no aeroporto Castro Pinto, a movimentação de passageiros bateu recorde. Os dados divulgados pela Infraero, apontam que cerca de 340 mil pessoas passaram pelo principal terminal aéreo paraibano, resultando num crescimento de 45,58% neste período.

O número segundo, o secretário-executivo de Turismo do Estado, Arnaldo Júnior é muito acima da média nacional, já divulgada no site da Infraero, que gira em torno de 17%.

De acordo com um levantamento da secretaria de turismo, quando se comparam os números do ano de 2004 em relação a 2003, a movimentação do Aeroporto da grande João Pessoa apresenta um crescimento de apenas 3,74%. Já no ano de 2005 em relação a 2004, o aumento foi de 29,26% e para este ano, as expectativas ainda são maiores.

Mas, não é só de avião que os turistas chegam. Eles também vêm de navio. No último dia dois, o Pacific atracou no Porto de Cabedelo, com cerca de 600 turistas. A Paraíba entrou na rota do cruzeiro e nos próximos dias 21,28 e 10, 17, 24 de fevereiro, e no dia três de março o Pacific atraca em Cabedelo. “A cada parada, milhares de turistas desembarcarão em João Pessoa. Nunca ocorreu tanta movimentação de turistas como acontece agora no porto de Cabedelo”, comemorou Roberto Cabral.

“Neste momento, o Estado põe em prática duas campanhas de incremento ao turismo – Amigos do Turista e Vem viver a Paraíba – que têm como ferramentas principais a sensibilização, a divulgação, promoção e a mobilização da população paraibana em relação a nossa produção artesanal e ao acolhimento ao turista”, esclareceu Arnaldo Júnior.
Reflexos

Com a chegada dos turistas, hotéis, restaurantes e feiras artesanais ficam lotadas. Segundo Cléa Cordeiro, presidente da Pbtur, a rede hoteleira de João Pessoa é composta por cerca de 60 hotéis e pousadas com mais de 6,5 mil leitos. Recentemente, foram inaugurados 11.

Os turistas que procuram a cidade optam por sol e mar, mas o passeio ao centro da cidade, ao Brejo, Cariri e até ao Sertão está sendo oferecido e vem sendo bem aceito. “Tem gente que vem passar uma semana e tira um dia para conhecer as belezas de alguma região da Paraíba. Este tipo de passeio vem crescendo”, disse.

A presidente da PBTur também comemora uma peculiaridade que o ano de 2005 registrou. Segundo ela, em novembro, mês que, geralmente, os hotéis estão com baixa ocupação, este ano, chegou a 70%. “Essa foi uma marca muito boa para a gente. E estamos atribuindo a propaganda que estamos fazendo lá fora para o turismo de negócio e congressos”, destacou.

Quem ganha com isso, é a própria população que consegue emprego nesta época do ano. Desde o vendedor ambulante, passando pelo feirante, os guias de turismo, as locadoras de automóveis e outros. Para o secretário de turismo do município, Romeu Lemos, a alta temporada fatura o dobro da baixa. E nessa época são gerados cerca de 800 empregos diretos e 1.600 indiretos. Segundo ele, para cada emprego direto no turismo são criados sete indiretos.

Até o próximo dia 19 de fevereiro, a Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema), vai intensificar a promoção do bem-estar do visitante com mostruários educativos sobre as potencialidades turísticas do Estado, no Centro Turístico de Tambaú, em frente a PBTur. A exposição começou nesta segunda-feira, dia 9.

A iniciativa é parte integrante do programa “Amigo do turista”, lançado recentemente pelo Governo do Estado, que tem por finalidade melhorar o atendimento e recepção aos visitantes que vêm desfrutar das belezas naturais da Paraíba.

No período estabelecido, a Sudema vai mostrar em material reciclado todas as ações desenvolvidas pela instituição, através de fotos e painéis, e as condições para o banho (balneabilidade) das praias paraibanas.

