O que diz Bolsonaro sobre o Trabalho Infantil 0 45

bolsonaro trabalho infantil

Para muitos o trabalho infantil é um tema muito delicado, afinal no mesmo tempo em que crianças devem aprender a ter responsabilidades, também é necessário que possam desfrutar de sua infância, pois se trata de um período curto e que pode influenciar diretamente na vida adulta.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

A discussão gira sempre em torno do que é “responsabilidade” e o que é “trabalho escravo infantil”. Ter responsabilidades desde cedo não prejudica ninguém, o problema está quando elas começam a afetar o desempenho escolar, inclusive até hoje muitos deixam os estudos para se dedicar a ajuda no sustento do lar e também o tempo de lazer.

O tema veio novamente a tona nesta semana, pois o presidente Jair Bolsonaro em uma entrevista “defendeu” o trabalho infantil, onde contou relatos de sua própria vida e diz não ter sido prejudicado em nada, pois trabalhava para ajudar seu pai com nove anos de idade em uma fazenda de São Paulo.

Durante uma live no Facebook ele disse:

  • “O trabalho dignifica o homem e a mulher, não interessa a idade…”

Porém ele disse que não cogita nem a possibilidade de apresentar algum projeto de lei para a descriminalização do trabalho para menores, pois tem a certeza de que seria massacrado por parte da população.

Além disso ele também comenta sobre a sua experiência como pescador, pois estava ao lado do secretário nacional de Pesca e Aquicultura, Jorge Seif Júnior. Mas diz que esta não foi a sua primeira “profissão”.

  • “Posso confessar agora, se bem que naquele tempo não era crime”.

Ele diz que recentemente encontrou com o dono da fazenda onde morou com seu pai em Eldorado Paulista. Na fazenda as coisas que ele ajudava seu pai a plantar era milho. “Naquele tempo para você cortar o milho, não tinha que chegar na plantação e pegar. Era preciso quebrar o milho e colocar no saco de estopa e então carregar nos braços. Com nove e dez anos, quebrava o milho na plantação e depois de alguns dias de sol, voltava para colhê-lo..”

Para enfatizar o problema que a sociedade atual vive, ele mencionou que quando uma criança de 9 ou 10 anos vai trabalhar para ajudar seus pais, muita gente julga e diz que o mesmo está sob as leis do trabalho infantil, agora quando a mesma criança de 9 ou 10 anos está em um paralelepípedo fumando crack, ninguém diz nada.

Mas durante as suas falas ele disse que apesar do trabalho não atrapalhar a vida de ninguém, disse que todos os seus opositores podem ficar tranquilos, pois não será apresentado nenhum projeto para descriminalizar o trabalho infantil.

Ele termina dizendo que hoje em dia é tanto “direito”, tanta proteção, que uma grande parte da juventude não está na linha certa, não respeita professores e não está apto para assumir responsabilidades. “O trabalho dignifica o homem e a mulher, não interessa a idade”.

Tema polêmico

Se fosse possível encontrar um “meio termo”, seria ótimo que as crianças e adolescentes pudessem assumir certas responsabilidades. Não tanto a ponto de serem responsáveis por todas as contas de uma casa, mas em um nível que não prejudicasse seus estudos, seu lazer e tão pouco a sua dignidade.

O papel dos pais é fundamental na formação do caráter de uma criança. Mas realmente este assunto sobre trabalho infantil conta com inúmeros prós e contras.

Previous ArticleNext Article
Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Taylor Swift desabafa sobre compra de seu catálogo por Scooter Braun 0 57

taylor swift scooter braun

Scooter Braun, um empresário de sucesso acaba de adquirir a gravadora Big Machine, de Scott Borchetta. E a situação não agradou nem um pouco Taylor Swift, pois a gravadora é dona de seus seis primeiros álbuns e ela não conta com uma relação de paz com o empresário.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Braun é hoje o empresário de Justin Bieber e Ariana Grande. Ele é muito conhecido no ramo musical e apesar da indignação de Taylor Swift, o mesmo é bem visto no mercado.

Tudo começou após a notícia chegar até Swift. Em seguida ela publicou em seu Tumblr, que diz estar triste e abatida, além do coração partido por a partir de agora depender do empresário para comercializar seus seis primeiros álbuns. Segundo ela, Braun lhe intimidava e praticava bullyng contra ela no início de carreira.

