“La Casa de Papel” Brasileira, bandidos conseguem levar 720kg de ouro de Cumbica 0 235

la casa de papel brasileira ouro roubado de cumbica

Na tarde desta quinta-feira (25/07) um grande roubo digno das telas de cinema, aconteceu no aeroporto de Guarulhos (Cumbica), onde oito criminosos que ainda não foram identificados ou capturados, conseguiram roubar 720 quilos de ouro, o que em valores segundo a Polícia Federal, chega em 110 milhões de reais.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Maiores informações foram divulgadas na noite desta quinta-feira. A PF informou que os assaltantes chegaram no aeroporto em duas viaturas clonadas da Polícia Federal, onde um dos funcionários do terminal havia sido refém e “abria caminho” para o roubo.

As câmeras de segurança registraram as ações dos criminoso, que obrigaram inclusive que funcionários utilizassem a empilhadeira do aeroporto para colocar a carga de ouro na caçamba de uma caminhonete usada na fuga.

Ouro para exportação

Os 718,9 kg de ouro (para ser mais preciso) seriam exportados para Nova York e também para Toronto. A informação veio da empresa GRU Airport, que é a responsável por administrar o aeroporto de Cumbica.

O ouro estava distribuído em 31 malotes, dos quais 24 malotes com cerca de 565,50kg iriam de avião para Nova York nos Estados Unidos e os outros 7 malotes com cerca de 153,5kg iriam para Toronto no Canadá.

Investigações

As investigações começaram ontem mesmo quando a PF vasculhou o armazém de exportação do terminal de cargas, enquanto o helicóptero Pelicano, vistoriava as comunidades e rodovias próximas ao aeroporto.

Pouco tempo após a fuga, duas viaturas clonadas foram abandonadas no Jardim Pantanal, Zona Leste de São Paulo. Após essa primeira etapa, os ladrões seguiram viagem em uma caminhonete S-10 e fizeram o transporte do ouro através de uma ambulância para não levantar suspeitas. A PF colheu impressões digitais no local e definiram padrões sobre os rastros.

Na noite anterior ao assalto, os criminosos mantiveram refém o encarregado de despacho e toda a sua família, obtendo informações privilegiadas sobre todo o processo de embarque. Logo após a ação, todos foram liberados sem qualquer ferimento.

Os carro usados no crime não contavam com notificação de furto, porém a PF não divulgou o nome dos seus proprietários.

Depoimentos

Na madrugada e manhã desta sexta-feira (26/07), nove pessoas já prestaram depoimento à PF no Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), Zona Norte de São Paulo. O funcionário do setor de despacho, duas mulheres que foram feitas reféns, o casal dono do galpão onde os veículos foram abandonados, dois funcionários da Brinks (empresa de transporte de valores) e outros dois funcionários do aeroporto.

Ataque aos terminais de carga em São Paulo

Este já é o terceiro roubo nos terminais de carga dos aeroportos de São Paulo. Em 2015 milhões em tablets e celulares foram roubados no mesmo terminal de Cumbica. Já em 2018, houve um roubo de US$ 5 milhões em espécie do terminal de cargas em Viracopos, Campinas.

Previous ArticleNext Article
Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

INSS não terá concurso tão cedo. Funcionários de outras estatais são transferidos 0 67

concurso inss nao deve acontecer

Para quem estava com esperanças de fazer um concurso do INSS nos próximos meses, a informação do Governo Federal é que não haverá um concurso nesta área tão cedo, onde está havendo um remanejamento de pessoal para suprir a necessidade nesta área.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Nesta quarta-feira (09/10), o Instituto Nacional do Seguro Social irá contar com um reforço de 319 funcionários da Infraero, um remanejamento de servidores públicos que foi autorizado pelo Ministério da Economia.

Essa mudança de funcionários da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária para o INSS é uma das alternativas que o governo está buscando para evitar novas contratações através de concursos públicos no país.

Remanejamento

Todos os funcionários que vieram da Infraero serão distribuídos entre as áreas de maior necessidade na instituição, porém eles não devem atuar na concessão de benefícios e nem no novo sistema de pente fino, onde para realizar estas funções é preciso que os funcionários estejam ligados ao seguro social.

O remanejamento será para áreas administrativas e logísticas. Assim os servidores que já atuam na área do seguro social, poderão exercer funções ligadas às concessões e ao pente fino do governo.

