Primeira parcela do 13º de aposentados do INSS começa a ser paga hoje 0 550

pagamento parcela decimo terceiro inss 2019

O pagamento da primeira parcela do décimo terceiro salário sobre os benefícios do INSS para aposentados e pensionistas começa a partir de hoje, segunda-feira (26/08).

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

O dinheiro “extra” do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é um adiantamento que ocorre desde 2006, mas que se tornou obrigatório a partir de uma MP criada por Jair Bolsonaro a partir deste ano de 2019.

Os pagamentos serão incluídos no calendário mensal de pagamentos do INSS. Os valores da primeira parcela do 13º será pago entre os dias 26 de agosto e 06 de setembro, conforme o calendário de pagamento para beneficiários que recebem até 1 salário mínimo e aqueles que recebem acima do mínimo.

Banco do Brasil começa a pagar cotas do Pasep.

Pagamentos do 13º

O INSS estima pagar cerca de R$ 21,9 bilhões a 30 milhões de beneficiários. Os recursos devem aquecer a economia no terceiro trimestre de 2019, juntamente com outros valores que estão sendo liberados pelo governo federal, como é o caso do Saque Imediato do FGTS e o PIS.

Nesta primeira parcela não haverá desconto do Imposto de Renda, se for o caso. Os valores do IR são retidos na fonte apenas a partir da segunda parcela do 13º. Nela será descontado o valor total do benefício.

Quem irá receber o 13º do INSS?

Irá receber os valores todos aqueles que receberam benefícios de:

  • Aposentadoria (qualquer natureza);
  • Pensão por morte;
  • Auxílio-doença;
  • Auxílio acidente;
  • Auxílio-reclusão;
  • Salário-maternidade.

Os valores serão pagos proporcionalmente ao período recebido. Se o cidadão é beneficiário do INSS desde o início do ano e a previsão de recebimento passe de dezembro, irá receber o valor integral. Em outros casos será preciso fazer o cálculo do período em que recebeu.

Beneficiários da Previdência que sejam avulso, autônomo, equiparado a autônomo, facultativo e empresário, também possuem o direito ao bônus.

Quem não irá receber o 13º salário do INSS?

Não tem direito aos valores do INSS, beneficiários de:

  • Amparo assistencial ao idoso e ao deficiente (BPC-LOAS);
  • Renda mensal vitalícia (RMV);
  • Amparo previdenciário rural;
  • Auxílio suplementar por acidente de trabalho;
  • Abono de permanência em serviço;
  • Pensão decorrente da Síndrome de Talidomida;
  • Servidor aposentado pela autarquia empregadora;
  • Salário família.

Quando será paga a segunda parcela do 13º do INSS?

Já a segunda parcela do 13º do INSS começará a ser paga a partir do próximo dia 25 de novembro, se estendendo até a primeira semana de dezembro.

Todos os aposentados irão receber seus valores na conta corrente aberta para o recebimento do benefício mensal. Ele poderá ser sacado nas agências, depositado automaticamente ou através da Lotérica e correspondentes oficiais do governo.

Previous ArticleNext Article
Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Wilsinho, chefe no roubo de cargas pelo Brasil é preso no ES 0 150

Wilsinho, chefe no roubo de cargas pelo Brasil é preso no ES 2

O fim deste sábado (08/09) foi um dia de muita alegria para muitos caminhoneiros que tiveram os seus intrumentos de trabalho tirados através das mãos de bandidos. Wilsinho, como era conhecido Wilson da Rocha Marques, foi preso em Cariacica, no estado do Espírito Santo.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Ele era nada menos do que o chefe de um grupo especializado em roubos de carretas com atuação principalmente no sudeste, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e o próprio Espírito Santo.

Wilsinho foi pego graças a uma ação integrada entre a Delegacia de Furtos e Roubos de Cargas do Rio de Janeiro (PCERJ) e a Divisão Patrimonial da Polícia Civil do Espírito Santo. Informações foram cruzadas e a polícia conseguiu prender o chefe da quadrilha em sua própria residência.

Utilização dos bens do tráfico sobem 44% em relação a mesmo período de 2018!

Quem era Wilsinho

Ele tinha treze mandados de prisão expedidos, somando Minas Gerais e o Rio de Janeiro. Sua função era estar à frente de um grupo que era concentrado e especializado em roubos de carretas nas rodovias. O caminhão não importava muito, mas o foco era cargas com alto valor.

Além disso ele sequestrava os motoristas, causando ainda mais transtornos para empresas e familiares.

Wilsinho já foi preso em 2009, mas acabou fugindo da Delegacia de Sapucaia, quando foi resgatado pelo mesmo grupo. Desde então a polícia vem fazendo uma série de investigações para cerca-lo e 11 anos depois conseguiu sua prisão.

Para Leonardo Rolim INSS Digital irá suprir a demanda de servidores que faltam 0 150

leonardo rolim inss

Segundo Leonardo Rolim, que é o novo presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), não há a necessidade de contratação de novos servidores, mesmo com o tempo de espera gigantesco para a concessão de novos benefícios.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Rolim acredita que o órgão precisa de bem menos servidores do que os existentes hoje e que o processo de digitalização do sistema com o INSS Digital irá suprir a necessidade com relação ao processamento de novos benefícios, onde os servidores efetivos poderão ser direcionados a atender outras demandas.

O INSS irá sofrer mudanças drásticas no perfil dos funcionários. A tecnologia será capaz de produzir bons resultados. E isso foi diagnosticado por Rolim e sua equipe antes mesmo de ser anunciado como o novo presidente do Instituto.

Ele que era secretário de Previdência do Ministério da Economia, já estava envolvido com a atual situação do órgão. Assim que o ex-presidente, Renato Vieira, foi exonerado, ele assumiu o comando da organização.

2020 não terá concursos, mas orçamento prevê 50 mil novas vagas para servidores.

Precisa ou não de mais servidores no INSS?

Renato Vieira dizia que haveria a necessidade de mais 13,5 mil novos funcionários para serem capazes de analisar os novos pedidos e os atuais que estão na fila. Já Rolim acredita que não seja necessário mais nenhum, apenas investir na digitalização do sistema.

Hoje o INSS conta com quase dois milhões de pedidos parados e que precisam de máxima urgência para uma solução, pois será necessário arcar com retroativos quando saírem. Quanto mais rápido for resolvido, menos o governo terá que desembolsar com correção monetária.

A demissão ocorreu na última terça-feira, onde tanto o anúncio da saída de Vieira, como a chegada de Rolim, foi feita pelo secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Militares da reserva

O governo propôs a contratação exclusiva de sete mil militares da reserva para colocarem as coisas em ordem no INSS, mas até o momento isso está em fase de estruturação e pode ou não sair do papel.

A troca do comando do INSS pode trazer dois resultados, fazer com que o órgão funcione e as pendências sejam eliminadas ou complicar ainda mais o órgão.

Most Popular Topics

Editor Picks