venda boeing mexicano imigracao

Boeing 787 Dreamliner será leiloado para conter a imigração no México

Andrés Manuel López Obrador, atual presidente do México, em um comunicado a imprensa neste último dia 12/06, anunciou que o Boeing 787 Deamliner e outros aviões da frota do governo estarão sendo leiloados nos próximos dias, com a finalidade de angariar fundos para cumprir com o acordo fechado na última semana com os Estados Unidos, sobre o controle de imigração.

O acordo entre o México e os Estados Unidos para intensificar a patrulha na fronteira, aconteceu nesta última sexta-feira (07/06), evitando que Donald Trump elevasse em 5% as tarifas de importação de bens mexicanos. Sob ameaças para conter a imigração vinda da América Central, o México teve que começar a “se mexer” para ao menos demonstrar boa vontade neste assunto de contenção.

Em troca do fim do aumento da taxa de importação, o México se comprometeu a endurecer seus controles imigratórios, incluindo uma mobilização da força de segurança da Guarda Nacional, em uma de suas fronteiras mais ao sul, nos limites com a Guatemala.

Os aviões do governo mexicano

Manuel López disse que o plano sobre imigração será pago com a venda do luxuoso avião presidencial, não comprometendo em nada o orçamento do país e ainda evitando a taxação que geraria bilhões em prejuízos. Os lances iniciais pelo Boeing 787 Dreamliner que era usado pelo ex-presidente Enrique Peña Nieto, serão de US$ 150 milhões.

O avião conta com um interior super espaçoso, luxuosos, com um quarto e com selos oficiais do governo por diversas paredes. A sua venda já estava no radar do atual presidente, que tomou posse em dezembro e acha “desnecessário” desfrutar de tanto luxo.

  • O Boeing foi adquirido no fim de 2012, por um valor de US$ 218 milhões.

Além do Boeing, o governo pretende vender outras 60 aeronaves menores e 70 helicópteros. As vendas irão financiar o programa de imigração e também outras áreas, principalmente que envolvem programas sociais para pobres e idosos.

López Obrador é um presidente que está se recusando a desfrutar dos privilégios das elites no México, inclusive realizando seus voos em aviões comerciais. Ele também reduziu os salários de servidores de alto escalão e está combatendo fortemente a corrupção.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *