Johan Renck

Johan Renck, diretor de ‘Chernobyl’, fala sobre as filmagens de série “como se fosse um filme”

Do criador / roteirista Craig Mazin e do diretor / co-produtor executivo Johan Renck, a minissérie de cinco partes da HBO, Chernobyl, explora como o acidente nuclear de 1986 se tornou uma das piores catástrofes provocadas pelo homem na história.

Leia também:Hartley Sawyer, o ‘Homem Elástico’ da série The Flash, adoraria ver a Batwoman com ele em crossover.

O diretor da série “Chernobyl”, Johan Renck e como foi trabalhar com a mesma

Johan Renck

Depois da Usina Nuclear de Chernobyl, na Ucrânia, a União Soviética sofreu uma explosão maciça que liberou material radioativo na Ucrânia, Bielorrússia e Rússia, e na Escandinávia e na Europa Ocidental, inúmeros homens e mulheres corajosos sacrificaram suas próprias vidas, consciente e inconscientemente, numa tentativa de salvar a Europa de um desastre inimaginável.

Durante essa entrevista por telefone com o site americano Collider, o cineasta Johan Renck falou sobre ser atraído pela verdade da história, abordando Chernobyl como um filme de cinco horas, a liberdade que ele teve em desenvolver sua visão para os roteiros, como o projeto mudou, o processo de elenco, filmar aquela cena na Ponte da Morte, e como ele sente que precisa fazer uma pausa do trabalho antes de decidir qual será a próxima realização.

Leia também:Keanu Reeves pode ser o novo Wolverine?Descubra agora.

Ao ser questionando pelo Collider do trabalho hercúleo em contar uma história tão densa e complexa em poucos episódios, Johan Renck disse que o bom trabalho do roteiro e a oportunidade de se focar somente em ser diretor e não em outras funcionalidades a mais no desenvolvimento da série permitiu que a montagem da narrativa da tela fosse muito bem trabalhada.

Quanto ao seu envolvimento com a minissério, Johan Renck respondeu:”Eu sou atraído por coisas com uma certa escuridão, e escuridão com beleza dentro dela. Como escandinava, gosto do desespero e da austeridade estranha no desespero das coisas. Eu sou muito atraído pela melancolia e por esse tipo de emoção. Então, eu sabia apenas vendo a página de título, que muito disso estaria lá”.

Sobre filmar “Chernobyl” como um filme

Quando perguntado sobre o processo de filmagem da minissérie Chernobyl, o diretor revela que a mesma foi filmada como se fosse um filme, ou seja, “tudo de uma vez” e não por episódios, como é costumeiramente feito com as séries tradicionais.

Leia também:Brie Larson mostra mais uma vez o quanto é uma fã número 1 de Star Wars.

Johan Renck declarou: ” Sim, eu insisti nisso. Você tem que cruzar o tabuleiro e filmar como um filme. Não tem nada de televisão tradicional sobre isso. É basicamente um longo filme, dividido em cinco partes, então é assim que você tem que lidar com isso. Foi filmado assim, e cada aspecto disso foi tratado dessa maneira. Eu trabalho na televisão há muito tempo e conheço todos os aspectos da televisão. Nunca houve concessões, e nunca houve qualquer desejo de fazer nada além do que era melhor para o projeto”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *