Governo da Nova Zelândia irá doar 100 mil dólares para Southland 0 124

southland otago nova zelandia

Diante das catástrofes que atingiram a região de Southland na Nova Zelândia, o Governo disse que fará uma doação de 100 mil dólares neozelandeses, cerca de 64 mil dólares americanos, para o Mayoral Relief Fund, responsável por estar à frente do apoio as comunidades que vem sofrendo com as inundações em Southland.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Além do anúncio do apoio à região, o ministro da Defesa Civil, Peeni Henare, disse nesta sexta-feira (07/02) que as inundações desta última semana causaram prejuízos bem significativos nas mais variadas comunidades locais.

“O clima severo desta semana e as subsequentes inundações afetaram os meios de subsistência das pessoas, levaram à evacuação de comunidades inteiras, encalharam viajantes e turistas e danificaram propriedades”

“Eu sei que este será um período difícil para muitas pessoas, mas foi ótimo que as pessoas tomassem medidas para manter a si e suas famílias em segurança e escutassem os conselhos oficiais”

Estas foram a palavras do Ministro durante o seu discurso e ainda agradeceu a todos os amigos e vizinhos que ajudaram os prejudicados em um bonito ato de um cuidando do outro.

China deve tomar mais medidas para garantir suprimentos no controle de epidemias.

Ajuda financeira

Peeni Henare ainda disse que a assistência financeira proposta pelo governo irá ajudar as comunidades que foram afetadas pelas enchentes em um processo de recuperação. Mas os fundos do auxílio Mayoral, são apenas uma maneira adicional de ajudar o povo local para se reerguer após o fim das inundações.

Todos os outros serviços de emergências e outras instituições ficaram contentes com o apoio do governo. Entre um que está mais trabalhando nos últimos dias é a Agência de Transportes da Nova Zelândia, pois ela vem fazendo um grande trabalho para reabrir as estradas e reparar os danos causados pelas catástrofes.

Ainda nesta sexta-feira, o Governo disponibilizou um financiamento extra de 100 mil dólares neozelandeses, que servirá de fundo para o apoio rural nas regiões de Southland e Otago. Assim os negócios agrícolas da região, devem receber um amparo diante das catástrofes.

Previous ArticleNext Article
Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Hidroxicloroquina se esgota em farmácias pelo Brasil após fala de Trump 0 44

hidroxicloroquina se esgota nas farmacias para tratar coronavirus

Em seu último discurso desta quinta-feira (19/03), o presidente americano, Donald Trump, disse que remédios a base de Hidroxicloroquina, pode ter efeitos bem promissores no combate ao coronavírus. Somente este pronunciamento foi motivo para que a droga se esgotasse em farmácias pelo Brasil.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

A ANVISA já se pronunciou e disse que os remédios com esta composição contam com efeitos benéficos contra malária, reumatismo, inflamação nas articulações, lúpus e outros, mas nada conclusivo em relação ao COVID-19.

Diversos portadores destas outras enfermidades podem encontrar dificuldades para encontrar a medicação de agora pra frente. Muitas farmácias estão vendendo o medicamento mesmo sem receita ou prescrição médica. Ficando sem o medicamento, as doenças desta parte da população pode se agravar e eles podem ficar ainda mais em risco.

Japão mais próximo de lançar a vacina contra COVID-19 com base em FAVIPIRAVIR.

Há pessoas que vem fazendo apelos para que as farmácias não vendam sem receita médica, para que o medicamento não se torne escasso na grande maioria das regiões.

Porém a Hidroxicloroquina não exige receita para comprar e como é um remédio bem exclusivo, são poucas as caixas em estoque, o que leva ao esgotamento nas farmácias pelo Brasil.

Efeitos colaterais

O presidente americano só citou parte das informações sobre a cloroquina, mas não informou que há sim efeitos colaterais, principalmente na automedicação e que não há estudos para indicar em qual estágio do coronavírus o remédio teria algum efeito relevante.

A automedicação representa um grave risco para à saúde.

Estudos

No Brasil, Arthur Weintraub, acessor especial do presidente, disse que há um pequeno estudo sobre a droga, nada ainda conclusivo. A Cloroquina juntamente com a Azitromicina, um antibiótico, apresentou uma eficácia no tratamento segundo as primeiras avaliações.

Na França já realizaram um estudo clínico com essa combinação em 20 pacientes e realmente houve uma redução na carga viral dos enfermos, mas por ser um número pequeno de “cobaias”, a eficácia tem resultado limitado, não indicando a evolução clínica.

Mas no caso do estudo francês, o vírus desapareceu no período de 6 dias.

Até o momento o remédio com maior eficácia no tratamento é o Favipiravir, que foi desenvolvido no Japão e em um breve estudo, mostrou resultados significativos em 340 pacientes. A China deve em breve publicar um estudo detalhado do uso do favipiravir.

Espanha fecha praias e proíbe banhos de mar em tentativa de impedir surto 0 77

praias espanha fechada por surto de coronavirus

Para tentar impedir a propagação do coronavírus, a Espanha a partir deste sábado (14/03) determinou o fechamento de praticamente todas as suas praias, proibindo que cidadãos e turistas pratiquem o nado ou simplesmente fiquem na beira-mar.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Diversas bandeiras vermelhas estão sendo espalhadas ao longo de toda a Costa del Sol, principalmente próximo a resorts conhecidos da região. Por conta da proibição de trabalho e da grande maioria estar em casa, as praias da Europa vinham sendo utilizadas constantemente pela população.

O governo espanhol declarou estado de emergência nesta última sexta-feira, onde o primeiro-ministro Pedro Sanchez informou que sacrifícios deverão ser feitos para conter o coronavírus.

Turismo espanhol

Málaga, uma das regiões que mais atrai turistas na Espanha, foi a primeira a fechar suas praias. Foram nove quilômetros de praias de Torrox a Nerja. Em Nerja, o prefeito José Alberto Armijo, além das praias, também proibiu o uso de jardins da cidade e também de parques.

A polícia foi convocada e está por toda a cidade para que as ordens da prefeitura sejam cumpridas.

policial expulsando cidadao da praia espanhola

A decisão foi publicada após a reunião extraordinária do Conselho de Administração da Junta de Andaluzia. Nele foi acordado a recomendação do fechamento de centros de lazer, lojas e locais públicos como jardins, parques e praias da região.

Uma das preocupações é que as crianças desrespeitem as regras já que as escolas foram fechadas. Todos os pais foram avisados sobre a proibição das praias e é preciso mantê-las dentro de casa caso isso seja necessário.

Recentemente o surto de coronavírus em Málaga contribuiu para duas mortes na região.

Calendário de pagamento do INSS sobre o adiantamento do 13º por Covid-19.

Medidas de emergência

Além de fechar as praias e parques, as medidas de emergência também incluem o fechamento de escolas, a desinfecção diária do transporte público e a suspensão de todos os eventos que possam aglomerar mais de mil pessoas.

A recomendação é que os cidadãos fiquem em casa, já que praticamente tudo está fechado.

Todas as praias ao longo da Costa Blanca, inclusive Benidorm estão fechadas. Os resorts da região devem intensificar o controle.

Most Popular Topics

Editor Picks