Skip to content

Jovem sofre racismo em jogo Free Fire e compartilha no YouTube

29 de abril de 2019
racismo free fire

Um caso de racismo foi denunciado por um jovem em seu canal no YouTube. No vídeo divulgado dia 25 de abril, o youtuber do canal Macete publicou uma gravação do jogo online Free Fire, quando sofreu diversos insultos racistas de outro participante do game.

Em alguns momentos do vídeo, é possível ouvir claramente alguns insultos racistas por parte do oponente do game. “Pra mim os neguinho teriam que ser escravo ainda“. O individuo não foi identificado até o momento.

O vídeo que já conta com mais de 200 mil visualizações está sendo divulgado em várias outras redes sociais.

Racismo no Free Fire YouTube

Assista ao vídeo com a gravação do episódio de racimo no jogo Free Fire divulgado no YouTube.

Crime de Racismo

Art. 20. Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional. (Redação dada pela Lei nº 9.459, de 15/05/97)

Pena: reclusão de um a três anos e multa.(Redação dada pela Lei nº 9.459, de 15/05/97)

A Constituição Federal de 1988 determina, no Art. 3, inciso XLI, que “Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil: promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação”; e no Art. 5º, inciso XLI, que “a lei punirá qualquer discriminação atentatória dos direitos e liberdades fundamentais”.