bolsonaro demiti vicente santini

Mesmo com apelo de Eduardo Bolsonaro, Vicente Santini é demitido novamente

O presidente Jair Bolsonaro não concordou com o apelo de Eduardo Bolsonaro para arrumar uma outra vaga no governo para Vicente Santini, que havia sido demitido por usar um avião da FAB para fins particulares.

Em um dia ele havia sido exonerado do cargo de secretário-executivo da Casa Civil e nesta quinta-feira (30/01) ele acabou sendo exonerado do cargo de assessor especial de relacionamento externo.

Santini é amigo pessoal da família Bolsonaro e a sua permanência em algum cargo do governo foi um pedido pessoal dos filhos Eduardo Bolsonaro e Carlos Bolsonaro. Mas o presidente entende que após a audácia do servidor e outros dois, de usar um jato da Força Aérea Brasileira (FAB) para uma viagem à Índia, foi algo sem o menor cabimento.

Para Leonardo Rolim INSS Digital irá suprir a demanda de servidores que faltam.

Como no dia seguinte Santini já tinha outro cargo no governo, a situação ficou ainda mais polêmica, o que levou o presidente a resolver a situação hoje mesmo.

Outras exonerações e mudanças

Em seu Twitter nesta quinta-feira, o presidente disse que vai exonerar o interino da Casa Civil, Fernando Moura, que havia sido nomeado para o cargo de Santini.

Outra novidade é a inclusão do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) hoje na Casa Civil, para o Ministério da Economia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *