Irã bloqueia internet do país para evitar novos protestos 0 193

bloqueio internet ira protestos

O governo iraniano bloqueou o acesso à internet em diversas províncias do país. O motivo é que segundo uma agência de notícias do país, o governo pretende dificultar a organização de novos protestos através de aplicativos e redes sociais.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Os bloqueios acontecem principalmente com relação a sites estrangeiros. Nesta quarta-feira (25/12) já há confirmação de que o acesso não está mais disponível.

No mês passado diversos confrontos houveram no país, por conta do aumento no preço da gasolina. Diversos morreram nos confrontos e haviam muitas publicações nas redes sociais dos parentes da vítimas, onde elas mesmas estavam convocando a população para homenagens e outros protestos nesta quinta-feira (26/12).

Americanos estão rastreando um suposto “Presente de Natal” da Coreia do Norte.

Bloqueios à internet no Irã

A agência de notícias que vem publicando as informações é a ILNA, com base em uma fonte dentro do Ministério das Comunicações e da Tecnologia da Informação. Os bloqueios foram ordenados por autoridades de segurança no país e atingem principalmente as províncias de Fars, Curdistão, Alborz e Zanjã.

Mas está previsto que o bloqueio atinja também outras províncias no Irã.

Bloqueios assim são comuns no país. O último ocorreu em novembro, quando o governo bloqueou o acesso à internet por cerca de uma semana. O motivo foi semelhante ao de hoje, diminuir a força dos protestos sobre o aumento do preço dos combustíveis.

Na ocasião os protestos acabaram se tornando político e houve uma repreensão do governo, que agiu com força bruta, a maior nos 40 anos da República Islâmica na região.

Durante estes protestos a falta de internet dificultou a publicação de vídeos e comentários nas redes sociais. Outro “benefício” para o governo, foi a falta de comunicação para angariar apoiadores da causa.

Previous ArticleNext Article
Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vazam fotos atuais de Michael Schumacher, mas o acesso custa quase R$ 6 milhões 0 118

fotos 2020 de michael schumacher estao a venda

Quem quiser ser o primeiro a saber como está o ex-piloto Michael Schumacher em 2020, terá que desembolsar uma bagatela de R$ 5,54 milhões segundo o jornal inglês “Mirror”.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Alguém que teve acesso a área interna da casa da família Schumacher, fez algumas fotos atuais de Michael e está oferecendo elas na internet por 1,2 milhões de euros. É claro que o preço é negociável e por mais absurdo que seja, muitos estão interessados em saber como está a saúde do ex-piloto.

A pessoa que fez o registro do heptacampeão mundial de Fórmula 1 em sua casa na Suíça, não teve a sua identidade revelada. Mas ela afirma que saiu da casa com as fotos dele em seu ambiente hospitalar montado dentro da residência.

No “Dia da Privacidade” nova ferramenta do Facebook promete acabar com publicidade indesejada.

O jornal Mirror informou que residência onde a família Schumacher vive, conta com um esquema fortíssimo de segurança e todos aqueles que entram e saem da residência precisam seguir regras específicas para exercerem suas funções. Hoje há uma equipe de médicos, enfermeiros, fisioterapeutas e outros funcionários a inteira disposição de Michael.

Verdade ou mentira

A seis anos a família de Schumacher guarda o quadro clínico do ex-piloto a “sete chaves”. Para eles a saúde de Michael não é um assunto público e por este motivo não há qualquer comentário sobre o tema e tão pouco a exposição dele.

Schumacher esquiava nos Alpes Franceses com o filho Mick e acabou sofrendo uma queda, onde bateu a cabeça violentamente em uma rocha. Muitos acreditavam que ele nem estaria vivo ou que seu estado é completamente vegetativo, mas tudo sobre isso é uma incógnita.

Acredita-se que alguém tenha realmente as fotos do ex-piloto, pois o jornal apurou que a esposa de Schumacher, Corinna, teria contactado a polícia e feito o BO contra tal pessoa. Tanto ela quanto os advogados da família dizem que as fotos violam a privacidade e que serão duramente processados por aqueles que as divulgarem.

Quem é que terá coragem de pagar para ver?

Mesmo sem sintomas, coronavírus é altamente contagioso em seus 14 dias de incubação 0 137

coronavirus pode ter proporcoes ainda maiores

Neste domingo (26/01) as autoridades chinesas deram uma declaração ainda mais assustadora para a imprensa mundial. O novo coronavírus é contagioso mesmo durante o seu período de incubação, que pode variar entre 1 e 14 dias, ou seja, mesmo sem o receptor apresentar os sintomas, ele pode estar transmitindo o vírus.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Essa notícia trás ainda mais medo para a população mundial. Isso porque o coronavírus pode estar sendo transmitido pelo mundo todo, sem que ninguém esteja sabendo.

As declarações foram feitas pelo ministro da Comissão Nacional de Saúde da China, Ma Xiaowei. Ele cita que o vírus é semelhante ao Sars, mas com esse diferencial ainda mais perigoso. Quando a Síndrome Respiratória Aguda Grave assolou a China entre 2002 e 2003, matando 800 pessoas, era possível identificar o vírus já nos primeiros dias, algo que não está acontecendo com esse vírus de 2020.

Os estudos que estão sendo feito sobre este novo vírus letal, informa que a capacidade de propagação está ainda mais forte que o Sars. Mesmo bem avançado, o conhecimento científico sobre ele ainda está bem abaixo do necessário para conter a infecção mundial.

Coronavírus uma ameaça mundial

O vírus está se espalhando rapidamente. Já foram comprovadas mais de 2 mil infecções e 56 mortes, onde todos os dias esses números crescem consideravelmente. Há quem diga que o governo chinês esteja escondendo a real situação, onde acreditasse que mais de 200 mil estejam infectados.

A situação está tão tensa, que foi necessário isolar a cidade de Wuhan e países como a França e Estados Unidos, estão se preparando para tirar todos os seus cidadãos do local.

Além do isolamento de Wuhan, o governo chinês que já admitiu que o caso é uma ameaça grave, também bloqueou outras quatro cidades, incluindo Xangai e Pequim. Nelas estão suspensos o tráfego de ônibus de longa distância, principalmente neste feriado de Ano Novo Chinês.

A província de Guangdong, que é hoje a mais populosa da China com 110 milhões de habitantes, estão todos tendo que usar máscaras de proteção respiratória. Outras cidades também estão adotando a mesma medida, em uma tentativa de diminuir a contaminação.

Todos os norte americanos serão retirados de Wuhan neste domingo.

Neste domingo houve a primeira vítima fatal que se tem conhecimento em Xangai. O vírus já chegou na França, Estados Unidos e Austrália.

Diversos países estão criando estratégias para repatriar os moradores de Wuhan e outras cidades da região, para evitar que seus cidadãos sejam contaminados com a enfermidade.

Resultado real após 14 dias

Mas segundo especialistas estamos ainda no início do problema. Como o período de incubação é de até 14 dias, nas duas primeiras semanas de fevereiros teremos uma noção real de quão grave é este problema.

A China está construindo diversos hospitais em tempo recorde, para poder tratar todos os possíveis casos que ainda estão por vir.

Most Popular Topics

Editor Picks