INSS não terá concurso tão cedo. Funcionários de outras estatais são transferidos 0 39

concurso inss nao deve acontecer

Para quem estava com esperanças de fazer um concurso do INSS nos próximos meses, a informação do Governo Federal é que não haverá um concurso nesta área tão cedo, onde está havendo um remanejamento de pessoal para suprir a necessidade nesta área.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Nesta quarta-feira (09/10), o Instituto Nacional do Seguro Social irá contar com um reforço de 319 funcionários da Infraero, um remanejamento de servidores públicos que foi autorizado pelo Ministério da Economia.

Essa mudança de funcionários da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária para o INSS é uma das alternativas que o governo está buscando para evitar novas contratações através de concursos públicos no país.

Remanejamento

Todos os funcionários que vieram da Infraero serão distribuídos entre as áreas de maior necessidade na instituição, porém eles não devem atuar na concessão de benefícios e nem no novo sistema de pente fino, onde para realizar estas funções é preciso que os funcionários estejam ligados ao seguro social.

O remanejamento será para áreas administrativas e logísticas. Assim os servidores que já atuam na área do seguro social, poderão exercer funções ligadas às concessões e ao pente fino do governo.

A necessidade surgiu pois desde o último mês de julho, o Instituto vem realizando um rigoroso pente-fino em benefícios que tenham indícios de irregularidades. Estão sendo avaliados principalmente pensões por morte, aposentadorias por idade e tempo de contribuição e os Benefícios de Prestação Continuada (BPC), destinado a idosos e deficientes de baixa renda.

O órgão está destinando cerca de 11 mil servidores a estas avaliações, que são hoje prioridade do governo.

A necessidade se deve também ao fato de que somente em 2019 cerca de 5 mil servidores do INSS se aposentaram. Mesmo os 319 funcionários da Infraero não ser um número equivalente, a mudança chega em uma boa hora.

Cursos preparatórios para concursos oferecem aulas gratuitas no Youtube.

Infraero mais “folgada”

O remanejamento de funcionários é possível pois a Infraero está com “menos serviço”, pois muitos dos aeroportos foram transferidos para a iniciativa privada. Assim os servidores podem ser aproveitados em outros órgãos públicos, desde que tenham mão de obra qualificada.

Há hoje restrições no orçamento federal, que vem impactando diretamente na realização de novos concursos públicos. A permissão de transferência é lei federal e todo funcionário público pode ser transferido para locais que necessitem de mão de obra, principalmente aqueles que contam com um perfil que pode agregar em outras instituições.

Transferências é lei federal

A portaria 193, do mês de julho de 2018, concede a autorização de transferências de servidores públicos federais de um órgão para outro caso haja necessidade.

O mesmo já havia acontecido no último mês de agosto, quando 62 empregados ligados ao Ministério da Infraestrutura foram transferidos para o INSS.

Previous ArticleNext Article
Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ladrões se passam por funcionários da Caixa para roubar saque do FGTS 0 115

saque fgts golpes na caixa

O saque imediato do FGTS começou na última sexta-feira 13/09, e já foi motivo para criminosos aplicarem golpes em quem foi até as agências para retirar até R$ 500.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

A polícia informou que alguns ladrões se passando por funcionários da Caixa Econômica Federal, realizavam golpes contra os alvos, na maioria idosos e cidadãos mais humildes. Eles prometiam agilizar o atendimento e fazer com que o beneficiário evitasse filas durante o saque.

Os golpistas ligavam e entravam em contato com as vítimas por outros meios, marcando o dia e hora para realizar a retirada do dinheiro. Durante o contato era citado dados pessoais verdadeiros e até mesmo um valor aproximado que poderia ser sacado, para atrair ainda mais a atenção das vítimas.

Quase 600 mil trabalhadores optam por não fazer o saque imediato do FGTS.

Todo cuidado é pouco

A Caixa Econômica Federal cria mecanismos para que o beneficiário possa fazer os saque e consultas de forma totalmente autônoma. A instituição ressalta que nenhuma senha, informações ou dados pessoais dos trabalhadores sejam solicitados por telefone ou qualquer outra forma de contato.

A Caixa não envia também mensagens sobre saques de contas ativas e inativas do FGTS.