A necessidade surgiu pois desde o último mês de julho, o Instituto vem realizando um rigoroso pente-fino em benefícios que tenham indícios de irregularidades. Estão sendo avaliados principalmente pensões por morte, aposentadorias por idade e tempo de contribuição e os Benefícios de Prestação Continuada (BPC), destinado a idosos e deficientes de baixa renda.

O órgão está destinando cerca de 11 mil servidores a estas avaliações, que são hoje prioridade do governo.

A necessidade se deve também ao fato de que somente em 2019 cerca de 5 mil servidores do INSS se aposentaram. Mesmo os 319 funcionários da Infraero não ser um número equivalente, a mudança chega em uma boa hora.

Cursos preparatórios para concursos oferecem aulas gratuitas no Youtube.

Infraero mais “folgada”

O remanejamento de funcionários é possível pois a Infraero está com “menos serviço”, pois muitos dos aeroportos foram transferidos para a iniciativa privada. Assim os servidores podem ser aproveitados em outros órgãos públicos, desde que tenham mão de obra qualificada.

Há hoje restrições no orçamento federal, que vem impactando diretamente na realização de novos concursos públicos. A permissão de transferência é lei federal e todo funcionário público pode ser transferido para locais que necessitem de mão de obra, principalmente aqueles que contam com um perfil que pode agregar em outras instituições.

Transferências é lei federal

A portaria 193, do mês de julho de 2018, concede a autorização de transferências de servidores públicos federais de um órgão para outro caso haja necessidade.

O mesmo já havia acontecido no último mês de agosto, quando 62 empregados ligados ao Ministério da Infraestrutura foram transferidos para o INSS.

Novo app de transporte permite que você escolha o preço que irá pagar 0 64

app transporte indriver

Um novo aplicativo de transporte está fazendo sucesso no Brasil pois permite que os próprios passageiros escolham os valores que irão pagar pelas corridas. O app é o inDriver e já está presente em 24 cidades do Brasil.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

O app ainda é desconhecido de muitos, mas já está fazendo aniversário de um ano no próximo mês de novembro. Ele está em fase de testes atualmente no Rio de Janeiro, mas não conta com data oficial de lançamento na cidade.

Apesar da permissão de escolher os valores a serem pagos pela corrida, os motoristas precisam aprovar todas as regras de sua viagem e se aceitam ou não os valores oferecidos. É preciso jogar a margem de lucro e saber administrar essa “liberdade”.

Rio de Janeiro autoriza funcionamento do app Buser, o Uber de Ônibus.

Escolhas

Além do preço, o passageiro poderá escolher o motorista de acordo com a classificação de outros usuários, o modelo do veículo que será responsável por seu transporte e também os horários. Já os motoristas podem escolher as solicitações destinadas a eles, inclusive o preço final. É possível definir uma contraoferta ao passageiro.

É possível que todos ganhem, o motorista faça mais corridas e o passageiro pague menos do que em aplicativos já consolidados no mercado.

O aplicativo inDriver fornece informações como o tempo da corrida desde o local de partida. Assim que uma viagem termina, o motorista e o passageiro poderão ser avaliados, como já acontece em outros aplicativos.

Público do inDriver

O app já conta com mais de 30 milhões de usuários em todo mundo. Os motoristas precisa comprovar a sua identidade fornecendo seus documentos e os documentos do veículo. É preciso que o carro tenha um ano superior a 2011, ter ficha criminal limpa e apresentar a permissão de transporte de passageiros.

As leis de cada cidade devem ser respeitadas.

Taxas

Durante os seis primeiros meses de uso do InDriver, o motorista não irá pagar nenhuma taxa. Depois deste período as taxas variam, mas nunca passam dos 10%.

Remuneração do UBER, 99, Cabify e outros deve ser de 10% segundo projeto de Lei.

Cidades de atuação

No Brasil o InDriver está presente nas cidades:

  • João Pessoa;
  • Caruaru;
  • Natal;
  • São José do Rio Preto;
  • Curitiba;
  • Londrina;
  • Florianópolis;
  • Pelotas;
  • Recife;
  • Porto Alegre;
  • Macapá;
  • Teresina;
  • Aracaju;
  • Goiânia;
  • Belém;
  • Sorocaba;
  • Santos;
  • Cuiabá;
  • São José dos Campos;
  • Fortaleza;
  • Juiz de Fora;
  • São Luís;
  • Feira de Santana;
  • São Paulo.

Most Popular Topics

Editor Picks