A Sudema protege os biomas das Unidades de Conservação (UC’s) do Estado, entre elas, a Área de Preservação Ambiental (APA) de Tambaba, que engloba as praias de Tabatinga, Coqueirinho, famosas por suas belezas naturais e a própria Tambaba, conhecida pelo naturismo; Unidade do Parque Estadual Pedra da Boca, área procurada para a prática de esportes radicais, como rapel e escaladas.

O órgão ainda promove todos os anos a campanha Praia Limpa que, nesta 14º edição, em parceria com o Sesc, vai exibir filmes de temática ambiental em todo o litoral paraibano, além de conscientizar os turistas e nativos na conservação e limpeza das praias. A instituição conta também com equipes de fiscalização que combatem a poluição sonora.

“Queremos mostrar que mesmo a Sudema sendo um órgão que contribui indiretamente para o turismo no Estado, através da atuação na preservação do meio ambiente, colabora com a manutenção das belezas naturais que tanto atraem os turistas à Paraíba”, salientou Fátima Souto, da Coordenadoria de Educação Ambiental (CEDA) da Sudema.

Jovens moradores das comunidades do entorno do Jardim Botânico Benjamim Maranhão (JBBM), que participam do projeto Arte no Jardim, vão comercializar no local produtos de papel reciclados, resultado do trabalho desenvolvido pela CEDA.

O Governo do Estado através da Pbtur (Empresa Paraibana de Turismo) lança no próximo dia 6 mais uma versão do projeto “Vem Viver a Paraíba”. A mostra vai reunir os municípios turísticos paraibanos para mostrar as suas potencialidades e diversidades turísticas, como produções culturais,

O objetivo do evento, segundo a presidente da PBTur, Cléa Cordeiro, é divulgar e incentivar as potencialidades e vocações turísticas de cada região da Paraíba. O “Vem Viver a Paraíba” acontecerá nos meses de janeiro e fevereiro, no largo da PBtur, na praia de Trambaú.

A mostra será apresentada em estantes dos municípios paraibanos, divididos por regiões durante sete finais de semana, explica Cléa Cordeiro ao afirmar que a expectativa é de que o evento vai despertar o interesse do turista a conhecer as regiões da Paraíba, e com isso gerar um fluxo turístico nestas regiões, com impacto na divulgação dos produtos e roteiros turísticos e mobilização dos gestores e integrantes dos setores turísticos destes municípios.

Segundo a presidente da Pbtur a mostra “Vem Viver a Paraíba” tem o apoio do Sebrae e prefeitura municipal de João Pessoa e Saelpa dará oportunidade a centenas de visitantes e turistas prestigiarem a exposição que retratam alguns dos principais atrativos de cada região.

Cléa Cordeiro ressaltou ainda que o turista e a população em geral, além de poderem conhecer os principais pontos turísticos do Estado, estão desfrutando de apresentação cultural, tais como: artistas da terra, fanfarras, quadrilhas, nau catarineta, grupos folclóricos, entre outros.

A presidente da PBTur disse que a determinação do governador Cássio Cunha Lima é “de trabalhar para concretizar a vocação turística da cidade de João Pessoa, e de todo a Paraíba, que tem roteiros de praia, ecoturismo, turismo de aventura , de eventos , de cultural”, afirmou Cléa.

Lembrando que o “Vem Viver a Paraíba” faz parte do projeto turístico “Amigo do Turista” lançado recentemente pelo governador Cássio Cunha Lima que consiste entre outras ações: segurança, com a instalação de uma unidade móvel da Delegacia do Turismo; o Programa Praia Limpa, realizado pela Sudema em parceria com as prefeituras municipais, e o Programa Vem Viver a Paraíba.

Uma das melhores opções para passar o Reveillon no litoral sul de Pernambuco é a Pousada Caravelas de Pinzón. Localizada à beira mar na belíssima e charmosa Praia de Gaibú no Cabo de Santo Agostinho, possui todos os serviços e conforto de hotel. Esse ano o tema da festa será Alegria Alegria – Revivendo a Tropicália.

