Exército recebe GLO e vai ao Tocantins para conter queimadas na Amazônia 0 283

exercito e autorizado a ir ao tocantins combater queimadas

Na manhã deste sábado (24/08), o presidente Jair Bolsonaro autorizou que as Forças Armadas sigam até o Tocantins para iniciar os procedimentos de combate aos incêndios na Amazônia. O comunicado foi feito oficialmente através da edição extra do Diário Oficial da União.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Na sexta-feira (23/08), Bolsonaro já havia autorizado a mobilização de militares nos estados de Rondônia e Roraima, através do decreto determinando a operação de “Garantia da Lei e da Ordem”, conhecida como GLO, em relação à Amazônia.

Através deste decreto os militares deverão participar de ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais, porém a autorização deverá estar vinculada à solicitação individual dos governos de cada estado que integram a região da Amazônia Legal.

Até o momento Tocantins, Rondônia e Roraima fizeram a solicitação do GLO, mas a Amazônia Legal conta também com a participação dos estados do Acre, Amapá, Pará, o próprio Amazonas e uma parte do Maranhão e Mato Grosso.

Privatização dos Correios pode depender de mudança na constituição.

General Eduardo Villas Boas

Logo após a confirmação do GLO, Bolsonaro publicou uma entrevista em seu Twitter, onde o general da reserva Eduardo Villas Boas, cita que há um déficit de soberania na Amazônia, onde nenhum país europeu tem autoridade para querer ensinar o que fazer com o nosso meio ambiente. Villas Boas já foi comandante do Exército e comandante na Amazônia.

Ainda relacionado ao tweet, Bolsonaro disse que o discurso de Boas, apresenta o real interesse internacional na Amazônia e que “Dói na alma ver brasileiros não enxergando a campanha fabricada contra a soberania nesta região”.

Reunião de emergência

Jair Bolsonaro convocou uma reunião de emergência com os governadores dos estados da Amazônia Legal, que deverá ocorrer já na próxima terça-feira. Durante esta reunião, serão debatidas medidas para controlas as queimadas na floresta e outros temas para melhoria na fiscalização.

Previous ArticleNext Article
Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

KFC em Curitiba está em busca de profissionais transexuais 0 90

kfc curitiba contrata trans

O KFC foi inaugurado em Curitiba, mais precisamente no Shopping Palladium, no último dia 24 de outubro. E a rede de fast food anunciou nesta semana que estará contratando 50 profissionais transexuais.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

A medida é uma parceria do Cidadania T, um programa de empregabilidade de pessoas trans, proveniente da Assessoria de Direitos Humanos, do setor de Políticas da Diversidade Sexual da Prefeitura de Curitiba.

Quem estiver interessado nas vagas deverão enviar seus currículos através do email:

  • recrutamento@kfccuritiba.com.br

O email deve estar em cópia para o email:

  • diversidade@pmc.curitiba.pr.gov.br

Assim a parceria poderá ser acompanhada de pertinho.

Vagas para Trans em Curitiba

Para poder trabalhar no KFC será preciso ter atribuições sobre a manipulação e preparação de alimentos, organização, limpeza e também atendimento ao cliente. Os horários são bem variados e haverá uma rotina diferenciada neste fim de ano.

5 formas de parcerias com freelancers para fazer hoje.

Prefeitura de Curitiba

O assessor da Diversidade Sexual de Curitiba, Allan Johan, disse que a inclusão destes profissionais em empresas trás benefícios tanto para os trans como para a sociedade, pois é difundido a sua cultura o que acaba gerando respeito e reconhecimento pela população.

Segundo ele existem muitos profissionais trans altamente capacitados, mas as oportunidades acabam sendo poucas pois há um preconceito com relação a sua identidade de gênero. É preciso dar uma chance para que eles possam mostrar o seu potencial.

Campanhas em Curitiba

Diversos posts nas redes sociais foram propagados para mostrar que a eficiência, competência e o profissionalismo não tem ligação com a identidade de gênero. Em muitas ações uma empresa pode ter o papel fundamental na sociedade na questão da inclusão.

A capacidade profissional e a orientação sexual são coisas bem diferentes, onde uma não interfere em nada a outra.

Farmácias de manipulação entram na justiça contra WhatsApp 0 81

farmacias de manipulacao bloqueio whatsapp

Cerca de 560 contas de farmácias de manipulação no Brasil tiveram a sua conta suspensa do WhatsApp. A justificativa segundo a empresa é que em suas políticas comerciais, qualquer tipo de transação que envolva drogas e remédios sob prescrição médica, são proibidos na plataforma.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Como o WhatsApp Business é um importante recurso de venda e trabalho de marketing nos dias atuais, a solução foi entrar na Justiça tentando reverter o bloqueio. A responsável por mover uma ação legal foi a Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais (Anfarmag).

Segundo a Anfarmag, todos os perfis eram usados para contactar clientes, tirando dúvidas e informando sobre prazos, entregas e valores.

Venezuela não foi a responsável por derramar óleo no Nordeste.

Restabelecimento das contas

O pedido liminar da Anfarmag foi destinado a restabelecer as contas de todas as contas que foram bloqueadas. O número de 560 é apenas para algumas delas e o intuito é justamente que o caso não atinja a todas as farmácias de manipulação do país que usam o WhatsApp.

A associação informou que o número de bloqueios aumentou muito na última semana de outubro, onde pequenos e grandes grupos passaram a exibir avisos que haviam violado os termos de uso. Segundo eles não houve um motivo claro sobre os bloqueios, mesmo diante das políticas comerciais.

A legislação brasileira permite que produtos manipulados possam ser vendidos com receita digital e isso seria um bom motivo para não haver o bloqueio dos grupos.

Ferramenta de comunicação

As farmácias de manipulação utilizam o WhatsApp como uma importante ferramenta de comunicação com o cliente. Através das receitas digitais é possível solicitar o pedido, obter informações de atendimento e todas as orientações necessárias sobre cada caso.

A representante até tentou contato com o Facebook, empresa responsável pelo aplicativo, mas não houve uma resposta conivente, havendo a necessidade do contato judicial.

 

Most Popular Topics

Editor Picks