Família inteira é espancada por torcedores de organizada em Curitiba 0 69

familia de torcedor do coritiba e espancada

Na tarde deste domingo (06/01), uma família inteira foi espancada por pessoas de uma torcida organizada da capital paranaense, Curitiba. O motivo do espancamento é que um dos membros da família, estava vestido com a camisa do time rival.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Diversos membros de uma mesma família estavam jogando volei no bairro Barreirinha, local muito próximo ao Parque São Lourenço, região central de Curitiba. A confusão começou pois um deles estava vestido com uma camisa do Coritiba. Os agressores eram do time rival, o Athletico PR.

Segundo testemunhas todos se divertiam com a brincadeira, quando foram abordados por dez torcedores do Athletico. Haviam crianças, mulheres e outros homens. Segundo a vítima principal, eles chegaram pedindo para ele tirar a camisa e logo começaram as agressões.

Eduardo Fauzi desafia a polícia, grava vídeo e chama produtores do Porta de “Bandidos”.

O irmão do torcedor do Coritiba teve o joelho quebrado.

Agressões

Outra jovem que foi agredida ao tentar defender o irmão, relatou que eles chegaram pedindo para ele tirar a camisa, o que foi feito e eles levaram ela. “Fiquei sem entender porque fizeram tudo isso, é um motivo ridículo, tudo muito horrível.”

Agressores presos

No mesmo domingo, a Polícia Militar chegou a região e conseguiu localizar cinco envolvidos na ação. Um capitão da PM informou que durante a ação dos criminosos, outros foram espancados logo ao tentar ajudar o familiar que foi cercado pelos dez torcedores do Athletico.

Os três suspeitos presos e outros dois adolescentes apreendidos, foram autuados por lesão corporal grave.

Previous ArticleNext Article
Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Torcedores são presos por homofobia e racismo em jogo da Premier League 0 64

problema de racismo e homofobia amex stadium

Brighton & Hove Albion e Chelsea jogaram nesta quarta-feira (01/01) pela 21ª rodada do Campeonato inglês Premier League. E algo surpreendente aconteceu nesta partida. Três torcedores foram presos por conta de ofensas homofóbicas e racistas no estádio.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

O clube da casa, Brighton, informou que os torcedores foram expulsos do Estádio Amex. Eles estavam propagando ofensas racistas contra os jogadores do Chelsea e também ofensas homofóbicas contra os torcedores do clube inglês.

Os três foram presos pela polícia de Sussex assim que saíram do estádio e agora estão sendo processados.

Vice-presidente do Brighton

Paul Barber, vice-presidente do Brighton deu um depoimento onde citou que mais uma vez a equipe de segurança e vigilância do estádio, em parceria com a polícia de Sussex, conseguiram colocar ordem em três problemas indesejáveis por torcedores sem educação.

“Não serão aceitos qualquer tipo de ofensa racista ou homofóbica em nosso estádio.”

Ele continua dizendo que se a proibição vitalícia de ver seus clubes jogarem não for o suficiente para mudar as suas mentes, é necessário que os tribunais possam aplicar punições mais severas. Hoje existe um limite no que o próprio futebol pode fazer nestes casos.

Ele termina dizendo que na Europa todos estão cansados da reputação do esporte ser manchada por pessoas deste nível.

Jogador Harvey Elliot é contratado por Liverpool e tem apenas 16 anos.

Premier League afetada

Neste ano de 2019 diversos jogos da liga inglesa foram afetados por conta de incidentes de racismo. No último mês outros dois torcedores do Wolverhampton Wanderers acabaram presos no estádio Amex por conta destes episódios.

Eduardo Fauzi desafia a polícia, grava vídeo e chama produtores do Porta de “Bandidos” 0 85

eduardo fauzi video youtube porta dos fundos

Nesta quarta-feira (01/01), Eduardo Fauzi, que é considerado foragido pela Polícia Civil do Rio, gravou um vídeo e o publicou no YouTube, falando sobre o caso com o Porta dos Fundos e chamando os produtores, em especial Fábio Porchat e Gregório Duvivier de “criminosos, marginais e bandidos”.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Eduardo Fauzi Richard Cerquise, de 41 anos, que é um dos suspeitos do ataque à produtora do Porta dos Fundos na última semana, está sendo considerado foragido deste esta terça-feira (31/12).

Não é certo, mas há a possibilidade de Fauzi estar parando na cidade de Florianópolis em Santa Catarina. Há uma recompensa de R$ 2 mil pela Polícia do Rio, sobre informações que contribuam para a captura do suspeito.

Taj Mahal é evitado por turistas por conta de protestos na Índia.

Vídeo no YouTube

Durante o vídeo ele aparece dentro de uma casa e comenta diversos assuntos ligados ao povo brasileiro e o cristianismo. Ele fala sobre o caso envolvendo o especial de Natal no Netflix, mas em nenhum momento fala qualquer coisa sobre ter participado no ataque à produtora.

Ele fala que o povo brasileiro é um povo pobre, humilde e que satirizar um assunto como esse é um crime de “lesa-pátria”. Em seguida chama os produtores de criminosos, marginais e bandidos. Ele fala os nomes de Porchat e Duvivier em diversos trechos do vídeo.

No fim do vídeo ele pede que os internautas divulguem suas palavras, cita o seu nome e diz que é guardador de carros. Termina pedindo oração.

Confira o vídeo:

Problema com a polícia

Eduardo já está a algum tempo na mira da polícia. Ele tem 20 anotações criminais, onde algumas delas são por lesão corporal, desacato, ameaça, extorsão, Lei Maria da Penha e outras. Há inclusive um suposto envolvimento dele com uma milícia no centro do Rio de Janeiro.

Ele já foi preso em 2013, quando deu um soco no ex-secretário de Ordem Pública, Alex Costa, durante uma entrevista. Por este caso ele também foi condenado em 2018 a quatro anos de prisão pela Justiça do Rio.

Most Popular Topics

Editor Picks