Skip to content

Relatório isenta Tony Blair de culpa sobre erros no Iraque

14 de julho de 2004
tony blair

As investigações feitas na Inglaterra sobre os erros cometidos acerca das supostas armas de destruição em massa do Iraque indicaram erros dos serviços secretos britânicos. Porém, o documento final isenta o primeiro-ministro Tony Blair de ter manipulado os dados.

O relatório faz críticas ao governo britânico por não ter possibilitado o debate sobre o tema, contudo, considera que Tony Blair não agiu de má fé. As investigações apontaram que o primeiro-ministro tomou as decisões acreditando no que estava defendendo.