Sérgio Malheiros fala de importância de seu personagem em “Verão 90” 0 290

Sérgio Malheiros fala de importância de seu personagem em “Verão 90” 1

Atualmente no ar com a novela Verão 90, Sérgio Malheiros traz luz a temas importantes através do personagem Diego Oliveira: racismo e relacionamento inter-racial. Não é a primeira vez que ele interpreta personagens fortes, o ator vem de uma maré de importantes projetos, como a série Impuros, da FOX, no qual interpreta Willibert, um traficante sádico que ajuda a gerenciar o crescimento do tráfico de drogas no Rio de Janeiro nos anos 1990. Além das telinhas, só em 2019 Sérgio esteve duas vezes nos cinemas com os longas Cinderela Pop e Cine Holliudy 2.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Extremamente engajado na causa negra, o artista também aproveita da voz que tem nas redes sociais, com seus mais de 2 milhões de seguidores, para levantar questões importantes que acredita, que coincidem bastante com os últimos personagens que tem feito.

Estreou nessa semana um novo projeto, o programa “Clube dos Três”, que vai ao ar no site, no Facebook e no YouTube do AdoroCinema, semanalmente, às quartas-feiras, às 19h. O projeto, que também conta com a apresentação do crítico e jornalista Renato Hermsdorff, levará toda quarta-feira um influenciador para falar sobre os temas do momento no universo cinematográfico. O projeto vem para mostrar ao público um pouco mais do conhecimento do ator e da paixão por direção. Sérgio também tem uma produtora, a Malheiros Filmes.

A respeito do “Verão 90”, a trama trata de casos de racismo e relacionamento inter-racial. Como está sendo realizar essa abordagem através do Diego Oliveira?

É um tema complexo e, infelizmente, muito atual ainda, mas acredito que são personagens como o Diego, que entram diariamente na casa das pessoas, que conseguem levantar esse debate e mostrar que as coisas precisam mudar e o racismo não pode mais ser aceito.

Antes da novela, você já havia feito personagens mais fortes, como o caso do traficante Willbert em “Impuros” na FOX. Acredita que a experiência na série serviu como conhecimento para o projeto atual?

Com certeza! Mas vem muito também do estudo que tive para viver o próprio Diego, de falar com familiares, do meu próprio sentimento como homem negro na sociedade. Apesar de serem personagens e histórias totalmente diferentes, o Willbert também levantava essa questão do negro na sociedade dos anos 1990, só que ele seguiu um caminho completamente oposto. Com o Diego eu tive um preparo diferente que visa fortalecer o discurso e a luta dele, mesmo sendo um cara muito do bem.

Sérgio Malheiros fala de importância de seu personagem em “Verão 90” 2
Foto: Divulgação/Melina Tavares Comunicação

Como está sendo participar do “Clube dos Três” no AdoroCinema junto com Renato Hermsdorff?

Está sendo uma experiência incrível! Eu sempre gostei muito da vertente cinematográfica e poder levar meu conhecimento e a troca de informações sobre esse universo é muito legal. Vamos levar alguns convidados que sejam do universo e que possam comentar também, então é um constante aprendizado.

Esse ano já estrearam dois projetos seus nos cinemas, como foi participar de “Cinderela Pop” e “Cine Holliudy 2”?

Foi uma experiência incrível! São dois públicos e linguagens muito diferentes e eu adoro essa oportunidade de poder me comunicar com várias vertentes. O “Cinderela Pop” tem o público teen mais forte, é uma história mais gostosa de assistir, bem calma. Já “Cine Holliudy 2” vem com uma pegada de comédia interessante, que traz uma reflexão por trás, também.

Sérgio Malheiros fala de importância de seu personagem em “Verão 90” 3
Foto: Divulgação/Melina Tavares Comunicação

Nas redes sociais, você se mostra muito ativo no levantamento de crises da vida real que vivencia com seus personagens. Acha importante usar a sua força de influência para passar essas mensagens ao público?

Com certeza! Através dos meus personagens e projetos consigo levar mensagens-chave a respeito da nossa sociedade como um todo. Com as redes sociais, esse poder acaba sendo maior e mais imediato. Gosto de fazer as pessoas refletirem e verem que muitas questões das quais passamos e vivenciamos todos os dias, como o racismo por exemplo, não são e nem deveriam ser normais. O Diego, por exemplo, passa pelo preconceito por ser negro e pobre, mas luta diariamente para, de certa forma, superar isso. Apesar de vivermos numa sociedade mais moderna, o preconceito é estrutural. É importante ter esse espaço para poder trocar uma ideia com as pessoas, de uma maneira mais próxima, sobre esses temas, que geralmente são bem polêmicos de se debater.

Deixe uma mensagem.

Eu acho importante que os jovens saibam a importância da empatia com o próximo. Tudo pode ser melhorado se pararmos para pensar a respeito disso, se exercemos essa empatia com o outro. É uma questão básica, mas que ainda penamos muito para exercer. E, também, deixar claro que todo sonho é possível de ser conquistado, independente da sua cor, gênero… Dificuldades a gente sempre vai ter, mas batalhando a gente consegue. Espero que curtam a entrevista e quero aproveitar para agradecer o carinho de todos.

