Skip to content

Torcedores são presos por homofobia e racismo em jogo da Premier League

2 de janeiro de 2020
problema de racismo e homofobia amex stadium

Brighton & Hove Albion e Chelsea jogaram nesta quarta-feira (01/01) pela 21ª rodada do Campeonato inglês Premier League. E algo surpreendente aconteceu nesta partida. Três torcedores foram presos por conta de ofensas homofóbicas e racistas no estádio.

O clube da casa, Brighton, informou que os torcedores foram expulsos do Estádio Amex. Eles estavam propagando ofensas racistas contra os jogadores do Chelsea e também ofensas homofóbicas contra os torcedores do clube inglês.

Os três foram presos pela polícia de Sussex assim que saíram do estádio e agora estão sendo processados.

Vice-presidente do Brighton

Paul Barber, vice-presidente do Brighton deu um depoimento onde citou que mais uma vez a equipe de segurança e vigilância do estádio, em parceria com a polícia de Sussex, conseguiram colocar ordem em três problemas indesejáveis por torcedores sem educação.

“Não serão aceitos qualquer tipo de ofensa racista ou homofóbica em nosso estádio.”

Ele continua dizendo que se a proibição vitalícia de ver seus clubes jogarem não for o suficiente para mudar as suas mentes, é necessário que os tribunais possam aplicar punições mais severas. Hoje existe um limite no que o próprio futebol pode fazer nestes casos.

Ele termina dizendo que na Europa todos estão cansados da reputação do esporte ser manchada por pessoas deste nível.

Jogador Harvey Elliot é contratado por Liverpool e tem apenas 16 anos.

Premier League afetada

Neste ano de 2019 diversos jogos da liga inglesa foram afetados por conta de incidentes de racismo. No último mês outros dois torcedores do Wolverhampton Wanderers acabaram presos no estádio Amex por conta destes episódios.