Bolsonaro demite ministro Santa Cruz

O presidente de extrema-direita do Brasil, Jair Bolsonaro, substituiu na quinta-feira seu ministro encarregado das relações políticas com o Congresso, disse o porta-voz da presidência.

Leia também:

O contexto da demissão

O secretário do governo, Carlos Alberto dos Santos Cruz, foi demitido durante uma reunião com Bolsonaro no início do dia, disse à Reuters uma fonte com conhecimento direto do assunto.

O porta-voz do presidente disse apenas que Santos Cruz estava saindo e seria substituído pelo general do Exército Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira, comandante da região sudeste do Brasil, que antes era comandante da missão de paz das Nações Unidas no Haiti.

Santos Cruz, um ex-general do exército que também liderou as forças de paz da ONU no Haiti e na República Democrática do Congo, fazia parte da “ala militar” do governo de Bolsonaro – o antigo exército de quase um terço do gabinete.

O perfil de Santa Cruz

O próprio Bolsonaro é um ex-capitão do exército.

Santos Cruz manteve um perfil baixo em seu papel oficial, mas se envolveu em disputas acirradas com a ala ideológica mais radical do governo de Bolsonaro.

Isso incluiu brigas públicas com o filho do presidente Carlos, que é um vereador do Rio de Janeiro e uma figura incendiária nas mídias sociais na defesa de seu pai, muitas vezes atacando os membros do gabinete que são ex-militares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *