No pódio, Patenses fizeram bonito no Rally Minas Brasil 0 43

No pódio, Patenses fizeram bonito no Rally Minas Brasil 2

A terceira edição do Rally Minas Brasil foi realizada pela segunda vez na cidade de Patos de Minas e foi marcada pelo roteiro 100% inédito, técnico e extremamente sinuoso. E tiveram sete patenses nesta disputa, com direito a pódios.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

A cidade de Patos de Minas recebeu neste último final de semana (06 a 08 de março), a terceira edição do Rally Minas Brasil, que atraiu pilotos e navegadores de diversas regiões do País, em um grid de 63 veículos, entre motos, UTVs e carros. Organizada pela Rallymakers, a prova abriu a temporada dos campeonatos Brasileiro de Rally Cross Country e Rally Baja (somando pontos pelas primeira e segunda etapas).

E sete representantes de Patos de Minas entraram na briga deste pódio e aceleraram fundo durante os dois dias de competição. Destaque para o estreante em rali baja, o piloto Matheus Costa que, com uma Honda CRF 230 fez o tempo de 02h08min07seg, e venceu o dia com dez segundos de vantagem em cima de Francine Rossi (de São Sebastião do Paraíso, MG). E, 13 segundos depois, ocupando o terceiro lugar, veio o baiano Guilherme Bissoto (de Luiz Eduardo Magalhães, BA), com 02h08min30. Na classificação final, ele foi vice-campeão da categoria Motos Regional e ocupou a sétima posição na geral.

Outro destaque foi o piloto Jesus Vicente Ribeiro, que sagrou-se campeão do Rally Minas Brasil pela categoria Motos Regional, e ocupou o quarto lugar na classificação geral, com 04h41min18s.

No total, foram percorridos 254 quilômetros de trecho cronometrado para as categorias motos e UTVs, e 411 quilômetros para a categoria carros. O roteiro foi 100% inédito e extremamente sinuoso, com obstáculos bem técnicos para serem superados: muitas erosões, pedras, setores de trial, subidas e descidas de serras (passando pelas cristas e a beira de encostas, demandando bastante atenção e cuidado). A concentração do evento ficou no Parque de Exposições de Patos de Minas.

Para o diretor executivo da Rallymakers, Fernando Bentivoglio preparar o 3º Rally Minas Brasil foi uma das tarefas mais difíceis de todos esses anos. “Foram muitos dias de chuvas intensas na região e, por isso, pensa em um rali judiado para se construir. Mas a equipe técnica da cidade é sensacional e comprometida e, dada toda a dedicação que tivemos, fomos contemplados por um final de semana de sol”, destacou Fernando. “Entregamos uma prova dura, difícil, no DNA da Rallymakers e no mesmo molde como abrimos o campeonato brasileiro há 15 anos, com uma etapa que nível o Brasileiro por cima”, encerrou.

Resultados dos patenses no Rally Minas Brasil

Categoria Motos

Jesus Vicente Ribeiro: campeão na categoria Motos Regional / quarto lugar na classificação geral

Matheus Costa: vice-campeão na categoria Motos Regional / sétimo lugar na classificação geral

Rodrigo Domingues: terceiro lugar na categoria Moto Regional / oitavo lugar na classificação geral

Elismar Guimarães: quinto lugar na categoria Motos Regional, e 11º na classificação geral

Cleuderson Sergio da Silva: não completou

Categoria UTV

Cristiano Batista: terceiro lugar na categoria UTV 1 / terceiro lugar na classificação geral

Otávio Leite: quarto lugar na categoria UTV 2 e 26º lugar na classificação geral

Previous ArticleNext Article
Direto do Repórter Social, amantes de internet, redação e publicidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Barcelona alcança 800 milhões de Euros de Receita e é o clube mais rico do mundo 0 136

ranking do dinheiro barcelona

Os times de futebol mais ricos do mundo estão praticamente concentrados na Europa. Mas em 2020 é a primeira vez que o Barcelona se torna o clube que mais gera receita, superando o Real Madrid como o clube mais rico do mundo.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Quem relata isso é a Liga do Dinheiro do Futebol Deloitte. O ranking foi divulgado nesta terça-feira (14/01), onde apesar do novo feito do Barça, não há muita surpresa, já que ano após ano o clube espanhol vem superando seus concorrentes europeus com suas negociações e fórmulas de arrecadação.

