Boeing 787 Dreamliner será leiloado para conter a imigração no México 0 254

venda boeing mexicano imigracao

Andrés Manuel López Obrador, atual presidente do México, em um comunicado a imprensa neste último dia 12/06, anunciou que o Boeing 787 Deamliner e outros aviões da frota do governo estarão sendo leiloados nos próximos dias, com a finalidade de angariar fundos para cumprir com o acordo fechado na última semana com os Estados Unidos, sobre o controle de imigração.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

O acordo entre o México e os Estados Unidos para intensificar a patrulha na fronteira, aconteceu nesta última sexta-feira (07/06), evitando que Donald Trump elevasse em 5% as tarifas de importação de bens mexicanos. Sob ameaças para conter a imigração vinda da América Central, o México teve que começar a “se mexer” para ao menos demonstrar boa vontade neste assunto de contenção.

Em troca do fim do aumento da taxa de importação, o México se comprometeu a endurecer seus controles imigratórios, incluindo uma mobilização da força de segurança da Guarda Nacional, em uma de suas fronteiras mais ao sul, nos limites com a Guatemala.

Os aviões do governo mexicano

Manuel López disse que o plano sobre imigração será pago com a venda do luxuoso avião presidencial, não comprometendo em nada o orçamento do país e ainda evitando a taxação que geraria bilhões em prejuízos. Os lances iniciais pelo Boeing 787 Dreamliner que era usado pelo ex-presidente Enrique Peña Nieto, serão de US$ 150 milhões.

O avião conta com um interior super espaçoso, luxuosos, com um quarto e com selos oficiais do governo por diversas paredes. A sua venda já estava no radar do atual presidente, que tomou posse em dezembro e acha “desnecessário” desfrutar de tanto luxo.

  • O Boeing foi adquirido no fim de 2012, por um valor de US$ 218 milhões.

Além do Boeing, o governo pretende vender outras 60 aeronaves menores e 70 helicópteros. As vendas irão financiar o programa de imigração e também outras áreas, principalmente que envolvem programas sociais para pobres e idosos.

López Obrador é um presidente que está se recusando a desfrutar dos privilégios das elites no México, inclusive realizando seus voos em aviões comerciais. Ele também reduziu os salários de servidores de alto escalão e está combatendo fortemente a corrupção.

Previous ArticleNext Article
Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eleição no Reino Unido em 12 de dezembro é aprovada no parlamento 0 101

parlamento britanico novas eleicoes 12 dezembro

Acabou de ser aprovada pelos parlamentares britânicos a antecipação das eleições no país, marcada já para o próximo dia 12 de dezembro. Esta será uma eleição geral no Reino Unido, uma proposta de Boris Johnson, o primeiro-ministro britânico.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Esta foi a solução encontrada para colocar a gestão inglesa em ordem, onde neste ano a primeira-ministra, Theresa May, acabou deixando o seu cargo no dia 24 de maio, diante dos fracassos no caso do Brexit.

Cuba é o próximo alvo das sanções dos Estados Unidos.

Parlamento Britânico

Os parlamentares da Câmara dos Comuns na Inglaterra, fizeram uma votação para a realização das eleições nacionais no próximo dia 12, onde a vitória foi esmagadora, sendo aprovada por 438 votos à favor e 20 contra.

Mas apesar de aprovada, a proposta deve seguir para a câmara alta do Parlamento, que deve analisar melhor o caso e chegar a uma conclusão final. Mas muitos já acreditam que realmente haverá uma votação ainda em 2019 para eleger o novo (a) primeiro-ministro.

Cuba é o próximo alvo das sanções dos Estados Unidos 0 126

sancoes a cuba pelos estados unidos

Além da guerra comercial travada com a China nos últimos anos, os Estados Unidos nesta semana impôs novas regras tarifárias sobre diversos produtos da União Europeia, principalmente sobre as aeronaves Airbus importadas no país.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Mas se essa faixa está descontente com as novas regras de comércio definida pelos americanos, as sanções não param de ocorrer e o próximo afetado é Cuba.

Porém os cubanos devem sofrer novas sanções não por uma possível guerra comercial, mas sim porque violaram regras dos direitos humanos e também por apoiar o governo de Maduro na Venezuela.

Tarifas sobre produtos da Europa causa rebuliço na economia mundial.

Sanções

As sanções foram confirmadas pelo Departamento de Comércio norte-americano nesta última sexta-feira (18/10). O comunicado oficial informou que o acesso de Cuba a aviões comerciais estará restrito. Os EUA também devem revogar as licenças de leasing que foram concedidas às companhias aéreas do governo cubano.

Outra sanção é com relação ao pedido de novas licenças, que a partir desta data está suspenso.

O comércio deve ser afetado com relação a introdução de bens estrangeiros com conteúdo dos Estados Unidos e restrições de exportações de Cuba para o país.

Cuba

O governo cubano ainda não se manifestou sobre o caso, mas a partir desta segunda feira devem ser avaliadas alternativas ou uma realização de negociações para tentar amenizar os impactos que estas ações podem causar no comércio local.

Most Popular Topics

Editor Picks