Skip to content

Novo apagão na Venezuela atinge maior parte do país

26 de março de 2019

Um novo apagão na Venezuela atinge a maior parte do território do país. O fato ocorreu passados 20 dias após um episódio parecido que deixou a Venezuela paralisada por uma semana inteira.

Caracas, capital do país e pelo menos 17 dos 23 estados foram impactados por esse novo apagão na Venezuela, segundo informam usuários nas redes sociais. Eles se valeram das hashtags #SinLuz (#SemLuz) para relatar os cortes de energia no Twitter.

Leia também:

Mais detalhes do novo apagão na Venezuela

Algo em torno de três horas depois da interrupção, o serviço começou a finalmente se normalizar em pontos distintos da cidade de Caracas e em regiões centrais do país, como Aragua,Carabobo e Miranda.

Entretanto, em vastos setores a luz era intermitente, ou seja, ia e voltava, como em Caracas, cidade na qual a energia teve uma nova queda por volta das 22 horas (23 horas no horário de Brasília).

A empresa estatal Corpoelec falou que ocorrerá interrupções “para se completar com sucesso as operações”.

Moradores de outros estados igualmente denunciaram quedas no fornecimento de eletricidade.

As declarações das autoridades 

De acordo com o governo de Nicolás Maduro, a denúncia é que esse novo apagão na Venezuela foi provocado por um novo “ataque” contra o sistema elétrico nacional.

Durante uma declaração concedida para a televisão estatal, o ministro da Comunicação, Jorge Rodriguez, declarou que aconteceu “um ataque ao centro de armazenamento e transmissão do nosso sistema elétrico nacional”, mais especificamente falando na central hidrelétrica de Guri (o estado de Bolívar, localizado na região sul do país).

“O que nos custou cinco ou seis dias (para recuperar) depois desse ataque (…), hoje em poucas horas foi resolvido”, afirmou Rodríguez, comemorando o restabelecimento do fornecimento de energia em “tempo recorde”.