Fotos da destruição do incêndio no Hospital Badim, são reveladas

Neste sábado (14/09) foi revelado pela TV Globo as fotos da destruição que o incêndio provocou no Hospital Badim, no Rio de Janeiro.

Estas são as primeiras fotos divulgadas sobre o incidente que ocorreu na última quinta-feira (11/09), onde onze pacientes idosos acabaram morrendo em decorrência do mesmo. O hospital ficava localizado no bairro Maracanã, na Zona Norte do Rio.

Nas imagens é possível observar leitos destruídos, muita sujeira, equipamentos quebrados e um clima muito triste.

Pele humana será fabricada em novo laboratório nacional.

Fotos do Hospital Badim

Confira as fotos que foram divulgadas pela Globo:

Salas destruídas

Algumas salas foram completamente destruídas com o incêndio, mas uma onde ficava o tomógrafo acabou só restando as estruturas de ferro dos aparelhos existentes por ali.

No corredor que leva até o CTI, localizado no terceiro andar, está repleto de marcas de calçados aplicados sobre a fuligem que restou. neste mesmo setor só é possível reconhecer uma saboneteira, o resto só é ferro retorcido e camas completamente destruídas.

Em uma das fotos da enfermaria é possível observar leitos totalmente bagunçados, em meio a ruínas, onde em um primeiro momento é possível sentir o desespero daqueles que deixaram o ambiente às pressas. Todos que podiam saíram correndo e empurrando tudo o que havia pela frente.

Nos ambulatórios há muita sujeira e diversos medicamentos caídos e quebrados no chão. Há ambientes onde o caos está um pouco menor, mas é nítido as consequências do desastre no Hospital Badim.

Causas do incêndio

Em um primeiro momento acreditava-se de que fosse um incêndio criminoso. Porém neste sábado foi informado pelo delegado Roberto Ramos, da 18ª DP da Praça da Bandeira, que o incêndio foi em decorrência de um curto circuito no gerador de energia do hospital.

Foi informado que toda a perícia que deveria ser feita no local já acabou. Agora resta que os peritos analisem uma peça do gerador, que irá definir se realmente foi ou não o gerador o responsável.

O caso só será confirmado após técnicos da empresa que realiza a manutenção dos equipamentos, utilizarem ferramentas próprias para retirar essa peça que precisa ser avaliada para a conclusão do laudo técnico.

É provável que esta informação seja confirmada ainda nesta segunda-feira (16/09).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *