Governador de Porto Rico diz que não buscará a reeleição, mas se recusa a renunciar 0 49

Governador de Porto Rico diz que não buscará a reeleição, mas se recusa a renunciar 1

O governador de Porto Rico disse no domingo que não buscará a reeleição no próximo ano, mas se recusou a renunciar após nove dias de protestos, às vezes violentos, exigindo sua saída por um escândalo baseado em uma série de mensagens de chat vulgares.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

A polêmica de Rosselló

Um dia antes de uma greve geral e mais manifestações planejadas no território dos EUA, Ricardo Rosselló disse que respeitava os desejos dos porto-riquenhos e não concorreria a outro período nas eleições de novembro de 2020.

Ele também disse que renunciaria como chefe do Novo Partido Progressivo (PNP), mas permaneceria governador até o final de seu mandato em janeiro de 2021.

“Eu sei que não é o suficiente para se desculpar. Somente meu trabalho ajudará a restaurar a confiança desses setores no caminho da verdadeira reconciliação ”, disse Rosselló em um vídeo do Facebook ao vivo.

Resta saber se as ações de Rosselló vão tranquilizar os detratores que exigem sua renúncia.

As mensagens vulgares que foram publicadas em 13 de julho desencadearam ressentimento sobre a manipulação dos furacões devastadores de 2017, a alegada corrupção em seu governo e a fraca recuperação da ilha da falência.

A decisão de Rosselló de não se demitir foi recebida com indignação no Twitter, onde muitos porto-riquenhos se comprometeram a ir às ruas na segunda-feira para exigir sua saída.

As manifestações para a saída do governante

“#Renunciação Ricky não é apenas um convite para deixar a festa, mas também de sua posição como o principal oficial”, twittou Linda Michelle, engenheira industrial e personalidade de rádio de Porto Rico. “Quem não tinha certeza de ir para a marcha amanhã, agora decidiu ir.”

Nos bate-papos on-line publicados em 13 de julho, o governador de centro-direita e seus principais aliados se referiram a políticos comuns, celebridades e porto-riquenhos em termos misóginos, homofóbicos e vulgares.

Fonte:Reuters Latin America

Previous ArticleNext Article
Graduada e Mestre em História. Faço parte da equipe de redação do portal TV É Brasil. Além de professora e historiadora, sou redatora web freelancer/autônoma. Uma verdadeira amante da cultura, arte e entretenimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

STJ diminuiu pena de Lula, que poderá solicitar prisão domiciliar 0 286

STJ diminuiu pena de Lula

Em uma decisão unânime, o STJ diminuiu pena de Lula, nesta terça-feira, dia 23 de abril. A pena ficou agora com 8 anos, 10 meses e 20 dias. Agora que o STJ diminuiu pena de Lula, ele poderá ainda usufruir do direito de solicitar o regime semi-aberto ou mesmo a prisão domiciliar, no mês de setembro desse ano.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

STJ diminuiu pena de Lula: a situação do ex presidente

O ex-presidente Lula encontra-se preso na Superintendência da Polícia Federal de Curitiba desde abril do ano passado. Ele foi condenado no famigerado caso do triplex do Guarujá, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Leia também: Novo apagão na Venezuela atinge maior parte do país.

No que concerne ao fato de que o STJ diminuiu a pena de Lula, a decisão foi proferida pelo relator do caso, Félix Fischer. Ele estabeleceu a duração da reclusão em aproximadamente 5 anos para o crime de corrupção passiva. Quanto ao crime de lavagem de dinheiro, ele determinou uma duração algo em torno de 3 anos de reclusão.

Leia também: R.Kelly é libertado da prisão de Chicago após pagamento de pensão alimentícia.

A referida decisão foi seguida pelos ministros Jorge Mussi, Reynaldo Soares e Marcelo Navarro Ribeiro Dantas.

O que diz a legislação penal

Conforme está enunciado na legislação penal, um preso possui o direito de solicitar a progressão para o regime semiaberto após ter cumprido um sexto da pena. A pena determinada para Lula pelo TRF4, dessa forma, demandaria pelo menos 2 anos de reclusão em regime fechado.

Leia também:MC Mirella é investigada pelo MPF por tráfico internacional de crianças.

No entanto, como ele tem mais de 70 anos de idade, ele pode ir diretamente para a prisão domiciliar. Assim sendo, com essa decisão da 5ª Turma do Supremo Tribunal de Justiça, o ex-presidente deverá cumprir 17 meses para pedir a transferência para o regime semiaberto. Dado que ele já cumpriu 13 meses, restam apenas 4, nesse caso.

Segundo o ministro Mussi, o reparo da pena era o certo a se fazer, visto que o TRF4 aumentou a pena de Lula em quase 400% daquela aplicada por Moro na 1ª Instância, que era de 9 anos e seis meses de reclusão.

Divergências | Governistas não se entendem 0 302

lindolfo pires

A falta de união entre os membros da bancada de apoio ao governo do Estado na Assembleia Legislativa, que não conseguem formar quórum para votar os projetos de interesse do Poder Executivo, começa a tomar forma.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Na manhã de ontem, o deputado estadual José Aldemir (Dem) chamou o líder da situação, deputado Lindolfo Pires (Dem) de equivocado, devido às informações prestadas em relação ao que de fato aconteceu durante a sessão da terça-feira (14), quando parlamentares teriam sido impedidos de participar da contagem de presentes para formação do quórum.

“Lindolfo Pires disse que eu e o deputado Janduhy Carneiro havíamos sido barrados pelos deputados que fazem oposição ao governo do estado para que não tivéssemos acesso ao plenário para não dar quórum, mas isso não procede porque eu sei o meu papel como parlamentar e não fugiria disso”, afirmou o deputado José Aldemir.

Most Popular Topics

Editor Picks