PM e agentes penitenciários evitam fuga de presos em JP 0 356

presos fugindo nordeste

Uma de fuga que seria feita por cerca de 20 apenados da Penitenciária de Segurança Máxima Geraldo Beltrão, localizada no bairro de Mangabeira, em João Pessoa, foi evitada durante a madrugada desta quarta-feira, dia 14. Os presos tentaram fugir usando cordas feitas de lençóis. Os agentes penitenciários acionaram os policiais militares do 5º Batalhão e conseguiram impedir o plano de fuga.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Os agentes penitenciários desconfiaram do plano de fuga quando escutaram barulho vindo das celas de número 5e 7. Eles pediram apoio de policiais militares da guarda externa.

Os policiais entraram no presídio e escutaram junto a uma parede água jorrando de torneiras ligadas. O líquido era misturado com barro. Ao perceber isso, reforço policial foi solicitado. Os agentes penitenciários entraram no pavilhão e descobriram que estava sendo cavado um buraco entre as duas celas.

A polícia desconfia que os presos estavam se preparando para iniciar a escavação de um túnel para escapar.

A Máxima tem capacidade para 110 presos e hoje abriga 155.

Previous ArticleNext Article
Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Criança de 10 anos morre em frente a mãe na Bahia por bala perdida 0 97

morte menino bala perdida feira santana bahia

Uma vítima de bala perdida chocou a Bahia neste último final de semana. Uma criança de apenas 10 anos morreu em frente a mãe após ser atingido pelo projétil dentro do condomínio onde morava.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

O caso aconteceu na cidade de Feira de Santana, a aproximadamente 100 quilômetros da capital Salvador. A polícia informou que no momento do crime dois homens invadiram o condomínio à procura de um rapaz, que por uma questão de investigação não teve o seu nome divulgado, onde logo após uma pequena busca os disparos começaram a ser efetuados e infelizmente uma bala perdida veio a atingir o menino.

Depoimento da mãe

A mãe do garoto, Dayane Bárbara Aparecida prestou depoimento e disse que ele estava em casa. Na ocasião ela ligou para o celular dele, pedindo que trouxesse algo para ela, pois estava em um outro bloco do mesmo condomínio. Quando ele estava saindo do bloco e vindo em sua direção, ela o observava.

Mas quando estava quase chegando ao local onde a mãe estava, um cara passou correndo e outro veio logo atrás atirando. Foram diversos tiros e um deles veio a atingir o garoto.

O menino tinha o nome de Luciano Gonçalves Silva Santos. Ele chegou a ser levado para o hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos e veio a falecer.

Investigação da Polícia Civil

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil, onde amigos e familiares pedem justiça e fazem uma manifestação pública contra o crime e a violência dentro do condomínio. Ambos bloquearam a Avenida Ayrton Senna em Feira de Santana, colocando fogo em pneus.

Segundo relatos este não é o primeiro tiroteio que acontece no condomínio. A própria mãe do menino disse que em outra ocasião estava vindo do mercado e um outro tiroteio fez com que ela e uma outra filha sua tivessem que se esconder debaixo de um caminhão.

A avó da criança disse que eles querem justiça, que tanto o autor dos disparos quanto aquele que seria o alvo paguem pelo que fizeram ao inocente.

Segundo a Polícia Militar, a segurança no condomínio foi reforçada e há também a confirmação de que um dos suspeitos já foram identificados, onde tanto a PM como a PC estão trabalhando para efetuar sua prisão.

Foto divulgação: TV Subaé BA

Putin declara que Rússia também desenvolverá armas nucleares se Trump o fizer 0 126

Putin declara que Rússia também desenvolverá armas nucleares se Trump o fizer 4

O presidente russo, Vladimir Putin, alertou na segunda-feira que a Rússia será forçada a começar a desenvolver mísseis nucleares de curta e média faixa terrestre se os Estados Unidos começarem a fazê-lo após o fim de um tratado de controle de armas nucleares.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

O tratado de forças nucleares

Putin declara que Rússia também desenvolverá armas nucleares se Trump o fizer 5

Os Estados Unidos formalmente deixaram o tratado de Forças Nucleares Intermediárias (INF) com a Rússia na sexta-feira depois de determinarem que Moscou estava violando o tratado, uma acusação que o Kremlin negou.

Na segunda-feira, Putin culpou os Estados Unidos pelo fracasso do tratado, mas disse que é essencial que Moscou e Washington retomem as negociações de controle de armas para evitar o que ele descreveu como uma corrida armamentista “irrestrita”.

Mais sobre a Rússia:Duas empresas turcas saíram do consórcio de usinas nucleares russas

Duas das três empresas turcas que participaram da construção da primeira usina nuclear da Turquia se retiraram do acordo, disseram duas fontes de energia à Reuters na terça-feira, em um possível revés para o projeto.

A russa Rosatom, que lidera o projeto, disse em junho que venderá 49 por cento da Akkuyu Nukleer AS, que construirá e operará a usina, a um consórcio formado por três empresas: Kolin Insaat, Kalyon Insaat e Cengiz Holding.

No entanto, o acordo final nunca foi assinado.

As duas fontes disseram à Reuters que o projeto Akkuyu, no sul da Turquia, teria pelo menos um parceiro turco. Eles disseram que a Rússia está atualmente em conversações com empresas de energia turcas e com o produtor estatal de eletricidade EUAS para se juntar ao consórcio.

As três empresas turcas se recusaram a comentar a questão quando contatadas pela Reuters e a Rosatom não respondeu a um pedido de comentários.

A Rússia suspendeu o projeto depois que a Turquia derrubou um avião de guerra russo sobre a Síria no final de 2015, levando as relações entre os dois países ao pior desde a Guerra Fria. O projeto foi retomado em junho de 2016, depois que as relações foram normalizadas.

Durante uma coletiva de imprensa com o presidente turco, Tayyip Erdogan, em novembro, o presidente russo, Vladimir Putin, disse que os países planejam lançar o primeiro reator em Akkuyu, em 2023, e que a construção começará em um futuro próximo.

O jornal Hurriyet informou na terça-feira que um membro do conselho de Kolin Insaat disse que é improvável que a usina esteja operacional até 2023.

A usina nuclear deverá ter uma capacidade de produção de 4.800 megawatts e custará US $ 20 bilhões para ser construída.

Most Popular Topics

Editor Picks