O Barcelona rompeu a barreira dos 800 milhões de euros em receita. Esta é 23ª edição deste ranking, que teve como topo em sua maioria das vezes o Real Madrid.

O Deloitte aponta um aumento de 11% na receita do Barça, excluindo taxas de transferências. Na temporada 2018/2019 todos os grandes clubes europeus aumentaram suas receitas, o que contribuiu para a marca histórica de 9,3 bilhões de euros arrecadados na temporada.

Lembrando que estamos falando de receita de clube e não de negociações dos jogadores.

Ranking dos clubes mais ricos do mundo

O Real Madrid que sempre vinha no topo, acabou ficando na segunda colocação pois na temporada 2018/2019 arrecadou “só” 757,3 milhões de euros. O terceiro colocado no ranking ainda é do Manchester United, mesmo diante das últimas atuações nos campeonatos da Europa.

Esta é a primeira vez nos últimos 23 anos que o Arsenal acabou ficando fora do Top 10 da lista. O Bayern de Munique é o quarto colocado, o quinto é o Paris Saint-Germain e o sexto é o Manchester City. Já em sétimo chega o grande campeão da Europa na temporada, o Liverpool.

Em oitavo está o inglês Tottenham Hotspur.

Prefeita de Paris cobra título da Champions League de Neymar.

Barcelona quer mais na temporada 2019/2020

O Barça mudou sua estratégia com relação aos merchandising e licenciamento de produtos. Hoje o clube tem menos dependência das rendas de transmissões e mais rendas provenientes de outros setores, onde estão exclusivamente sob seu controle.

Para a temporada 2019/2020 o Barcelona acredita que terá uma renda extra de 30 milhões de euros em relação a temporada 2018/2019. Para a 24ª edição do ranking, o clube pretende alcançar 880 milhões e está se encaminhando para ser o primeiro clube a chegar no um bilhão de euros na Liga do Dinheiro.

Torcedores são presos por homofobia e racismo em jogo da Premier League 0 149

problema de racismo e homofobia amex stadium

Brighton & Hove Albion e Chelsea jogaram nesta quarta-feira (01/01) pela 21ª rodada do Campeonato inglês Premier League. E algo surpreendente aconteceu nesta partida. Três torcedores foram presos por conta de ofensas homofóbicas e racistas no estádio.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

O clube da casa, Brighton, informou que os torcedores foram expulsos do Estádio Amex. Eles estavam propagando ofensas racistas contra os jogadores do Chelsea e também ofensas homofóbicas contra os torcedores do clube inglês.

Os três foram presos pela polícia de Sussex assim que saíram do estádio e agora estão sendo processados.

Vice-presidente do Brighton

Paul Barber, vice-presidente do Brighton deu um depoimento onde citou que mais uma vez a equipe de segurança e vigilância do estádio, em parceria com a polícia de Sussex, conseguiram colocar ordem em três problemas indesejáveis por torcedores sem educação.

“Não serão aceitos qualquer tipo de ofensa racista ou homofóbica em nosso estádio.”

Ele continua dizendo que se a proibição vitalícia de ver seus clubes jogarem não for o suficiente para mudar as suas mentes, é necessário que os tribunais possam aplicar punições mais severas. Hoje existe um limite no que o próprio futebol pode fazer nestes casos.

Ele termina dizendo que na Europa todos estão cansados da reputação do esporte ser manchada por pessoas deste nível.

Jogador Harvey Elliot é contratado por Liverpool e tem apenas 16 anos.

Premier League afetada

Neste ano de 2019 diversos jogos da liga inglesa foram afetados por conta de incidentes de racismo. No último mês outros dois torcedores do Wolverhampton Wanderers acabaram presos no estádio Amex por conta destes episódios.

Most Popular Topics

Editor Picks