Jon Bernthal fala sobre o cancelamento de “O Justiceiro” pela Netflix 0 327

Jon Bernthal Justiceiro

Em fevereiro, a Netflix puxou o gatilho para O Justiceiro, cancelando a série inspirada nos HQ’s da Marvel, depois de apenas duas temporadas, mas o astro Jon Bernthal disse que você “deve ser grato pelo que conseguiu”.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

O cancelamento da série na visão de Jon Bernthal

“A forma como este negócio é, você se apaixona por algo, e eles tiram isso de você”, Josh Stewart, co-estrelado por Jon Bernthal, que interpretou o vilão John Pilgrim, disse no Fan Fest Chicago, ao lado de Bernthal e Jason R Moore.

Leia também: Andréa Bueno comenta experiência no comando do ‘Conectados’.

“Você sabe o que eu quero dizer? Então é apenas a natureza disso, é o ciclo disso. É uma droga, mas o que você pode fazer?

“Eu acho que está certo. Eu acho que neste negócio, você tem que ser grato pelo que você tem, que você teve a oportunidade de fazer isso, você teve a oportunidade de trabalhar com pessoas que você ama e respeita. E você tem que deixar isso de lado ”, disse Jon Bernthal.

“Muitas dessas decisões sobre o que acontece lá, essas decisões acontecem em salas para as quais definitivamente não somos convidados [risos]. E o mais legal sobre como as coisas estão agora, não vai a lugar nenhum, está na Netflix. Está lá para sempre”.

Leia também: Will Smith arrasa em performance surpresa com seu filho Jaden no Coachella.

Jon Bernthal disse anteriormente que estava “em paz” com a situação, apesar de se investir pesadamente em seu papel como o espancado vigilante Frank Castle.

Eu realmente só me preocupo com as coisas que posso controlar“, disse Bernthal à Variety.

“Quando estou interpretando o personagem e estou fazendo o trabalho e está bem na minha frente, faço o que posso para torná-lo o melhor que posso. Mas neste negócio há tanto que não podemos controlar. O que quer que esteja acontecendo com esses shows, essas decisões estão sendo tomadas em salas nas quais eu não fui convidado e estou bem com isso. ”

Leia também: Day McCarthy detona MC Mirella após polêmica envolvendo aliciamento de menores.

A Marvel e o cancelamento da Netflix

O diretor da Marvel Television, Jeph Loeb, disse à EW que “o estúdio de televisão sempre estará ligado às nossas redes”, um comunicado posteriormente apoiado pelo diretor de conteúdo da Netflix, Ted Sarandos, que disse aos programas da Marvel “vamos cancelar”.

A Netflix abandonou Punho de Ferro antes de cancelar Luke Cage, Demolidor, O Justiceiro e, finalmente, Jessica Jones, a série liderada por Krysten Ritter que ainda não estreou sua terceira temporada in-the-can.

Leia também: MC Mirella é investigada pelo MPF por tráfico de drogas.

Os fãs estão esperançosos de que os personagens de propriedade da Disney possam viver através do Hulu, do qual a Disney detém participação de controle, ou Disney +, o serviço de transmissão da empresa para sediar séries da Marvel Cinematic Universe como WandaVision e The Falcon & The Winter Soldier.

Kevin Mayer, diretor de divisões diretas ao consumidor e da divisão internacional da Disney, que supervisiona a Disney, disse à THR que os programas de “alta qualidade” poderiam sobreviver sob a Disney: “Ainda não discutimos isso”, disse ele, “mas Eu diria que é uma possibilidade.

 

Previous ArticleNext Article
Graduada e Mestre em História. Faço parte da equipe de redação do portal TV É Brasil. Além de professora e historiadora, sou redatora web freelancer/autônoma. Uma verdadeira amante da cultura, arte e entretenimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fim da bossa nova? João Gilberto de Chega de Saudade, faleceu neste sábado 0 160

morre joao gilberto pai bossa nova

É claro que a bossa nova não deve chegar ao fim, afinal a música é uma das artes que nunca morre. Mas neste sábado, dia 06 de julho de 2019, a bossa nova teve uma enorme perda, João Gilberto, um dos fundadores desse estilo musical e autor de um dos mais aclamados sucessos, o álbum “Chega de saudade” de 1959, faleceu em sua residência no Rio de Janeiro.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

João Gilberto já estava com 88 anos e a alguns anos sofria com problemas de saúde. Ele deixa João Marcelo Gilberto, que atualmente mora nos Estados Unidos e também Bebel e Luisa, seus filhos.

