Gabriel Santana fala de expectativa para nova temporada “Malhação” 0 249

Gabriel Santana fala de expectativa para nova temporada “Malhação” 1

De volta as telinhas, o ator Gabriel Santana começou sua carreira na publicidade, e em 2012 estreou na televisão no remake de “Chiquititas” no SBT no papel de Mosca. Hoje ele encara mais um desafio, vivendo Cléber Braga em “Malhação – Toda Forma de Amar” do diretor Adriano Melo.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Como está sua expectativa para “Malhação: Toda Forma de Amar”?

É um projeto muito lindo, que fala sobre amor em um cenário brasileiro atual, que tanto dissemina o ódio e fala de coisas ruins. Acho que fazer a “toda forma de amar” me dá uma perspectiva de transformação da sociedade. É o meu primeiro projeto na Globo, e estou muito feliz com  essa nova etapa da minha vida, e com as possibilidades que podem surgir. Estou muito realizado em fazer parte de um projeto que fala de amor de uma forma tão singela, tão bonita e tão real.

De acordo com uma matéria do Extra, o Cléber será um personagem bem descolado e independente. O que você acha do exemplo dele para o público jovem da novela?

Eu acho que assim como o Cléber, todos os personagens tem muita representatividade. Ele em especial representa o trabalhador honesto, que tem que se virar, tem que criar as próprias oportunidades para conseguir viver em um mundo difícil, que te empurra para baixo, mas que você não pode desistir, tem que ter força suficiente para seguir em frente. Acho que é isso que o Cléber passa, uma força que as pessoas precisam ter no dia a dia, porque se não, a vida te puxa para baixo.

Foto: Reprodução/Instagram

Você acaba de terminar a novela “Chiquititas” no SBT. Acha que a experiência da novela poderá ajudá-lo nesse novo projeto?

Então, a novela terminou em 2015, no entanto reprisou recentemente, mas, desde que sai de lá, sai com uma base muito forte, não que eu esteja me considerando um ótimo ator. Mas por já ter conhecido um set de gravação, já saber como as coisas funcionam, já não fico tão nervoso no set. O que facilita para me sentir mais a vontade, atuar de uma maneira mais natural, porque quando você tem um medo, ou está em um lugar desconhecido, acaba se travando. Então, eu consigo estar mais relaxado. Para tentar desempenhar uma atuação melhor demanda de outras coisas também, de como eu treinei, de como estou unido com o Cléber. Mas acho que sim, a experiência anterior a ‘’Malhação’’, com certeza me ajudou muito para quando entrar em um set de gravação não ficar muito nervoso e poder atuar melhor.

Formado por nomes como Henri Castelli, Rosanne Mulholland e Gabriela Mustafá, como está sendo trabalhar junto com este elenco?

É um privilegio muito grande poder interpretar ao lado de grandes nomes, ou mesmo que não estejamos na mesma cena, mas que eu possa olhar na Tv ou no set em ação, é um privilegio muito grande, porque quando você vê pessoas assim, tão incríveis em cena, com o potencial tão grande, desempenhando o seu trabalho com tanto amor, tanto carinho, você acaba se espelhando nelas, “cara, se eu continuar me esforçando, olha o que eu posso conseguir fazer um dia.”, não copiar, mas sim me inspirar. Olhar para a frente e se enxergar com a possibilidade de desenvolver um trabalho tão incrível quanto. Ator aprende muito vendo, fazendo, errando, e eu estou em “Malhação” para isso, errar, tentar e aprender, tudo com muito profissionalismo e dedicação.

Foto: João Cotta

Conte-nos um pouco de sua experiência trabalhando com o diretor Adriano Melo.

Adriano Melo é um diretor fantástico, ele tem uma sensibilidade muito grande nas cenas, para conversar com os atores. Ele é um cara que enxerga muito lá na frente, e só depois a gente começa a entender o que ele estava pensando, mesmo ele tentando explicar, a gente não entende, mas depois é tipo “ah…..agora eu entendi.” É um cara fantástico, amoroso. Que esta com a gente para qualquer coisa que precisar, “podem perguntar, podem me ligar.”, e sim, já o procurei para pedir até mesmo conselhos para vida pessoal, e ele com a maior disponibilidade e carinho do mundo, “Gabriel, eu vejo assim e assim, eu faria assim, mas a escolha é sua.” É um cara sensacional, tenho muito orgulho de trabalhar com ele.

Deixe uma mensagem.

Seja o amor, sabe?! Cada um tem as suas limitações, suas dificuldades, mas a gente está junto para aprender, o mundo nos leva muito paro o individualismo, “ah, mas os meus problemas são maiores que o mundo inteiro.”, não é bem assim, se todo mundo pensasse no próximo, seriam 7 bilhões de pessoas, pensando em 7 bilhões de pessoas, não só você. Quanto mais amoroso você for, quanto mais ajudar, mais humano você é, isso ajuda muito o mundo a ficar melhor. Então minha dica é essa, dá para fazer tudo, trabalhar, ter família, dá para fazer o que você for fazer com amor, ou individual.