Previous ArticleNext Article
Direto do Repórter Social, amantes de internet, redação e publicidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Imenso furacão do universo está ativo a mais de 300 anos 0 197

furacao de jupter ativo a mais de 300 anos

Você sabia que há um furacão em um dos planetas de nosso sistema solar que está ativo a mais de 300 anos? Sim, um furacão gigante com o diâmetro de um planeta Terra está girando e em atividade desde que há os primeiros relatos de sua observação.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Ele está localizado em Júpiter. Nesta última semana a agência espacial americana, NASA, divulgou uma imagem recente deste planeta, que está entre os gigantes gasosos do nosso Sistema Solar.

Todos os anos desde 2014 a Nasa vem divulgando imagens através de um programa que é conhecido como “O legado dos Planetas Exteriores”. Ele for criado para monitorar o funcionamento da atmosfera de Júpiter, Saturno, Urano e Netuno, com fotos anuais.

O furacão de Júpiter

Até pouco tempo atrás não era possível saber o que significava uma mancha vermelha do planeta gasoso, mesmo com imagens de centenas de anos atrás. Porém recentemente graças a qualidade das imagens destes planetas, foi possível definir que a Mancha Vermelha de Júpiter é na verdade um furacão gigantesco, do tamanho da Terra, que está ativo a muito tempo.

O furacão já conta com mais de 300 anos apenas em relatos, porém estudiosos acreditam que ele está em atividade a muito mais tempo. O ponto é que ele vem encolhendo ao longo dos últimos anos. A algumas décadas acreditava-se que o seu tamanho era o suficiente para caber dois ou três planetas Terra, hoje o diâmetro apesar de ainda ser gigantesco, cabe apenas uma.

A primeira descrição de uma mancha “vermelha” no planeta que se tem relato histórico ocorreu em 1664, por Robert Hooke. No ano seguinte, o astrônomo italiano Giovanni Cassini, descreveu a mancha no hemisfério sul do planeta, reafirmando o relato sobre a “mancha”.

Furacão Mancha Vermelha de Júpiter

Mas as imagens mais nítidas dos últimos anos concluíram que o furacão inicia o seu vórtice na alta atmosfera e continua nas camadas inferiores das nuvens de Júpiter, onde cada camada conta com uma temperatura diferente e composições químicas que ainda não puderam ser exploradas.

A ponta final ou toda o “comprimento” do furacão deve ter ao menos 1.200 quilômetros segundo estudiosos. A medição não é precisa pois ainda é impossível observar abaixo das nuvens, mas o tamanho assim como tudo no planeta é algo de proporções enormes.

Impacto de asteroide na Terra, Nasa já se prepara!

Todos os anos desde 1830 esta “mancha” vem sendo monitorada por astrônomos. Os relatos concluem que ano após ano ela vem diminuindo em grandes proporções.

Mesmo diante das excelentes imagens do telescópio Hubble, não é possível conhecer o que vem causando a perda de energia do furacão. Outro apoio de exploração sobre o planeta é a sonda Juno, que atualmente está estudando o comportamento da atmosfera através da medição de temperatura.

A sonda é equipada com instrumentos que emitem micro-ondas e podem fazer medições com no máximo 10 quilômetros de profundidade, algo minúsculo diante de um planeta tão enorme.

Criança de 10 anos morre em frente a mãe na Bahia por bala perdida 0 167

morte menino bala perdida feira santana bahia

Uma vítima de bala perdida chocou a Bahia neste último final de semana. Uma criança de apenas 10 anos morreu em frente a mãe após ser atingido pelo projétil dentro do condomínio onde morava.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

O caso aconteceu na cidade de Feira de Santana, a aproximadamente 100 quilômetros da capital Salvador. A polícia informou que no momento do crime dois homens invadiram o condomínio à procura de um rapaz, que por uma questão de investigação não teve o seu nome divulgado, onde logo após uma pequena busca os disparos começaram a ser efetuados e infelizmente uma bala perdida veio a atingir o menino.

Depoimento da mãe

A mãe do garoto, Dayane Bárbara Aparecida prestou depoimento e disse que ele estava em casa. Na ocasião ela ligou para o celular dele, pedindo que trouxesse algo para ela, pois estava em um outro bloco do mesmo condomínio. Quando ele estava saindo do bloco e vindo em sua direção, ela o observava.

Mas quando estava quase chegando ao local onde a mãe estava, um cara passou correndo e outro veio logo atrás atirando. Foram diversos tiros e um deles veio a atingir o garoto.

O menino tinha o nome de Luciano Gonçalves Silva Santos. Ele chegou a ser levado para o hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos e veio a falecer.

Investigação da Polícia Civil

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil, onde amigos e familiares pedem justiça e fazem uma manifestação pública contra o crime e a violência dentro do condomínio. Ambos bloquearam a Avenida Ayrton Senna em Feira de Santana, colocando fogo em pneus.

Segundo relatos este não é o primeiro tiroteio que acontece no condomínio. A própria mãe do menino disse que em outra ocasião estava vindo do mercado e um outro tiroteio fez com que ela e uma outra filha sua tivessem que se esconder debaixo de um caminhão.

A avó da criança disse que eles querem justiça, que tanto o autor dos disparos quanto aquele que seria o alvo paguem pelo que fizeram ao inocente.

Segundo a Polícia Militar, a segurança no condomínio foi reforçada e há também a confirmação de que um dos suspeitos já foram identificados, onde tanto a PM como a PC estão trabalhando para efetuar sua prisão.

Foto divulgação: TV Subaé BA

Most Popular Topics

Editor Picks