Marcelo Gilberto chegou a lançar um tweet em seu perfil oficial, dizendo o seguinte:

“… My father has passed. His fight was noble, he tried to maintain dignity in light of losing his sovereignty. I thank my family (my side of the family) for being there for him, and Gustavo for being a true friend to us, and caring for him as one of us. Lastly, I’d like to thank Maria do ceu for being by his side until the end. She was his true friend, and companion…”

“… Meu pai morreu. Sua luta foi nobre, ele tentou manter sua dignidade ao perder sua soberania”, escreveu João Marcelo no Facebook. “Gostaria de agradecer a Maria do Ceu por estar a seu lado no final. Ela foi sua verdadeira amiga e companheira… “

A Bossa Nova perde seu pai

O cantor e violonista baiano, João Gilberto Prado Pereira de Oliveira, nasceu no dia 10 de junho de 1931 na cidade de Juazeiro, na Bahia. Recém havia completado 88 anos de vida. É considerado um gênio da música popular brasileira, onde em 1961 concluiu a trilogia dos álbuns que apresentaram a bossa nova ao mundo.

O primeiro álbum desse estilo genuinamente brasileiro foi lançado em 1959, com o título de “Chega de Saudade”. Logo em seguida veio “O amor, o sorriso e a flor” de 1960 e fechando essa etapa da carreira o álbum “João Gilberto” de 1961.

O álbum inicial trouxe as composições de Tom Jobim e Vinicius de Morais, apresentadas em um LP por Elizeth Cardoso no mês de abril de 1958. Após estes três lançamentos o artista continuou compondo, fazendo shows e outros discos como “Amoroso”, gravado pela Warner Music nos Estados Unidos em 1977, que também é um sucesso até os dias de hoje pelos amantes do gênero.

Este mesmo disco foi relançado no Brasil, onde celebrou os 60 anos da Bossa Nova, com a presença ilustre do maestro alemão Claus Ogerman.

João Gilberto era tão gênio, que foi um dos maiores influentes do jazz americano no século XX. Ganhou diversos prêmios nos Estados Unidos e Europa, como o próprio Grammy. Isso tudo em uma época onde os Beatles eram os mais queridos da música mundial.

No.6 Collaborations Project de Ed Sheeran contará com Eminem e Justin Bieber 0 209

No.6 Collaborations Project ed sheeran

O próximo álbum de Ed Sheera, que vem sendo anunciado como No.6 Collaborations Project, já conta com data de lançamento, onde o artista fez o anúncio na manhã desta quinta-feira (20/06) através de sua rede social no Instagram. O álbum chegará as principais plataformas digitais a partir do próximo dia 12 de julho.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

No Instagram o cantor revelou o nome de todas as faixas presentes no álbum e também quais serão os artistas participantes, onde entre os destaques está o rapper Eminem e o artista pop Justin Bieber.

Serão 15 canções no álbum No.6 Collaborations Project, que contará com as conhecidas canções “I don’t care” de Justin Bieber e “Remember the Name” com a participação de Eminem e também do rapper 50 Cent.

Artistas como Bruno Mars, Khalid, Camila Cabello, Cardi B, Travis Scott, H.E.R, Skrillex e outros fazem parte das faixas cooperativas.

Divulgação no Instagram

Em seu Instagram oficial @Teddysphotos, Ed Sheeran publicou a seguinte mensagem:

“Thanks to all the amazing artists I’ve worked with on this record for sharing your talent with me. No.6 Collaborations Project comes out on July 12, hope you like it as much as I do @travisscott @thegr8khalid @camila_cabello @iamcardib @chancetherapper @pnbrock @stormzy @yebbasmith @justinbieber @eminem @50cent @thuggerthugger1 @theuglygram @ellamai @paulolondra @santandave @hermusicofficial @meekmill @artisthbtl @skrillex @brunomars @chrisstapleton”

“…Obrigado a todos os incríveis artistas que tenho trabalhado nessa gravação por compartilhar seu talento comigo…”

Todas as faixas do novo álbum de Ed Sheeran No.6 Collaborations Project

São 15 faixas em parceria. Todas elas são:

  1. “Beautiful People” feat. Khalid;
  2. “South Of the Border” feat. Camila Cabello e Cardi B;
  3. “Cross Me” feat. Chance the Rapper & PnB Rock;
  4. “Take Me Back to London” feat. Stormzy;
  5. “Best Part of Me” feat. Yebba;
  6. “I Don’t Care” feat. Justin Bieber;
  7. “Antisocial” feat. Travis Scott;
  8. “Remember the Name” feat. Eminem & 50 Cent;
  9. “Feels” feat. Young Thug & J Hus;
  10. “Put it All On Me” feat. Ella Mai;
  11. “Nothing On You” feat. Paulo Londra & Dave;
  12. “I Don’t Want Your Money” feat. H.E.R.;
  13. “1000 Nights” feat. Meek Mill & A Boogie wit da Hoodie;
  14. “Way to Break My Heart” feat Skrillex;
  15. “Blow” feat. Bruno Mars & Chris Stapleton.

Most Popular Topics

Editor Picks