Gangue é presa com armas, drogas e eletrodomésticos roubados 0 279

gangue presa com armas

Uma gangue formada por oito adultos e um menor foi presa por volta de 20h50 desta terça-feira, dia 13, em uma residência na rua Rosa Farias Dantas, no bairro Novo Horizonte, em Campina Grande. Os integrantes do grupo foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de armas, formação de quadrilha e receptação.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

A policia recebeu uma denúncia anônima dando conta de que integrantes de uma gangue de arrombadores, liderada pelo homem conhecido por “Jegue”, estaria escondida em uma casa no bairro Novo Horizonte. Ao perceberem a aproximação de policiais no local, os integrantes da gangue tentaram fugir do local, mas acabaram sendo presos.

Com os acusados foram encontrados 71 papelotes de maconha, um revólver calibre 38 municiado, uma pistola 765, de fabricação estrangeira e vários eletrodomésticos que foram reconhecidos pelo mototaxista Gilvan do Nascimento, 25 anos, como sendo produtos de um roubo no qual ele foi vítima no dia primeiro deste mês.

Foram autuados em flagrante pelo delegado plantonista Cledson Ferreira Pinto: Josué Albino da Silva, 37 anos, servente; Lindemberg Silva do Nascimento, vulgo “Jegue”, 20 anos, catador de lixo; Militão Pereira da Silva, vulgo “Júnior”, 20 anos, serigrafista; Drailton Andrade Vicente, 27 anos, servente; Maria do Socorro dos Santos, 19 anos, doméstica; Elke Pámela Gadelha, 18 anos, doméstica; Sueli Taveira dos Santos, 19 anos, balconista e Edilma da Silva Pereira, 19 anos, doméstica, além de um menor com 17 anos de idade.

“Jegue” também é acusado de ter matado o catador de lixo José Germano da Silva, 38 anos, no dia 21 de junho último, crime que ele confessou ter cometido, em depoimento ao delegado de Homicídios, Allan Faustino. Com exceção do menor, os acusados serão encaminhados para a casa de detenção do Monte Santo, enquanto as mulheres estarão sendo transferidas para o Presídio Feminino de Campina Grande.

As informações são da Secretaria de Comunicação do Estado.

Previous ArticleNext Article
Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bandidos da Cidade de Deus trocam tiros com a PM nesta quarta 0 47

bandidos atras barreira cidade de deus

A manhã desta quarta-feira (12/06) amanheceu sob fogo cruzado na Cidade de Deus, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Bandidos travaram uma batalha contra policiais militares na região, já a partir das 6h40 desta manhã.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Os policiais entraram na favela com seu veículo blindado, com o intuito de se aproximar de uma barreira que foi reconstruida pelos bandidos, onde em um outro momento havia sido demolida pelo batalhão da PM. Os criminosos fortemente armados com fuzis e pistolas, usaram esta barreira como proteção, enquanto trocavam tiros contra o blindado e policiais que seguiam por terra.

O helicóptero da polícia dava cobertura a partir das 7h10 e outro de uma emissora acompanhava toda a operação.

Foram mais de 30 minutos de fogo cruzado, quando os bandidos acabaram recuando para uma área da mata próxima da favela. O blindado avançou e mais uma vez derrubou a barreira de concreto construida para dar um “apoio tático” aos bandidos.

Por trás da barreira

Os criminosos utilizaram esta barreira para criar uma tática contra os PM, onde se revezavam contra os policiais, disparando constantemente contra os policiais. A parede foi atingida diversas vezes durante o confronto, mas não chegou a ser atravessada, pois era feita de concreto.

Essas barreiras são construidas em pontos estratégicos dentro da Cidade de Deus e de outras favelas do Rio de Janeiro. Elas auxiliam os criminosos fornecendo “segurança” para que uma equipe possa monitorar a movimentação das equipes táticas da PM dentro da comunidade.

Esta barreira em questão, havia a pouco tempo sido derrubada por agentes do mesmo batalhão em outra operação na favela. Mas rapidamente ela foi reconstruida pois se trata de um ponto importante de monitoramento.

Operação da PM

Esta operação em si não era para somente derrubar a barreira tática, mas sim com o objetivo de remover residências irregulares dentro da comunidade.

Outra região que recebeu PMs e também houve troca de tiros, foi no Caratê, próximo das 5h50.

Foto: Reprodução/TV Globo

Os melhores memes da #VazaJato na Internet 0 83

memes da #vazajato

Uma notícia caiu como uma bomba no domingo: o vazamento de áudios, vídeos e mensagens entre Sérgio Moro e Deltan Dallagnol, evidenciando ações escusas, antiéticas e ilegais por parte de ambos. Como é de se esperar no Brasil, os internautas produziram inúmeros memes da #VazaJato na Internet.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Leia também:

Os fatos que deram origem aos memes da #VazaJato

memes da #vazajato
Reprodução/Café com Notícias

Domingo (09/06), uma reportagem veiculada pelo The Intercept Brasil trouxe à tona para a população brasileira uma notícia bombástica:áudios e mensagens trocadas entre o atual ministro da Justiça Sérgio Moro e Deltan Dallagnol, quando moro ainda era juiz em Curitiba, evidenciam uma colaboração antiética e ilícita entre ambos, no âmbito da Lava Jato.

Segundo a série de reportagens do The Intercept, Moro e Dallagnol atuaram em conjunto, de forma ilegal, no âmbito da Lava Jato. Eles trocaram uma série de mensagens, na qual Moro dá uma série de dicas, pistas, palpites, instruções, enfim, colaborou com a operação, atitude essa que, enquanto juiz participante, está totalmente contra a lei.

O objetivo dessa colaboração seria obter a prisão do ex-presidente Lula, impedindo de concorrer às eleições e também encontrar meios para impedir, posteriormente, que Fernando Haddad ganhasse as eleições.

As fontes das reportagens

Conforme divulgado pelo The Intercept, há um vasto material, composto por mensagens no Telegram, fotos, áudios e vídeos. São mais de 1600 horas de áudio e vídeo. A fonte, por razões, óbvias, é anônima.

Em uma nota, o Ministério Público Federal atestou a veracidade e autenticidade das fontes. Dito de outro modo, as fontes são verdadeiras.

A reação da Internet

Como era de se esperar, a notícia bombou dentro e fora da Internet. Nas redes sociais, como Facebook, Twitter e Instagram, pessoas “comuns” e figuras mais conhecidas comentaram o caso.

Além disso, houve e continua havendo uma profusão de memes da #VazaJato, como ficou conhecido o vazamento dos materiais incriminadores.

Veja adiante alguns dos melhores memes da #VazaJato:

memes da #vazajato
Reprodução/Facebook – Prazeres Barros

 

Os melhores memes da #VazaJato na Internet 1
Reprodução/Facebook

Os melhores memes da #VazaJato na Internet 2
Reprodução/Facebook

Os melhores memes da #VazaJato na Internet 3
Reprodução/Facebook

Os melhores memes da #VazaJato na Internet 4
Reprodução/Facebook

Os melhores memes da #VazaJato na Internet 5
Reprodução/Facebook

Os melhores memes da #VazaJato na Internet 6
Reprodução/Facebook

 

Most Popular Topics

Editor Picks