Antonia Fontenelle é atacada por comentário sobre noivado de Lulu Santos se revolta: “Viadinhos violentos” 0 389

Antonia Fontenelle é atacada por comentário sobre noivado de Lulu Santos se revolta: "Viadinhos violentos" 1

O pedido de casamento do jovem Clebson Teixeira a Lulu Santos agitou o final de semana do mundo dos famosos e também de Antonia Fontenelle. A atriz e youyuber sofreu duras críticas ao fazer um elogio ao casal e soltou os cachorros.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Através da ferramenta dos Stories, no Instagram, ela disse que sofreu ataque de ‘um monte de gayzinho, viadinhos mau caráter agressivos, violentos” e exigiu respeito para respeitar.

Eu comentei em vídeo que o Hugo Gloss postou a respeito do namorado do Lulu, que ontem pediu o Lulu em casamento. E eu achei muito bonitinho o jeitinho carinhoso dele e eu comentei ‘ai que bonitinho’, do fundo do meu coração. Aí eu comecei a ver agora um monte de marcação de um monte de gayzinho, viadinhos mau caráter agressivos, violentos, me achincalhando porque eu sei a frase ‘bonitinho’. Acham que eu deveria ter falado outra coisa ou ter feito um texto gigante a respeito do que eu vi“, conta Fontenelle.

Olha, eu queria dizer uma coisa pra você: vocês querem respeito, então tem que respeitar também. Vocês tão pensando o quê? Que eu vou me render à ditadura de vocês? Que agora tem que rezar a cartilha de vocês? Tem que falar tudo do jeitinho que vocês querem? Vocês vão pra casa do caralho! Vocês me respeitem, pois o buraco aqui é mais embaixo. Que merda é essa?“, disparou.

Sem papas na língua, a ex-mulher de Marcos Paulo citou Anitta, Ludmilla e Nego do Borel para dizer que tem que se retratar com seguidores e nem temê-los;

Não me chamo Nego do Borel, não me chamou Ludmilla, não me chamo Anitta. Não me chamo pessoas que dependem de vocês, da ditadura de merda de vocês pra viver, tá? Me respeitem, hein? Querem respeito vão ter que respeitar. O que é isso? Os valores estão todos invertidos agora? As coisas têm que ser do jeito que vocês querem? Tem que bater continência pra vocês agora? Tem que passar e baixar a cabeça?“, finalizou.

ASSISTA AO VÍDEO DE ANTONIA FONTENELLE:

Previous ArticleNext Article
Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo esportivo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale. Contato: petersongneves@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Reforma da Previdência afeta aposentadorias de PCD 0 138

mudancas aposentadorias pcd

Aposentados e pensionistas que sejam Pessoas com Deficiência (PCD), também deverão entrar para as mudanças da Reforma da Previdência. A reforma que já está em tramitação no Senado Federal, propõe mudanças nos cálculos da aposentadoria e pensão por morte de pessoas portadoras de necessidades especiais.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Muitas alterações foram feitas pelo relator da proposta na Câmara, Samuel Moreira e pelo relator no Senado, Tasso Jereissati, que buscaram amenizar o impacto das medidas para esta classe em específico. Mas mesmo com uma incidência menor de mudanças, ainda sim eles deverão sofrer com reduções nos benefícios pagos de agora em diante.

Primeira parcela do 13º do INSS começa a ser paga hoje.

Aposentadorias para PCD

Adriane Bramante, presidente do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP), informou que as mudanças na reforma não serão aplicadas nos critérios para a concessão da aposentadoria. Elas devem impactar apenas no cálculo do valor do benefício.

Toda aposentadoria para pessoas com deficiência será concedida conforme os termos da Lei Complementar que foi criada justamente para regulamentar os critérios nestes casos.

Mas o que muda?

Segundo a presidente do IBDP, as mudanças que incidem sobre o cálculo da aposentadoria, irá prejudicar pessoas com deficiências mais graves. Hoje uma aposentadoria por deficiência é concedida com base em três níveis:

  • Deficiência Leve;
  • Deficiência Moderada;
  • Deficiência Grave.

Para que portadores de deficiências leves se aposentem, é exigido 33 anos de contribuição para o homem e 28 anos para a mulher. No caso de deficiências em grau moderado a exigência é de 29 anos para homens e 24 anos para mulheres.

Já nos casos graves, é exigido 25 anos de contribuição para homens e 20 anos para mulheres.

Essas regras devem ser mantidas pela reforma, mas a mudança consiste no pagamento de 100% do benefício, que hoje não conta com fator previdenciário, como em um cidadão sem deficiência. Após ser implantada, os beneficiários teriam direito a 60% do valor, mais 2% ao ano para quem ultrapassar os 15 anos de contribuição.

Quem for aposentar por invalidez causada por acidente, o percentual começa em 70%, aumentando ano após ano.

Sendo assim, entende-se que quem for aposentado por um grau leve, irá contribuir mais tempo e ter um benefício mais alto, próximo dos 100%.

Em casos de pensão por morte, o valor do benefício só seria de 100% para dependentes que tenham deficiência mental grave. Quem não se enquadrar neste quesito, irá receber 50% do valor e mais 10% por dependente. Exemplo, uma esposa dependente e outros 2 filhos do beneficiário, iriam receber 70% do valor deixado.

Mudanças ainda precisam ser aprovadas

Mas não é preciso se preocupar ainda, pois todas as regras ainda precisam ser aprovadas pelo Senado, quando voltarão a Câmara e só então poderão ser executadas.

Muitas alteração também estão sendo votadas em uma PEC paralela.

Primeira parcela do 13º de aposentados do INSS começa a ser paga hoje 0 239

pagamento parcela decimo terceiro inss 2019

O pagamento da primeira parcela do décimo terceiro salário sobre os benefícios do INSS para aposentados e pensionistas começa a partir de hoje, segunda-feira (26/08).

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

O dinheiro “extra” do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é um adiantamento que ocorre desde 2006, mas que se tornou obrigatório a partir de uma MP criada por Jair Bolsonaro a partir deste ano de 2019.

Os pagamentos serão incluídos no calendário mensal de pagamentos do INSS. Os valores da primeira parcela do 13º será pago entre os dias 26 de agosto e 06 de setembro, conforme o calendário de pagamento para beneficiários que recebem até 1 salário mínimo e aqueles que recebem acima do mínimo.

Banco do Brasil começa a pagar cotas do Pasep.

Pagamentos do 13º

O INSS estima pagar cerca de R$ 21,9 bilhões a 30 milhões de beneficiários. Os recursos devem aquecer a economia no terceiro trimestre de 2019, juntamente com outros valores que estão sendo liberados pelo governo federal, como é o caso do Saque Imediato do FGTS e o PIS.

Nesta primeira parcela não haverá desconto do Imposto de Renda, se for o caso. Os valores do IR são retidos na fonte apenas a partir da segunda parcela do 13º. Nela será descontado o valor total do benefício.

Quem irá receber o 13º do INSS?

Irá receber os valores todos aqueles que receberam benefícios de:

  • Aposentadoria (qualquer natureza);
  • Pensão por morte;
  • Auxílio-doença;
  • Auxílio acidente;
  • Auxílio-reclusão;
  • Salário-maternidade.

Os valores serão pagos proporcionalmente ao período recebido. Se o cidadão é beneficiário do INSS desde o início do ano e a previsão de recebimento passe de dezembro, irá receber o valor integral. Em outros casos será preciso fazer o cálculo do período em que recebeu.

Beneficiários da Previdência que sejam avulso, autônomo, equiparado a autônomo, facultativo e empresário, também possuem o direito ao bônus.

Quem não irá receber o 13º salário do INSS?

Não tem direito aos valores do INSS, beneficiários de:

  • Amparo assistencial ao idoso e ao deficiente (BPC-LOAS);
  • Renda mensal vitalícia (RMV);
  • Amparo previdenciário rural;
  • Auxílio suplementar por acidente de trabalho;
  • Abono de permanência em serviço;
  • Pensão decorrente da Síndrome de Talidomida;
  • Servidor aposentado pela autarquia empregadora;
  • Salário família.

Quando será paga a segunda parcela do 13º do INSS?

Já a segunda parcela do 13º do INSS começará a ser paga a partir do próximo dia 25 de novembro, se estendendo até a primeira semana de dezembro.

Todos os aposentados irão receber seus valores na conta corrente aberta para o recebimento do benefício mensal. Ele poderá ser sacado nas agências, depositado automaticamente ou através da Lotérica e correspondentes oficiais do governo.

Most Popular Topics

Editor Picks