Skip to content

Guatemala recusa receber Donald Trump e muito menos assinar tratado imigratório

15 de julho de 2019
trump e presidente guatemala encontro cancelado

A reunião que estava prevista para acontecer nesta segunda-feira (15/07), entre os presidentes da Guatemala, Jimmy Morales, e dos Estados Unidos, Donald Trump, não irá mais ocorrer por conta de que o governo guatemalteco, não está dispostos a uma possível negociação sobre a entrada de imigrantes no país.

Neste encontro estava previsto que a Guatemala, localizada na América Central, sendo uma das principais “paradas” para imigrantes que desejam avançar para os Estados Unidos, assinasse um acordo que traria benefícios para ambos os países. Porém após a recusa de Jimmy Morales, ficou claro que não há nenhuma intenção de avançar em um pacto desta natureza.

A reunião estava prevista para acontecer na cidade de Washington. Ela não aconteceu pois diversas ações foram apresentadas à Corte de Constitucionalidade (CC) do país, onde todas se diziam contra a Guatemala se transformar em um “país seguro” para imigrantes, dificultando a chegada dos mesmos aos Estados Unidos, pois todos os pedidos de asilo seriam processados pela Guatemala antes de seguir viagem para o país de Trump.

México, Guatemala, Honduras e El Salvador estão na rota principal dos imigrantes para chegar aos Estados Unidos.

O que disse o comunicado de cancelamento

O governo guatemalteco informou que devido às especulações todas as ações legais interpostas e admitidas no trâmite da Corte de Constitucionalidade (CC) do país, houve a necessidade de reprogramar o encontro bilateral com Donald Trump, até que todos os detalhes sobre a decisão da corte sejam esclarecidos.

Na noite desde domingo (14/07) a Corte publicou um amparo provisório, evitando que a Guatemala se constitua como um “terceiro país seguro” na América Central. Houveram muitas críticas, principalmente da oposição do presidente Morales, o que levou a necessidade do acordo passar primeiramente pelo Congresso, para se for aprovada pelo parlamentares, continuar com o processo.

Ano de eleições na Guatemala

O país está a menos de um mês das eleições que escolherá um novo presidente para o país. A reunião e o tratado não seguiu em frente, justamente por ser algo muito em cima de uma nova eleição.

As eleições devem acontecer no próximo dia 11 de agosto, onde estão em vantagem os candidatos Alejandro Giammattei (Direita) e a Social Democrata, Sandra Torres.