exercito americano deve deixar filipinas

Filipinas diz que acabar com o pacto militar com os EUA está “na direção certa”

Rodrigo Duterte, através do porta-voz do presidente das Filipinas, informou nesta quarta-feira (12/02) que a decisão do presidente de rescindir o acordo militar entre o país e os Estados Unidos, estão na direção certa. Ambos até então tinham um Acordo de Forças Visitantes (VFA).

Segundo eles a decisão de colocar um fim a VFA é um movimento na direção certa e que isso deveria ter acontecido a algum tempo já.

Nesta terça-feira (11/02) o governo das Filipinas notificou oficialmente o governo americano sobre a decisão de sair do VFA, não permitindo mais que as forças militares dos Estados Unidos participem de exercícios militares conjuntos em larga escala com o exército do país.

Essa rescisão deve entrar em vigor nos próximos 6 meses e não vai precisar que os EUA concorde com a decisão.

China deve tomar mais medidas para garantir suprimentos no controle de epidemias!

Direção Errada

Já o secretário de defesa americano, Mark Esper, disse que a retirada das tropas americanas do país e dos exercícios militares conjuntos é um passo para a direção errada.

Então porta-voz filipino disse que as declarações americanas eram de se esperar, já que o VFA mais favorece os Estados Unidos do que as Filipinas, pois trata-se de um posicionamento estratégico na região.

O presidente disse que já é hora do país fortalecer as suas defesas. Confiar em outro país para a própria defesa é algo ruim, que irá enfraquecer e deve travar os mecanismos de defesa. É preciso permanecer sozinho e deixar de ser um parasita de outro país para poder proteger a independência e soberania.

“Todos os movimentos são consistentes e estudados, sempre de acordo com o regulamento da política externa, só que independente. As relações externas devem ser ancoradas no interesse nacional e também no bem estar geral da população.”

Quando algum país ameaçar a integridade territorial ou agredir a soberania, será preciso aumentar os próprios recursos e defender com grande força a pátria, visto que os antepassados fizeram isso por muito tempo.

Plano antigo

Duterte vinha criticando duramente as políticas dos Estados Unidos, mas isso desde 2016 quando chegou ao poder. Desde então ele vem traçando um curso independente de política externa, já que as Filipinas é amiga de todas e inimiga de ninguém.

O acordo VFA foi assinado entre as Filipinas e os Estados Unidos em 1998. O acordo foi ratificado pelo senado filipino em 1999, ano em que havia completado sete anos do fechamento da última base americana no país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *