INSS vai ter prova de vida pelo celular com biometria e identificação facial 0 307

prova de vida cadastramento biometrico

O INSS informou que começará a implantar um sistema onde a prova de vida para beneficiários deverá ser realizada através de biometria ou identificação facial, através de um aparelho celular com o aplicativo do MEU INSS instalado e devidamente logado na conta do cidadão.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

O projeto está previsto para iniciar ainda neste mês de agosto. A finalidade é dispensar o beneficiário de ter que comparecer pessoalmente às agências bancárias ou Previdência Social, o que hoje é a dificuldade de muitos, principalmente beneficiários mais velhos e com algum tipo de deficiência.

Automatização de serviços do INSS

A informação veio do diretor de Atendimento do INSS, Castro Júnior, que disse que este é um projeto que faz parte da automatização dos serviços, passando quase todos para o âmbito online através do portal Meu INSS, desafogando as longas filas de espera nas agências e também eliminando dificuldades como a comprovação de vida dos beneficiários.

Este será o 91º serviço do INSS a ser automatizado nos últimos 4 anos. Haverá dois projetos em teste, onde um será feito em parceria com a Dataprev, que irá escolher inicialmente mil segurados de dez municípios em diversas regiões do Brasil. Neste teste a renovação será feita com a digital através do aplicativo Meu INSS.

O segundo projeto será feito através de uma biometria facial. O segurado deverá gravar um vídeo através do aplicativo com cerca de dois segundos, onde será necessário falar uma palavra. O sistema irá buscar as informações faciais e de fala em uma base de dados do INSS e irá avaliar se o segurado é ele mesmo.

Prova de vida nos aplicativos dos bancos

Além do app do Meu INSS, o Instituto estima que os próprios bancos possam começar a oferecer a prova de vida por biometria através dos caixas eletrônicos ou em seus aplicativos.

Hoje o Brasil conta com mais de 35 milhões de beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e destes, cerca de 140 mil seguem até uma agência bancária todos os dias para fazer a prova de vida no período de recadastramento.

Assim a automatização irá além de facilitar a vida do cidadão, fará com que ele economize com deslocamento, alimentação e outros recursos que são necessários para o comparecimento até a agência.

Previous ArticleNext Article
Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marisa agora irá vender celulares e serviços do Magazine Luiza 0 82

magazine luiza fecha parceria com marisa

As Lojas Marisa e o Magazine Luiza estão com um super projeto de tecnologia em parceria. O Store in Store, é um projeto firmado através do Memorando de Entendimentos, onde o Magazine Luiza irá se responsabilizar por “toda” área tecnológica de produtos na Marisa.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Mais de 300 lojas da Marisa devem fazer parte desta nova parceria. O comunicado oficial surgiu na manha desta quinta-feira (21/11).

O Magazine Luiz informou que um dos principais objetivos com esta parceria é fomentar as vendas de produtos de tecnologia como smartphones, acessórios e também serviços digitais como o Maga Mais, Magalu Conecta, seguros de garantia estendida, cartões de conteúdo e proteção contra furto, roubo ou quebra acidental dos produtos.

Já as Lojas Marisa informaram que a parceria irá melhorar o mix de produtos da loja e alavancar o fluxo de clientes, pois será algo diferente para a marca. O cliente vai para adquirir os tradicionais produtos vendidos nas lojas e saem com esta novidade, ou vem em busca desta novidade e saem com produtos originalmente Marisa.

Uber lança programa “Elas na Direção” para incentivar mais mulheres a gerar renda dirigindo com o app.

Estratégia comercial

O Magazine Luiza será o responsável por disponibilizar os produtos e também montar a estratégia comercial, logística, áreas de financiamento e faturamento, bem como a contratação e gestão dos colaboradores.

O “Retira Loja” já conhecido no Magazine, agora fará parte também das lojas Marisa. Quem comprar produtos pela internet, poderá optar por retirar em uma das 300 lojas (não são todos os produtos), inclusive em regiões onde não há lojas do Magazine Luiza como é o caso de Brasília ou Rio de Janeiro.

A estratégia já deve estar funcionando para o Natal, buscando o aumento nas vendas de fim de ano.

Ex diretor do Detran no Paraná é preso em operação da Gaeco 0 66

preso ex diretor do detran pela gaeco

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, a Gaeco, prendeu na manhã desta quarta feira através da operação Taxa Alta, o ex-diretor-geral do Detran no Paraná, Marcello Panizzi.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Marcello era atualmente o diretor-geral da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP). Ele era um dos cinco alvos da Gaeco nesta operação, onde foram emitidos os mandados de prisão preventiva para Curitiba, Maringá e Brasília.

Esta operação é focada na investigação de irregularidades em um edital do Detran com a finalidade de credenciar empresas responsáveis pelo registro de financiamentos de veículos no Paraná.

Agora a cota para compras no Paraguai será de US$ 500 e US$ 1000.

Os policiais da Gaeco chegaram a casa de Panizzi, que fica localizada no bairro São Lourenço, em Curitiba, logo pela manhã. Além da prisão, os policiais também estavam executando um mandado de busca e apreensão.

Outros que receberam a visita dos policiais nesta quarta foram três servidores comissionados da época do edital e um ex-assessor da Governadoria do Estado do Paraná.

Operação Taxa Alta

Esta operação está responsável por apurar o suposto direcionamento dos credenciamentos do edital de 2018 pelo Departamento de Trânsito do Paraná. Os registros de contratos eram feitos eletronicamente, onde haviam cláusulas restritivas à venda, como reserva de domínio, penhor, alienação fiduciária ou arrendamento.

Todo o processo foi manipulado para beneficiar uma das vencedoras. A empresa que venceu a licitação, faturou entre novembro de 2018 e junho de 2019, nada menos do que R$ 77 milhões. Ela pediu seu credenciamento para o serviço um dia após a publicação do edital e por um grande período praticamente monopolizou toda a operação.

Antes do credenciamento desta empresa, o preço cobrado dos donos de automóveis no Paraná eram de R$ 143. Após a inclusão da vencedora do edital para assumir a documentação dos financiamentos, o preço pelo serviço subiu para R$ 350.

Most Popular Topics

Editor Picks