Médico falso fã de Grey’s Anatomy invade hospital e da alta a 2 pacientes 0 251

medico fa greys anatomy atendia pacientes em SP

Um fato muito curioso vinha acontecendo neste mês de agosto em São Paulo. Um médico falso realizava atendimentos no Hospital Santa Casa, localizado na Vila Buarque, onde chegou a dar alta à dois pacientes. O mais curioso é que ele fazia suas “consultas” com base no seriado Grey’s Anatomy, um seriado médico americano.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Fabio Faria da Silva, de 24 anos, foi preso pela Polícia Militar (PM), logo após ter sido detido por seguranças da Santa Casa. As informações sobre o médico falso foram publicadas pela própria Secretaria de Segurança Pública, através de uma nota neste dia 31 de agosto.

Algumas testemunhas informaram que ele realizava atendimentos no hospital e que prescreveu alta para pelo menos dois pacientes.

Matrix 4 com Keanu Reeves é confirmado.

Médico falso em SP fã de Grey’s Anatomy

O homem entrava no hospital vestindo um jaleco branco e portava um estetoscópio no pescoço. Durante seu depoimento o “médico” disse que é um admirador da profissão e que sempre quis ser médico.

Mas ele disse que não tocou e nem atendeu nenhum paciente pois ciente de que não é habilitado para isso. Sua vontade era apenas andar com como os médicos da série americana. Ele ainda disse que já havia estado na Santa Casa em outras ocasiões, mas que só ia até o local para observar.

Ele prestou depoimento no 2º Distrito Policial em Bom Retiro e foi liberado, mas o caso foi encaminhado ao Juizado Especial Criminal (Jecrim) de São Paulo.

Fabio Faria dizia que era especialista bucomaxilofacial, mas houve estranhamento pois a equipe de residentes achou estranho estar presente outro especialista da mesma área e solicitando informações dos pacientes.

Medidas de segurança

A Santa Casa informou que em decorrência do fato, está reforçando as medidas de controle de acesso e toda a segurança nas portarias.

Além disso os médicos e assistentes da Santa Casa estão sendo orientados para denunciar pessoas que estejam sem identificação e de forma suspeita nas dependências do hospital.

Ainda sobre este caso uma médica disse que viu Fábio nas dependências do hospital no dia 07 de agosto, quando notou algo estranho ao ser questionado sobre o crachá, que não estava presente em seu “uniforme”.

Previous ArticleNext Article
Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

KFC em Curitiba está em busca de profissionais transexuais 0 84

kfc curitiba contrata trans

O KFC foi inaugurado em Curitiba, mais precisamente no Shopping Palladium, no último dia 24 de outubro. E a rede de fast food anunciou nesta semana que estará contratando 50 profissionais transexuais.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

A medida é uma parceria do Cidadania T, um programa de empregabilidade de pessoas trans, proveniente da Assessoria de Direitos Humanos, do setor de Políticas da Diversidade Sexual da Prefeitura de Curitiba.

Quem estiver interessado nas vagas deverão enviar seus currículos através do email:

  • recrutamento@kfccuritiba.com.br

O email deve estar em cópia para o email:

  • diversidade@pmc.curitiba.pr.gov.br

Assim a parceria poderá ser acompanhada de pertinho.

Vagas para Trans em Curitiba

Para poder trabalhar no KFC será preciso ter atribuições sobre a manipulação e preparação de alimentos, organização, limpeza e também atendimento ao cliente. Os horários são bem variados e haverá uma rotina diferenciada neste fim de ano.

5 formas de parcerias com freelancers para fazer hoje.

Prefeitura de Curitiba

O assessor da Diversidade Sexual de Curitiba, Allan Johan, disse que a inclusão destes profissionais em empresas trás benefícios tanto para os trans como para a sociedade, pois é difundido a sua cultura o que acaba gerando respeito e reconhecimento pela população.

Segundo ele existem muitos profissionais trans altamente capacitados, mas as oportunidades acabam sendo poucas pois há um preconceito com relação a sua identidade de gênero. É preciso dar uma chance para que eles possam mostrar o seu potencial.

Campanhas em Curitiba

Diversos posts nas redes sociais foram propagados para mostrar que a eficiência, competência e o profissionalismo não tem ligação com a identidade de gênero. Em muitas ações uma empresa pode ter o papel fundamental na sociedade na questão da inclusão.

A capacidade profissional e a orientação sexual são coisas bem diferentes, onde uma não interfere em nada a outra.

Farmácias de manipulação entram na justiça contra WhatsApp 0 76

farmacias de manipulacao bloqueio whatsapp

Cerca de 560 contas de farmácias de manipulação no Brasil tiveram a sua conta suspensa do WhatsApp. A justificativa segundo a empresa é que em suas políticas comerciais, qualquer tipo de transação que envolva drogas e remédios sob prescrição médica, são proibidos na plataforma.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Como o WhatsApp Business é um importante recurso de venda e trabalho de marketing nos dias atuais, a solução foi entrar na Justiça tentando reverter o bloqueio. A responsável por mover uma ação legal foi a Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais (Anfarmag).

Segundo a Anfarmag, todos os perfis eram usados para contactar clientes, tirando dúvidas e informando sobre prazos, entregas e valores.

Venezuela não foi a responsável por derramar óleo no Nordeste.

Restabelecimento das contas

O pedido liminar da Anfarmag foi destinado a restabelecer as contas de todas as contas que foram bloqueadas. O número de 560 é apenas para algumas delas e o intuito é justamente que o caso não atinja a todas as farmácias de manipulação do país que usam o WhatsApp.

A associação informou que o número de bloqueios aumentou muito na última semana de outubro, onde pequenos e grandes grupos passaram a exibir avisos que haviam violado os termos de uso. Segundo eles não houve um motivo claro sobre os bloqueios, mesmo diante das políticas comerciais.

A legislação brasileira permite que produtos manipulados possam ser vendidos com receita digital e isso seria um bom motivo para não haver o bloqueio dos grupos.

Ferramenta de comunicação

As farmácias de manipulação utilizam o WhatsApp como uma importante ferramenta de comunicação com o cliente. Através das receitas digitais é possível solicitar o pedido, obter informações de atendimento e todas as orientações necessárias sobre cada caso.

A representante até tentou contato com o Facebook, empresa responsável pelo aplicativo, mas não houve uma resposta conivente, havendo a necessidade do contato judicial.

 

Most Popular Topics

Editor Picks