O pacote de reveillón está sendo bastante procurado e inclui 2 diárias, orquestra, buffet, mesa de frios e bebidas (champagne, whisky, vinho, refrigerantes e cerveja). A Caravelas de Pinzón possui sauna, piscina com hidromassagem, salão de eventos, oferece hidroginástica e massagens, os apartamentos possuem vista para o mar, tv de tela plana e são decorados com lindos painéis pintados pela artista plástica Myriam Varjal.

Até esta quarta-feira, dia 14, apenas 511, dos quase cinco mil estudantes do ensino fundamental, médio ou superior que residem no município de Cabedelo, mas estudam em João Pessoa e utilizam os ônibus da Reunidas, se apresentaram para fazer a revalidação de seus cartões transporte.

O prazo final para efetuar o recadastramento do cartão de bilhetagem eletrônico, utilizado no sistema de transporte intermunicipal do município, é o próximo dia 30 de julho.

O processo é gratuito e obrigatório. O estudante que não revalidar seu cartão não poderá usufruir do desconto de 50% na passagem de ônibus de Cabedelo, a partir do dia 1º de agosto.

Para realizar o recadastramento, basta que o estudante apresente o documento de vínculo escolar do ano letivo de 2004, a carteira estudantil e o cartão transporte.

O processo pode ser feito tanto na sede da Reunidas, no bairro de Água Fria, em frente ao viaduto Cristo Redentor, no horário das 8 ao meio-dia e das 14h às 18 horas ou, ainda, no guichê da empresa, no Terminal Rodoviário da Capital, das 8h30 às 16 horas, sem intervalo para almoço. O recadastramento do cartão transporte para estudantes acontece duas vezes ao ano. A primeira delas é realizada no mês de janeiro. A segunda é feita no mês de julho.

O recadastramento é necessário, pois é a partir dele que se tem a segurança de que o direito ao abatimento de 50% nas passagens está sendo utilizado por estudantes.

“O recadastramento beneficia a grande maioria das pessoas que utilizam os ônibus em seus deslocamentos, pois quanto maior for o número de abatimento, mais cara fica a tarifa. Por isso que, quando uma pessoa utiliza o beneficio sem ser estudante, prejudica todo o sistema”, destaca Alberto Pereira, diretor da Reunidas. Com o recadastramento, complementa o empresário, nós temos a certeza de quem está usufruindo do desconto é mesmo o estudante.

De acordo com Ivanildo Souza da Silva Júnior, responsável pelo setor de bilhetagem eletrônica da Reunidas, o estudante que não revalidar seu cartão transporte ficará prejudicado, pois não poderá utilizá-lo nos ônibus de Cabedelo, a partir do dia 1º de agosto.

“Como o sistema utilizado pela empresa é de bilhetagem eletrônica, os cartões inteligentes fazem uma leitura da categoria, depois da validade e, por fim, dos créditos disponíveis. Se algo estiver errado, como a não atualização dos dados do estudante, a catraca do veículo não é liberada”, explica.’

O volume de devoluções de cheques no mês de junho registrou queda de 15% em comparação com o mês anterior. A constatação foi feita na última pesquisa Índice de Bons Pagadores da Telecheque. O levantamento apontou que do total de transações com cheques no último mês ocorreram 2,70% devoluções, quando em 3,17% foram registradas em maio.

No país, a pesquisa revelou que a devolução de cheques no mesmo período caiu 8%. Do total de transações com cheques no país o retorno dos documentos não pagos foi de 2,1%, índice 3,1% maior se comparado com o mesmo período do ano passado, quando a inadimplência foi de 2,04%.

No entanto, a expectativa é de que a devolução de cheques aumente 21% no mês de julho, pois começam a ser compensados os cheques pré-datados referentes às compras de Dia das Mães e Dia dos Namorados