Será preciso mudar Constituição para poder privatizar os Correios 0 304

privatizacao correios constituicao

Muitos comemoraram a notícia que o governo Bolsonaro irá privatizar o serviço de correspondência e entregas estatal do Brasil, Correios. Mas esta instituição em si poderá ser mais difícil de privatizar do que é possível imaginar, isso porque será preciso mudar a Constituição Federal para isso acontecer.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

O anúncio da privatização dos Correios foi realizado nesta última quarta-feira (21/08), através da reunião do conselho do Programa de Parceria de Investimentos, onde o ministro Onyx Lorenzoni da Casa Civil, disse que o governo pretende privatizar além dos Correios outras oito estatais.

Mas o anúncio foi feito sem muitos detalhes. Talvez seja preciso exigir mudanças na Constituição Federal, porém os próximos passos só poderão ser definidos após definir o formato de privatização.

Venda dos Correios

Já há um estudo do Ministério da Economia, com 8 motivos para privatizar os Correios, porém o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) fará um estudo para verificar a viabilidade e concretização da venda dessas empresas.

Se for constatado que há condições de mercado para a privatização, então será dado os próximos passos para definir o modelo de venda, da qual uma das opções irá exigir mudanças na constituição.

Onyx disse que cada uma das 9 estatais poderá ter uma modelagem diferente de privatização. Mas todas precisam passar pela aprovação do Congresso Nacional, conforme a última decisão do Supremo Tribunal Federal, realizada no último mês de junho.

Alteração na constituição para privatização dos Correios

Hoje de acordo com o artigo 21 da Constituição, os Correios são os responsáveis pelo monopólio de prestação do serviço postal, da qual inclui o envio de cartas, cartões postais, encomendas postais e também a confecção e emissão de selos oficiais.

Dependendo do modelo de privatização, será necessário aprovar uma proposta legislativa que altera a Constituição. Todos os serviços estão dentro deste monopólio, o que deve seguir a Constituição.

Para efetuar a venda dos Correios neste caso, será preciso aprovar uma proposta de emenda à Constituição (PEC), que conta com uma tramitação mais complexa do que um projeto de lei, exigindo o apoio de pelo menos três quintos de todos os deputados e senadores nos dois turnos da votação.

Para especialistas uma forma mais rápida dos Correios serem privatizados em parte, é o desmembramento da área de malote e Sedex, que “foge” das obrigações descritas na Constituição. Se esse for o caminho, apenas um projeto de lei será necessário para efetuar a venda, sem a necessidade de alterar a Constituição.

Mas ao que tudo indica, o objetivo é acabar com o monopólio.

Previous ArticleNext Article
Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marisa agora irá vender celulares e serviços do Magazine Luiza 0 96

magazine luiza fecha parceria com marisa

As Lojas Marisa e o Magazine Luiza estão com um super projeto de tecnologia em parceria. O Store in Store, é um projeto firmado através do Memorando de Entendimentos, onde o Magazine Luiza irá se responsabilizar por “toda” área tecnológica de produtos na Marisa.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Mais de 300 lojas da Marisa devem fazer parte desta nova parceria. O comunicado oficial surgiu na manha desta quinta-feira (21/11).

O Magazine Luiz informou que um dos principais objetivos com esta parceria é fomentar as vendas de produtos de tecnologia como smartphones, acessórios e também serviços digitais como o Maga Mais, Magalu Conecta, seguros de garantia estendida, cartões de conteúdo e proteção contra furto, roubo ou quebra acidental dos produtos.

Já as Lojas Marisa informaram que a parceria irá melhorar o mix de produtos da loja e alavancar o fluxo de clientes, pois será algo diferente para a marca. O cliente vai para adquirir os tradicionais produtos vendidos nas lojas e saem com esta novidade, ou vem em busca desta novidade e saem com produtos originalmente Marisa.

Uber lança programa “Elas na Direção” para incentivar mais mulheres a gerar renda dirigindo com o app.

Estratégia comercial

O Magazine Luiza será o responsável por disponibilizar os produtos e também montar a estratégia comercial, logística, áreas de financiamento e faturamento, bem como a contratação e gestão dos colaboradores.

O “Retira Loja” já conhecido no Magazine, agora fará parte também das lojas Marisa. Quem comprar produtos pela internet, poderá optar por retirar em uma das 300 lojas (não são todos os produtos), inclusive em regiões onde não há lojas do Magazine Luiza como é o caso de Brasília ou Rio de Janeiro.

A estratégia já deve estar funcionando para o Natal, buscando o aumento nas vendas de fim de ano.

Mesmo com salário de 20 mil, noiva de Lula larga tudo para se casar 0 118

namorada de lula rosangela

A noiva de Luiz Inácio Lula da Silva está tão animada com sua soltura, que deve pedir demissão e abandonar seu salário de R$ 20 mil. Rosângela da Silva, 52 anos, conhecida como Janja, já assinou a adesão ao Programa de Demissão Voluntária na binacional de Itaipu.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Ela trabalhava no local a 15 anos e o anúncio de casamento fez com que ela combinasse a saída do trabalho já a partir do próximo dia 02 de janeiro. Mas até lá ela deve “folgar” pois conta com férias acumuladas e dias de bonificação.

As informações vieram de Patrícia Lunovich, hoje superintendente de Comunicação da Itaipu.

Aos 68 anos de idade, Vera Fischer exibe corpo de causar inveja.

Emprego indefinido

O anúncio de casamento foi importante na decisão, porém a situação do emprego de Janja não estava tão certo, pois assim que Bolsonaro assumiu o governo o escritório da Itaipu em Curitiba, acabou sendo fechado pelo general Joaquim Silva.

Os 120 funcionários do escritório em Curitiba devem ser transferidos para Foz do Iguaçu, em um processo que irá ocorrer até o próximo dia 31 de janeiro de 2020.

Janja não tinha informado a direção da empresa sobre a sua intenção ou não de realizar a transferência, isso porque ela aguardava se Lula seria ou não solto nos próximos dias.

Ela trabalhava como socióloga na área de responsabilidade social de Itaipu e nas horas vagas fazia ações de voluntariado. Seu ponto era controlado como para qualquer outro funcionário dentro da binacional.

Lula deixa a prisão

Logo após deixar a prisão da Polícia Federal em Curitiba, Rosângela da Silva, já esperava o petista, onde ele ao vê-la lhe deu um beijo e disse as seguintes palavras:

“Eu consegui a proeza de, preso, arrumar uma namorada e ainda ela aceitar casar comigo. É muita coragem dela”

Rosângela usava suas folgas e horários fora do serviço para visitar Lula na prisão. Quando não era dia de visita ela ia até o acampamento na frente da PF e conversava com os acampados em muitos momentos nestes 580 dias.

Ela é romântica, escrevia uma carta por dia para Lula, onde contava os principais relatos do que acontecia no acampamento e no mundo. Ainda tinha tempo de preparar a comida que era enviada à Lula dentro da cadeia.

Most Popular Topics

Editor Picks