É fundamental que todas as informações sejam obtidas através dos caixas de atendimento nas agências ou através dos canais Caixa, como o www.caixa.gov.br, FGTS.caixa.gov.br, pelo App do FGTS através da PlayStore ou AppStore e também pelo telefone:

  • 0800-724-2019

O cidadão poderá entrar em contato com a Caixa Econômica, e nunca o contrário.

É recomendado também que os trabalhadores identifiquem empregados e colaboradores das agências através dos crachás de funcionários. Jamais aceite ajuda de pessoas que mesmo que uniformizadas, não estejam identificadas.

Sites criminosos

Há muitos sites que fazem ótimos trabalhos informativos na internet. Mas não acesse links duvidosos ou forneça informações pessoais em sites que não sejam os oficiais da Caixa Econômica Federal. Preste atenção na URL, para ter certeza de que se trata de um site oficial e não um que acabe simulando um verdadeiro.

Após preencher questionários, os golpistas acabam tendo acesso a todo tipo de dado, o que pode contribuir para golpes online.

Cuidado com abordagens estranhas online, por meio de ligações e até mesmo em abordagens nos terminais de autoatendimento das próprias agências.

Saque imediato do FGTS

Serão 96 milhões de trabalhadores que possuem o direito ao saque imediato com valores de até R$ 500 por conta vinculada do FGTS (Ativas e inativas).

Os saques seguem até o próximo dia 31 de março de 2020 e é muito importante estar atento a possíveis golpes neste período.

Confira o calendário:

Fim de CNH para 50cc e o fim do uso de simulador em auto escola começa hoje 0 116

fim do uso simuladores auto escola

As alterações determinadas pelo Governo Federal, a mando de Jair Bolsonaro sobre o fim do uso de simuladores em auto escola e o fim da necessidade de CNH para pilotar as motos cinquentinhas (50cc), devem começar a partir desta segunda-feira (16/09).

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

A mudança deve reduzir o números de aulas para tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e também todo o processo para obter a Autorização para Conduzir Ciclomotor (ACC).

Rio de Janeiro autoriza uso de aplicativo Buser, o Uber de ônibus.

Mudanças para tirar CNH (Categoria B)

A partir de hoje acaba a exigência do uso de simuladores em autoescolas para quem estiver tirando a CNH de categoria B. As aulas nos simuladores passam a ser facultativas (não obrigatórias), para alunos de todo o Brasil.

Isso fará com que o número de aulas/horas obrigatórias seja reduzido de 25 para 20 horas. Este é o mesmo período determinado antes da criação da lei com o simulador.

Mudanças nas 50cc

Para poder tirar a permissão para guiar as cinquentinhas, lembrando que não é uma CNH, o candidato terá um ano para tentar sem ter realizado aulas. Basta fazer as provas teóricas e práticas junto ao Detran de seu estado. As aulas só serão exigidas caso o candidato venha a reprovar.

Mas a partir do próximo ano (setembro/2020), as aulas voltam a serem exigidas, porém o número de horas obrigatórias caem de 20 para apenas 5 horas. Uma delas deverá ser noturna.

As provas práticas poderão ser feitas com o ciclomotor do próprio candidato, mas é preciso que o mesmo tenha no máximo 5 anos de uso.

Redução de custos para tirar a CNH

As mudanças nas leis tem por objetivo reduzir os custos e desburocratizar o sistema. Segundo o governo os simuladores não contam com nenhuma eficácia comprovada, onde até hoje ninguém conseguiu provar que o sistema é realmente útil para o condutor.

Em outros países há simuladores, mas o seu uso não é obrigatório e mesmo assim há baixíssimos índices de problemas no trânsito.

Outra vantagem do fim esta exigência é a recriação de empregos. Por ser um equipamento caro, muitas autoescolas deixaram de prestar seus serviços, fechando as portas. O fim da obrigatoriedade pode fazer com que elas voltem ao mercado.

Rio Grande do Sul

No Rio Grande do Sul, em virtude de uma liminar do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), a realização de aulas em simulador para poder tirar a CNH permanece obrigatória. Esta foi a exigência de uma ação movida pelo Sindicado dos Centros de Formação de Condutores do Rio Grande do Sul.

Em um primeiro momento esta ação havia sido reprovada, mas no último mês de agosto a ordem foi dada.

Most Popular Topics

Editor Picks