Desabafo de Taylor Swift

No Tumblr, a cantora publicou que durante anos tentou comprar os direitos de seu trabalho. “Porém toda vez que eu tentava, eu ganhava uma nova oportunidade de voltar à Big Machine Records, onde gravava um novo álbum. Terminei a relação pois saberia que havia a chance de ao assinar mais um contrato, o fundador Scott Borchetta, poderia vender o selo, o que também seria a venda do meu futuro”.

“Tive que fazer uma grande escolha, deixar para trás todo o meu passado, músicas que foram escritas no chão do meu quarto, que foram sonhadas e pagas com dinheiro que ganhei cantando em bares, depois clubes, depois arenas e por fim em estádios lotados”.

Ela termina a sua carta dizendo algumas “curiosidades” sobre a notícia de seus álbuns, afirmando que se surpreendeu pela compra por Scooter Braun e como a notícia chegou ao mundo. “Tudo o que eu conseguia pensar era a incessante e manipuladora intimação que recebi de Braun durante anos”.

Até o momento ambas as empresas e seus donos não comentaram nada sobre as publicações de Swift, mas Justin Bieber e Demi Lovato saíram em defesa de Braun.

Compra da Big Machine

A compra foi finalizada pela Ithaca Holdings LLC em decorrência de um acordo de US$ 300 milhões, do qual também inclui a Big Machine Music, que era a ex gravadora de Taylor. Além dos seis álbuns, Braun será responsável por artistas como Lady Antebellum, Reba McEntire e Sheryl Crow.

Agenda oficial de Bolsonaro no G20 realizado em Osaka no Japão 0 80

bolsonaro agenda oficial cupula g20 de 2019

Pela primeira vez como presidente do Brasil, Jair Messias Bolsonaro irá representar o país na cúpula do G20, onde os líderes das 20 maiores economias do mundo deverão estar presentes no encontro que acontece no próximo dia 28 de junho, sexta-feira, em Osaka no Japão.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

O presidente brasileiro realizou seu embarque na noite deste dia 25/06, terça-feira, onde tanto a transferência de cargo para o vice, Hamilton Mourão, como o embarque na aeronave foi transmitido pela Presidência.

O desembarque de Bolsonaro está previsto para acontecer no próximo dia 27/06, já com alguns compromissos marcados. Entre os principais encontros propostos para esta reunião, está a com o presidente chinês, Xi Jinping e com o primeiro ministro da Índia, Narendra Modi.

Bolsonaro deve discursar na área de inovação e tecnologia.

Agenda oficial de Bolsonaro no G20

Confira todas as datas e horas do brasileiro em sua viagem para o Japão:

Data: Quinta-feira 27/06/19

  • Chegada em Osaka, Japão: 13h35;
  • Participação em jantar privado: 19h.

Data: Sexta-feira 28/06/19

  • Participação em audiência com o presidente do Banco Mundial, David Malpass: Às 9h10;
  • Reunião com os principais líderes do BRICS: às 10h20;
  • Reunião bilateral com o líder chinês, Xi Jinping: às 11h10;
  • Participação na primeira sessão plenária da cúpula com os líderes do G20: às 12h;
  • Participação em reunião paralela dos líderes do G20, com o assunto sobre economia digital: às 14h05;
  • Início da segunda sessão plenária da cúpula do G20: às 14h55;
  • Participação em jantar oferecido pelo primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, como uma homenagem aos líderes do G20: às 18h45.

Data: Sábado 29/06/19

  • Reunião bilateral realizada com o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi: às 9h20;
  • Participação em reunião paralela dos líderes do G20, com o tema sobre o empoderamento das mulheres: às 9h40;
  • Realização da terceira sessão plenária da cúpula de líderes do G20: às 10h;
  • Reunião bilateral com o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman: às 11h30;
  • Realização da Quarta sessão plenária da cúpula de líderes do G20: às 12h15;
  • Participação na Sessão de encerramento da cúpula de líderes do G20: às 13h45;
  • Última reunião bilateral realizada com o primeiro-ministro de Singapura, Lee Hsien-Loong: às 14h05;
  • Realização do embarque de retorno ao Brasil: às 18h.

Most Popular Topics

Editor Picks