A China tem o presidente dos Estados Unidos que merece 0 267

A China tem o presidente dos Estados Unidos que merece 2

O The New York Times publicou uma matéria nesta quarta feira (22/05) onde cita que Donald Trump não é o presidente que os Estados Unidos merece, mas que ele é o presidente americano que certamente a China merece.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

A matéria cita que o instinto de Donald Trump é que os Estados Unidos tem a obrigação de reequilibrar a relação comercial com Pequim o quanto antes, para que a China não venha a se tornar grande demais (o que já é) e comprometer todo o comércio nacional. Neste ponto ele está corretíssimo, é preciso defender os ideais nacionais, nem que para isso custe toda sua reputação.

Porém é preciso que tanto os EUA como a China reconheçam este momento. Isso porque os laços comerciais entre o eixo EUA/China vem desde os anos 70, quando um país começou a “ajudar” o outro com relação a matéria prima e exportação de trabalho. Antes desta década cada um tinha o seu comércio e isso dificultava a evolução para ambos os lados.

Mas em 2001 a China ingressou na Organização Mundial do Comércio, o que ajudou ela a ser impulsionada para uma potência comercial, pois além de ampliar o poder de exportação, as regras davam à China diversas concessões ligadas ao desenvolvimento econômico.

Guerra Comercial

Porém chegamos a um ponto onde tanto os EUA como a China estão comercializando mundialmente praticamente as mesmas coisas, com indústrias semelhantes, aquisição de matéria prima, tecnologia e tudo se assemelha muito, mesmo a China tendo uma política nacionalista que acaba dificultando um pouco ainda mais a sua expansão.

A Guerra Comercial que está sendo travada entre as duas potências irá definir como os países irão se portar daqui pra frente, basicamente competindo no mesmo mercado e compartilhando de diversas indústrias. O assunto está tão presente na mídia justamente porque está nas mãos deles o futuro do mundo.

A matéria cita que para que tudo termine bem e seja vantagem para ambos os lados, Donald Trump precisa parar com sua provocação infantil através do Twitter, principalmente quando ele em tom de “superioridade” cita que as batalhas comerciais são fáceis de vencer. Ele precisa também criar o melhor acordo de rebalanceamento, mesmo que ele não seja capaz de zerar os problemas entre ambas as nações.

É preciso seguir em frente, não errar nas negociações e não esticar mais do que se deve esta guerra tarifária.

Do outro lado, Xi Jinping, atual presidente chinês, deverá reconhecer que a China não pode mais desfrutar dos privilégios comerciais dos últimos 40 anos. Saber que já foi feito tudo para poder ajudar a nação e que ela já é uma das principais potências mundiais. É preciso ir com calma com as políticas nacionalistas e parar de achar que porque chegou onde chegou, não existe mais “ladeira à baixo”.

Pequim não pode permitir que os Estados Unidos, indústrias e empresários acabem mudando sua produção de lugar, migrando o que foi construído nos últimos anos para qualquer outro lugar, menos a China.

Ambos os presidentes precisam entender que o comércio bilateral só trás vantagens para ambos os países. Então é preciso pensar bem e resolver o quanto antes essas discussões comerciais.

Previous ArticleNext Article
Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fundações chinesas se propõe a doarem suprimentos médicos à América Latina 0 67

fundacoes chinesas Jack ma e alibaba doam suprimentos para america latina combater coronavirus

A América Latina é um dos principais consumidores de produtos chineses e a pandemia de coronavírus não faz bem para nenhuma economia. Em meio ao caos global que foi instaurado, muitos estão unindo forças para ajudar no combate do Covid-19, para que em breve tudo possa estar como em novembro de 2019.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

E entre essas ações conjuntas para disseminar o vírus, fundações chinesas se propuseram a partir desta terça-feira (24/03) ajudar países latino americanos em sua batalha. Entre elas está a Fundação Jack Ma e a Fundação Alibaba.

Ambas gigantes do varejo chinês, com forte mercado nas Américas, estão preparando cargas de suprimentos médicos para doarem à 24 países da América Latina.

Empresas brasileiras que anunciaram a paralisação por conta do COVID-19.

Doação de suprimentos da Alibaba e Jack Ma

Para ajudar no combate à propagação do coronavírus, ambas as fundações estão doando dois milhões de máscaras, 104 respiradores e 400 mil kits de teste. Entre os países beneficiados estará o Brasil, Argentina, Chile, Equador, Cuba, Peru e República Dominicana.

Através da conta no Twitter a Jack Ma informou que estarão enviando os suprimentos o mais breve possível e de forma apressada. Ela termina enfatizando “SOMOS UM”.

China

A China que vinha de um momento onde a propagação do vírus estava estabilizada, está com medo de uma nova crise local. Nesta última segunda-feira (23/03) o número de casos do coronavírus chegou a dobrar em relação ao domingo.

Entre os casos locais foram apenas 4, mas em toda a China o número de casos importados chegaram a 427.

Confeiteiro cria bolo de papel higiênico para ironizar obsessão em surto 0 94

bolo de papel higienico covid19

Não tem como saber o porque o papel higiênico se tornou um item tão indispensável durante este surto de coronavírus pelo mundo, onde muitos estão preferindo lotar os carrinhos com papel do que com comida. O certo é que em muitos países, este item praticamente sumiu das prateleiras, causando pânico nas nações.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Muitos resolveram, apesar da seriedade desta pandemia, ironizar os desesperados por papel higiênico, onde entre eles está o confeiteiro britânico, Ben Cullen de 29 anos.

Ele fez uma publicação bem curiosa em seu Instagram, onde criou um bolo/torta em formato de papel higiênico, com o intuito de transformá-lo em uma crítica social.

Praias de Miami e Fort Lauderdale serão fechadas por causa do coronavírus.

Seus 155 mil seguidores ficaram admirados com a publicação e há muitos comentários positivos sobre a obra.

bolo de papel higienico coronavirus

Alguns de seus seguidores comentaram:

  • ‘Isso me fez rir tanto 😂😂😂 Suas habilidades estão fora deste mundo!”
  • “Omg que parecia tão real. Você é demais!
  • Uau, você é inacreditável

E muitos outros.

bolo de papel higienico humor

Publicação

Além de preparar o bolo de papel higiênico, o confeiteiro de Chewster na Inglaterra, legendou a foto da seguinte maneira:

“All Hail 🙌🏻😂
——————————————————-———————————————————-
Swipe for cutting!
If everyone took this pandemic as seriously as we apparently take toilet roll we’ve got half a chance! Look out for yourselves, your families and anyone vulnerable you can help!
#toiletpaper #cake #corona”

“Saudação a todos 🙌🏻😂
————————————————-—————————————————
Deslize para cortar!
Se todos levarem essa pandemia tão a sério quanto aparentemente levamos papel higiênico, temos meia chance! Cuidado com vocês, suas famílias e qualquer pessoa vulnerável que você possa ajudar! toiletpaper #cake #corona”

Para quem quiser acompanhar mais de seu trabalho, sua arroba é @the_bakeking.

Most Popular Topics

Editor Picks