Príncipe Harry quer banir Fortnite e outros jogos viciantes 0 630

Príncipe Harry quer banir Fortnite e outros jogos viciantes 2

Há um monte de pessoas lá fora, contemplando se o mundo seria um lugar melhor sem Fortnite. No momento, o júri ainda está decidindo, mas para o príncipe Harry, o duque de Sussex, é dolorosamente óbvio que a família real precisa fazer tudo o que estiver ao seu alcance para erradicar o jogo. Isso mesmo, de acordo com o The Daily Express, o príncipe Harry quer banir o popular jogo battle royale, que é projetado para ser viciante.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

A batalha de Príncipe Harry contra o Fortnite

A participação de Harry no jogo foi divulgada durante uma recente viagem ao YMCA no oeste de Londres, onde ele falou longamente para especialistas em saúde mental sobre jogos viciantes e mídias sociais, algo pelo qual ele é claramente apaixonado. Falando sobre o último, Harry disse que jogos como Fortnite são mais viciantes do que drogas ou álcool.

Leia também:

Enquanto Harry falava sobre os jogos em geral viciados, ele se aprofundou no Fortnite da Epic Games, que se infiltrou no mainstream de uma forma que nenhum jogo jamais fez.

As palavras de Harry sobre o jogo

“O jogo não deveria ser permitido”, disse Harry a certa altura. “É criado para viciar. Um vício para mantê-lo na frente de um computador pelo maior tempo possível. É tão irresponsável.”

Harry continuou, pedindo aos pais que resolvessem separar seus filhos de jogos viciantes e levá-los a interagir com o mundo real ao seu redor. Dito isso, Harry também apontou que a maioria dos pais não sabe como fazer isso.

“Os pais levantaram as mãos – eles não sabem o que fazer sobre isso”, disse o duque de Sussex. “É como esperar que o dano seja feito.”

Harry continuou, relacionando a questão com um problema maior de mídia social e sendo colado a telas e fora de contato com a realidade.

“É mais perigoso porque está normalizado e não há restrições”, disse o príncipe Harry sobre as mídias sociais. “Estamos em um momento de alteração da mente. Sem essa conexão humana, quando você tem um problema, não tem para onde ir. O único lugar que você pode ir é on-line e você provavelmente acabará sendo intimidado ”.

Claro, Harry não é a primeira pessoa proeminente a pregar uma mensagem como esta, e ele provavelmente não será o último. Na verdade, acho que esse tipo de conversa está apenas começando.

Previous ArticleNext Article
Graduada e Mestre em História. Faço parte da equipe de redação do portal TV É Brasil. Além de professora e historiadora, sou redatora web freelancer/autônoma. Uma verdadeira amante da cultura, arte e entretenimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Meghan Markle e Harry trocam Canadá por casa de £ 7 milhões em Los Angeles 0 61

Meghan Markle e Harry trocam Canadá por casa de £ 7 milhões em Los Angeles 6

Meghan Markle e Príncipe Harry que inicialmente iriam para o Canadá após o fim dos compromissos reais, optaram por mudarem para Los Angeles, onde devem ter a sua vida “normal” em uma impressionante mansão avaliada em 7 milhões de libras.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Na cotação de hoje a casa que eles estão de olho para comprar vale 44 milhões de reais. Ela é composta por cinco quartos, quadras de tênis, piscinas e uma adega bem interessante.

Quem ficou feliz foram os corretores da região, que devem estar fazendo de tudo para a conclusão da compra.

A mudança ocorreu pouco antes dos Estados Unidos e Canadá fecharem suas fronteiras por conta da pandemia de coronavírus, que vem castigando o país americano, sendo hoje o com mais casos de infecções no mundo. O casal e o filho Archie embarcaram em um jato particular e chegaram até LA.

Los Angeles devem ser a sua base permanente daqui pra frente, principalmente neste período de quarentena. A mudança repentina ocorreu em meio a sua declaração inicial, onde a previsão era dividir o tempo entre o Reino Unido e a América do Norte.

Embaixador Woody Johnson diz que China é culpada por pandemia Global.

Mudança

Inicialmente o Canadá era uma boa opção, mas eles encontraram diversas razões para estarem firmando residência em Los Angeles.

Por lá, devem ter uma grande rede de suporte, afinal a sua nova equipe de agentes de Hollywood e gerentes de negócios estão localizados.

Mas um dos benefícios de morar em LA que mais pesaram nesta escolha foi que lá mora a mãe de Meghan, Doria. Esta é a região onde ela cresceu e conta com amigos até hoje.

meghan e doria morando perto

Mas a casa de 7 milhões de libras não é 100% certa. Eles buscam algo próximo de Hollywood e que também não fique muito longe da sogra Doria. Esta casa em Malibu fica a 48 quilômetros de distância e parece ser uma grande opção.

Primeiro trabalho

Meghan já anunciou que está fazendo o seu primeiro trabalho fora dos compromissos reais. Ela será narradora de um dos papeis do filme Elephant da Disneynature. O filme deve chegar a plataforma de streaming a partir do dia 03 de abril, onde narra a extraordinária jogada de famílias de elefantes pela África, caminhando por mil milhas. Essa aventura irá mudar as vidas dessa família.

Esta será a primeira vez que Meghan volta a atuar, desde que desistiu da carreira de atriz para se casar com o príncipe.

No pódio, Patenses fizeram bonito no Rally Minas Brasil 0 62

No pódio, Patenses fizeram bonito no Rally Minas Brasil 7

A terceira edição do Rally Minas Brasil foi realizada pela segunda vez na cidade de Patos de Minas e foi marcada pelo roteiro 100% inédito, técnico e extremamente sinuoso. E tiveram sete patenses nesta disputa, com direito a pódios.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

A cidade de Patos de Minas recebeu neste último final de semana (06 a 08 de março), a terceira edição do Rally Minas Brasil, que atraiu pilotos e navegadores de diversas regiões do País, em um grid de 63 veículos, entre motos, UTVs e carros. Organizada pela Rallymakers, a prova abriu a temporada dos campeonatos Brasileiro de Rally Cross Country e Rally Baja (somando pontos pelas primeira e segunda etapas).

E sete representantes de Patos de Minas entraram na briga deste pódio e aceleraram fundo durante os dois dias de competição. Destaque para o estreante em rali baja, o piloto Matheus Costa que, com uma Honda CRF 230 fez o tempo de 02h08min07seg, e venceu o dia com dez segundos de vantagem em cima de Francine Rossi (de São Sebastião do Paraíso, MG). E, 13 segundos depois, ocupando o terceiro lugar, veio o baiano Guilherme Bissoto (de Luiz Eduardo Magalhães, BA), com 02h08min30. Na classificação final, ele foi vice-campeão da categoria Motos Regional e ocupou a sétima posição na geral.

Outro destaque foi o piloto Jesus Vicente Ribeiro, que sagrou-se campeão do Rally Minas Brasil pela categoria Motos Regional, e ocupou o quarto lugar na classificação geral, com 04h41min18s.

No total, foram percorridos 254 quilômetros de trecho cronometrado para as categorias motos e UTVs, e 411 quilômetros para a categoria carros. O roteiro foi 100% inédito e extremamente sinuoso, com obstáculos bem técnicos para serem superados: muitas erosões, pedras, setores de trial, subidas e descidas de serras (passando pelas cristas e a beira de encostas, demandando bastante atenção e cuidado). A concentração do evento ficou no Parque de Exposições de Patos de Minas.

Para o diretor executivo da Rallymakers, Fernando Bentivoglio preparar o 3º Rally Minas Brasil foi uma das tarefas mais difíceis de todos esses anos. “Foram muitos dias de chuvas intensas na região e, por isso, pensa em um rali judiado para se construir. Mas a equipe técnica da cidade é sensacional e comprometida e, dada toda a dedicação que tivemos, fomos contemplados por um final de semana de sol”, destacou Fernando. “Entregamos uma prova dura, difícil, no DNA da Rallymakers e no mesmo molde como abrimos o campeonato brasileiro há 15 anos, com uma etapa que nível o Brasileiro por cima”, encerrou.

Resultados dos patenses no Rally Minas Brasil

Categoria Motos

Jesus Vicente Ribeiro: campeão na categoria Motos Regional / quarto lugar na classificação geral

Matheus Costa: vice-campeão na categoria Motos Regional / sétimo lugar na classificação geral

Rodrigo Domingues: terceiro lugar na categoria Moto Regional / oitavo lugar na classificação geral

Elismar Guimarães: quinto lugar na categoria Motos Regional, e 11º na classificação geral

Cleuderson Sergio da Silva: não completou

Categoria UTV

Cristiano Batista: terceiro lugar na categoria UTV 1 / terceiro lugar na classificação geral

Otávio Leite: quarto lugar na categoria UTV 2 e 26º lugar na classificação geral

Most Popular Topics

Editor Picks