Lucro do Santander cresce 25% no 1º trimestre 0 402

santander noticias

O Santander Brasil apresentou lucro líquido gerencial de R$ 2,859 bilhões no primeiro trimestre deste ano, o que mostra um crescimento de 25,4% em relação ao mesmo período de 2017. A cifra exclui itens extraordinários. Em termos societários, o lucro foi de R$ 2,820 bilhões, alta de 54,6% em relação ao apresentado nos três meses iniciais do ano passado. O resultado gerencial superou a média das projeções de analistas consultados pelo Valor, que indicava um lucro de R$ 2,689 bilhões.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Com o resultado, o Brasil contribuiu com 27% do lucro global do banco. A subsidiária gerou um retorno ajustado sobre o patrimônio líquido anualizado de 19,1%, com alta 3,2 pontos percentuais em relação ao primeiro trimestre de 2017.

O impacto da queda da Selic ainda não impactou a margem financeira, que aumentou 14,6% em relação ao primeiro trimestre de 2017 e alcançou R$ 10,163 bilhões entre janeiro e março. Os spreads nas operações de crédito voltaram a subir, chegando a 10% no primeiro trimestre, ante 8,9% no mesmo período de 2017 e 9,7% no quarto trimestre. Segundo o banco, a melhora na margem se deu pela expansão das operações de crédito e das receitas com atividades de mercado, especialmente tesouraria.

A carteira de crédito incluindo avais e fianças somou R$ 353,920 bilhões em março – alta de 8,7% em relação ao mesmo período de 2017 e de 1,7% ante dezembro. A expansão se deu principalmente nos segmentos de pessoa física e financiamento ao consumo, com alta anual de mais de 21%. A carteira de pequenas e médias empresas cresceu 5,6%, enquanto a de grandes encolheu 6,5%. O banco tem privilegiado operações com famílias e empresas de menor porte, cujos spreads são mais altos.

A inadimplência (atraso superior a 90 dias) representava 2,9% da carteira no fim do primeiro trimestre. O número recuou 0,3 ponto em relação a dezembro e ficou estável na comparação com março de 2017. A taxa de calotes de pessoa jurídica diminuiu 0,5 ponto em relação ao fim de 2017, para 2%. A de pessoas físicas se manteve em 3,7%.

As despesas líquidas com créditos de liquidação duvidosa (PDD) surpreenderam ao subir 17,1%, em relação ao primeiro trimestre de 2017 para R$ 2,652 bilhões – além do crescimento na carteira, houve um menor volume de recuperações. Em relação ao quarto trimestre do ano passado, as despesas com PDD recuaram 0,1%.

Também contribuiu para o resultado a alta de 11,5% nas receitas de serviços e tarifas bancárias, que totalizaram R$ 4,134 bilhões entre janeiro e março.

Previous ArticleNext Article
Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Barbara Lomba é transferida de caso Flordelis, quem assume é Allan Duarte 0 167

barbara lomba transferida caso flordelis

É no mínimo curioso o fato de no mesmo dia em que o caso Flordelis avança com a descoberta do uso do celular de Anderson na casa de Yvelise de Oliveira e do senador Arolde de Oliveira (PSD), mesmo partido de Flordelis, a delegada Barbara Lomba ser transferida de sua jurisdição.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Ela não estará mais à frente das investigações sobre a morte do pastor Anderson do Carmo, o marido da deputada federal Flordelis do PSD. Ele foi assassinado a tiros na madrugada do dia 16 de junho de 2019, quando estava na garagem de sua casa em Pendotiba, região de Niterói.

Barbara Lomba deixa a Delegacia de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo e deverá assumir a 11ª DP da Rocinha. O responsável por assumir esse e outros casos da DP será Allan Duarte Lacerda, que era delegado na 127ª DP de Búzios.

Mas ele era um dos braços direitos de Bárbara quando nos primeiros meses de 2019 acabou sendo transferido.

Celular de Anderson

A transferência de Lomba aconteceu após a TV Globo ter divulgado uma matéria onde o celular de Anderson, que havia sumido desde o dia de sua morte, havia sido acionado na casa de Yvelise de Oliveira, esposa do senador Arolde de Oliveira (PSD), que é também o presidente do Grupo MK, responsável por produzir os discos gospel de Flordelis.

Após a divulgação do caso, ambos se disseram muito perplexos com o caso, citando inclusive que “cabe o ônus da prova a quem acusa”.

Eles citam que nunca poderiam imaginar um ataque desta natureza, onde estão achando que pode ter sido uma clonagem. Citam também a frase “Quem não deve, não teme” e dizem que irão verificar quais são as possibilidades para provar a inocência a partir desta quarta-feira (22/01).

Luana Risério tem GPS implantado sob a pele a pedido de Scarpa 0 203

chiquinho scarpa instala gps em namorada luana

A corretora Luana Risério é nada menos do que a namorada de Chiquinho Scarpa. E nesta semana o namoro deu mais um passo, ela fez a instalação de um microchip de GPS para que possa ser localizada em qualquer lugar do mundo pelo conde.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Muitos estão criticando a decisão, onde a principal “justificativa” para poder monitorar a moça de 35 anos é poder localiza-la dentro do palacete de R$ 63 milhões em São Paulo. Ele já disse que há cômodos em que não pisa a mais de um ano, pois o imóvel é enorme. “Diversas vezes perdi minha namorada dentro de casa”.

Chiquinho Scarpa que é conhecido por assuntos polêmicos, como a vez que iria enterrar o seu carro de luxo no quintal ou a fala de que já dormiu com mais de 7 mil mulheres, hoje está com 68 anos.

Anitta e Pedro Calais do Lagum devem fazer parceria para 2020.

Este microchip apesar de parecer absurdo não é algo que apenas o conde usa em sua mulher, há diversos outros empresários no Brasil e no mundo que usam o chip como uma saída de segurança. Ele tem produção em uma empresa americana e custa em média R$ 30 mil.

Mas além do chip, Scarpa também tem acesso a um aplicativo de localização que foi instalado no celular de Luana. Esse app está em seu aparelho desde que mudou-se de Goiânia para São Paulo, quando passou a morar com ele a cerca de um ano.

Luana Risério diz que encara isso como uma preocupação e não como uma invasão de privacidade ou qualquer outro problema.

Most Popular Topics

Editor Picks