Skip to content

Alexandre Knoploch e Eliomar Coelho devem ser investigados pela Alerj

23 de outubro de 2019
conselho alerj rio de janeiro briga de deputados

Na tarde desta quarta-feira o Conselho de Ética da Alerj (Rio de Janeiro) definiu que estará acatando a denúncia contra dois deputados do Rio que acabaram passando dos limites dentro de uma sessão plenária.

Eliomar Coelho (PSOL) e Alexandre Knoploch (PSL), no último dia 11 de outubro de 2019, trocaram farpas em plenário e houve “dedos na cara” dos dois parlamentares.

Todos os membros da Alerj também decidiram acatar a representação de Alexandre contra Eliomar, que foi iniciado através de uma sindicância por parte do PSL contra o PSOL.

13º do Bolsa Família é um teste exclusivo para 2019.

Já a denúncia contra Knoplosh, teve 4 votos a favor e 3 contra.

Briga recorrente

Esta é a terceira vez que Eliomar e Alexandre discutem em plenário, havendo a necessidade de seguranças da Casa intervirem para que o caso não ficasse ainda pior, terminando em uma briga feia no meio dos outros deputados.

Rodrigo Amorim

O Conselho de Ética do Alerj também negou a representação contra Rodrigo Amorim (PSL). O caso se deve ao fato de Amorim ter entrado no Colégio Pedro II, juntamente com o deputado federal Daniel Silveira, também do PSL. Na ocasião eles anunciavam uma vistoria.

Ao entrar no colégio, o reitor Oscar Halac, chamou a Polícia Federal e fez uma denúncia alegando abuso de autoridade. O caso foi encaminhado ao Alerj.

Mas neste caso Dr Serginho, Léo Vieira, Max Lemos, Anderson Moraes e Rodrigo Bacellar, votaram por não receber esta denúncia sob a alegação de que Rodrigo poderia sim fiscalizar o colégio.