Nacional

Mais de R$ 2,3 milhões serão investidos em pesquisas na Paraíba

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

A pesquisa ganha impulso na Paraíba. Cerca de 50 projetos foram aprovados e vão ser desenvolvidos por pesquisadores de diversas instituições de ensino superior. A Fundação de Apoio Pesquisa (FAPESQ) reuniu os pesquisadores que tiveram seus projetos aprovados, na tarde de hoje (17), no auditório da Fundação Parque Tecnológico, em Campina Grande. Mais de R$ 2,3 milhões serão investidos no desenvolvimento das pesquisas. Os projetos são fruto de convênio entre a FAPESQ e do CNPq – Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

O objetivo da reunião foi discutir assuntos relacionados à contratação dos projetos e do repasse de recursos para início das atividades. Para o presidente da FAPESQ, João Marques de Carvalho, a aprovação desses projetos representa uma significativa contribuição ao esforço das instituições de ensino superior e pesquisa da Paraíba, promovendo a renovação do quadro de recursos humanos, fortalecendo os grupos de pesquisa existentes e possibilitando a criação de novas linhas de pesquisa de interesse regional.

Participaram da reunião pesquisadores que tiveram seus projetos inseridos nos programas Pronex – de Apoio a Núcleos de Excelência, PPP – Primeiros Projetos, e PRODOC – Fixação de Doutores. Os programas são frutos de parceria entre o Governo do Estado através da FAPESQ e CNPq, lançados em 2003. São pesquisas em diversas áreas, entre elas: saúde, meio ambiente, tecnologia e inovação, ciência, além de projetos voltados para o aperfeiçoamento e criação de núcleos de excelência e de fomento a capacitação profissional.

Entres os projetos estão os financiados pelo Programa de Apoio a Núcleos de Excelência (PRONEX), que aprovou recentemente oito projetos. O resultado está disponível no site: www.fapesq.rpp.br. O programa visa apoiar a execução de projetos de grupos consolidados de pesquisas científicas, tecnológicas e de desenvolvimento na Paraíba. No Programa de Fixação de Doutores (PRODOC) foram aprovados 12 projetos. O programa tem como objetivo fixar na Paraíba profissionais com doutorado.

Já no Programa de Infra-Estrutura para Jovens Pesquisadores (Programa Primeiros Projetos – PPP), a FAPESQ e o CNPq aprovaram 21 projetos nas diversas áreas do conhecimento. O PPP tem como objetivo apoiar a instalação, modernização, ampliação ou recuperação da infra-estrutura de pesquisa científica e tecnológica nas instituições públicas de ensino e pesquisa, visando dar suporte à fixação de jovens pesquisadores e nucleação de novos grupos.

Write A Comment