Previous ArticleNext Article
Autor e Redator no Repórter Social

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bolsonaro e Mourão estão nos trending topics do Twitter no momento 0 88

bolsonaro e mourão

Bolsonaro e Mourão, presidente e vice-presidente do Brasil, respectivamente, estão entre os assuntos mais comentados do Twitter no Brasil, neste momento. Por enquanto, até o presente momento, houve pelo menos 13 mil tweets falando a respeito deles na referida rede social. Continue lendo para entender o motivo.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Leia também:

Bolsonaro e Mourão entre os assuntos mais comentados do Twitter

bolsonaro e mourão

Não é à toa que hoje Bolsonaro e Mourão estão entre os assuntos mais comentados do Twitter aqui no Brasil neste momento. Hoje, diversos veículos de mídia anunciaram uma notícia de que o Planalto vai pagar cerca de 7,1 milhões de reais para a aquisição de carros de luxo blindados não só para Bolsonaro e Mourão em si, mas para a família de ambos.

Em uma matéria divulgada inicialmente na revista Época, divulgou-se que o Palácio do Planalto solicitou, em caráter de urgência, a compra de carros de luxo blindado para Bolsonaro, Mourão e suas respectivas famílias.

O pregão vai ser aberto daqui há 15 dias, aproximadamente e estima uma expectativa de utilização de até 39 carros. Uma das exigências requeridas para os automóveis é que eles possuam suporte para armas letais, pneus à prova de bala, equipamentos de monitoramento e equipamentos de varredura.

Dentre as opções listadas no pregão em questão, estão carros de modelos como Audi A6, Honda Accord, Ford Fusion ou “superiores”, conforme consta no documento.

A reação nas redes sociais

No Twitter, inúmeros internautas, entre conhecidos e “anônimos”, criticaram duramente o gasto nababesco com tal tipo de aquisição. Entre os diversos argumentos, muitos falam do quanto o gasto é excessivo e desnecessário.Outros criticam ainda dizendo que eles promovem cortes absurdos em coisas importantes, como a educação, mas gastam sem cerimônia com carros para um único grupo restrito e privilegiado.

Veja abaixo alguns tweets contendo a reação dos internautas sobre o pregão envolvendo compra de carros blindados de luxo para Bolsonaro e Mourão:

Kevin Feige conta quais foram as 2 escolhas mais complicadas nos primórdios da Marvel Studios 0 133

kevin feige marvel escolhas

Olhando para o Universo Cinematográfico da Marvel agora, especialmente depois de Vingadores:Ultimato, é difícil imaginar qualquer parte dele sendo diferente. Nos últimos 11 anos, os vários filmes, histórias, elementos e atores se uniram de uma maneira completamente sem precedentes. No entanto, enquanto tudo faz sentido agora, de acordo com o presidente da Marvel Studios, Kevin Feige, havia algumas opções que eram um pouco difíceis de vender no início.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Leia também:Carson Kressley, jurado de RuPaul’s Drag Race comenta o 1º personagem gay da animação Arthur.

Kevin Feige recebe perguntas do Reddit

kevin feige marvel escolhas

Durante um Reddit AMA, Kevin Feige foi questionado sobre o que foi mais difícil de “vender” para os executivos da Marvel ou da Disney nos últimos 11 anos, especificamente o que ele mais lutou ou que outros tentaram fechar mais. Acontece que havia duas coisas, as quais, se fossem diferentes, teriam mudado drasticamente todo o MCU.

Leia também:Emma Thompson fala sobre sua participação no filme live action da Cruella.

“Sempre há conversas e discussões antes de um filme ser feito, e na maior parte tem sido uma colaboração incrível, mas quando começamos, os dois que vêm à mente a partir de 10 anos atrás são ter de Robert Downey Jr. no elenco e tomar a decisão de fazer o Capitão América: O Primeiro Vingador, um filme do período da Segunda Guerra Mundial, “disse Kevin Feige.

Embora ambas as escolhas de Kevin Feige sejam um pouco surpreendentes, é a idéia de que a convocação de Robert Downey Jr. foi uma venda difícil que realmente se destaca. Pode parecer impossível imaginar alguém além de Downey como Homem de Ferro, mas em 2007, quando ele foi escalado para o papel, a decisão foi um pouco controversa.

A contratação complexa de Robert Downey Jr

Não só Downey nunca teve realmente um papel em um filme de sucesso, apesar de seus sucessos críticos, mas ele também foi um pouco ainda reconstruindo sua carreira depois que ele saiu da pista devido a seus problemas de dependência anos antes. No entanto, para o diretor do Iron Man, Jon Favreau, Downey melhor entendeu Tony Stark fazendo-o um bom ajuste para o papel.

Claramente, essa escolha – e Kevin Feige lutando por isso – acabou sendo crucial. Homem de Ferro foi um enorme sucesso e Downey passou a ser o centro do MCU, algo que faz a maneira como sua história se fecha em Vingadores:Ultimato ainda mais agridoce. É claro que, enquanto Tony Stark, do Downey, é uma grande parte do MCU, o próprio ator atribui o sucesso geral do MCU aos outros e ao seu trabalho.

“Tony estava lá fora para eu começar”, disse Downey no livro Vingadores:Ultimato – The Official Movie Special. “Mas você não pensa nos dois separadamente. Acho que se você tivesse feito tantos filmes como eu e o primeiro foi tão definitivo e revolucionário – não porque eu seja tão bom, mas porque todo mundo fez o trabalho deles tão bem – o que Favreau fez e o que Gwyneth [Paltrow] fez e todos … É como ter um grande time de futebol, um ótimo grupo de pessoas. “

Most Popular Topics

Editor Picks