Tiroteio em El Paso poderá ser investigado como “terrorismo doméstico” 0 130

Tiroteio em El Paso poderá ser investigado como "terrorismo doméstico" 1

O tiroteio que matou 20 pessoas na cidade fronteiriça de El Paso, no Texas, será tratado como um caso de “terrorismo doméstico”, disseram autoridades dos Estados Unidos.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

EUA, o caso de El Paso e o terrorismo doméstico

Tiroteio em El Paso poderá ser investigado como "terrorismo doméstico" 2

O anúncio veio no domingo, quando o México declarou que vai tomar medidas legais para proteger seus cidadãos nos Estados Unidos. Seis mexicanos estão entre os que foram mortos no ataque de sábado contra uma loja do Walmart, segundo autoridades.

O governador do Texas, Greg Abbott, disse que o ataque parecia ser um crime de ódio, e a polícia citou um “manifesto” que atribuíram ao suspeito como evidência de que o derramamento de sangue era racialmente motivado.

Um promotor estadual disse que eles buscarão a pena de morte para o suspeito, Patrick Crusius, 21, de Allen, Texas.

O promotor norte-americano do distrito ocidental do Texas, John Bash, disse que as autoridades federais estão tratando o ataque com armas de fogo como um caso de “terrorismo doméstico”.

“E vamos fazer o que fazemos aos terroristas neste país, que é garantir uma justiça rápida e certa”, disse Bash a repórteres em uma coletiva de imprensa.

Ele disse que o ataque parecia “destinado a intimidar uma população civil, para dizer o mínimo”.

O chefe de polícia de El Paso, Greg Allen, disse que o suspeito estava cooperando com os investigadores.

“Ele basicamente não segurou nada”, disse Allen na entrevista coletiva de domingo, mas se recusou a elaborar.

A polícia disse que o suspeito abriu fogo com um rifle contra os compradores, muitos dos quais procuravam barganhas por suprimentos de volta às aulas, depois se renderam aos policiais que o confrontaram do lado de fora da loja.

Detalhes do caso

Os assassinatos no Texas foram seguidos apenas 13 horas depois por outro tiroteio em massa em Dayton, Ohio, onde um homem armado matou nove pessoas em menos de um minuto e feriu outras 27 no centro histórico da cidade antes de ser morto pela polícia.

‘Barbarismo xenófobo’

O Crusius vem de Allen, um subúrbio de Dallas, a 1.046 km a leste de El Paso, que fica ao longo do Rio Grande, em frente à fronteira dos EUA com o México, a partir de Ciudad Juarez.

Um comunicado de quatro páginas postado em um fórum online, que se acredita ter sido escrito pelo suspeito antes do ataque, o chamou de “uma resposta à invasão hispânica do Texas”.

O condado de El Paso é mais de 80 por cento latino, de acordo com os dados mais recentes do censo. Dezenas de milhares de mexicanos atravessam legalmente a fronteira todos os dias para trabalhar e fazer compras na cidade.

O presidente do México, Andres Manuel López Obrador, disse que seis cidadãos mexicanos estão entre as 20 pessoas mortas no tiroteio, e outras nove estão entre as 26 vítimas que ficaram feridas.

Marcelo Ebrard, ministro das Relações Exteriores do país, disse que o México tomará medidas legais “no marco do direito internacional”.

Análise: Por que os americanos são resistentes a mudanças na lei de armas? (04:36)
“O presidente me instruiu a garantir que a indignação do México se traduza em … ações legais eficientes, rápidas e eficazes para que o México assuma um papel e exija que sejam estabelecidas condições que protejam … os mexicanos nos Estados Unidos”, disse Ebrard. disse em um vídeo postado no Twitter.

Jesus Seade, vice-ministro das Relações Exteriores do México para a América do Norte, condenou o ataque e pediu o fim da retórica que incita à “barbárie xenófoba”.

“O mundo moderno não pode permitir tais atos de BARBARISMO XENÓFOBICO, que não acontecem no vácuo. CESSA completamente a RETÓRICA que os incita”, escreveu ele.

A retórica de Trump

Mais cedo no Twitter, o presidente dos EUA, Donald Trump, se referiu ao tiroteio como “um ato de covardia”.

“Eu sei que estou com todos neste país para condenar o ato odioso de hoje. Não há razões ou desculpas que justifiquem a morte de pessoas inocentes”, disse ele.

Candidatos à presidência democrata tentaram culpar Trump pelo tiroteio de El Paso, dizendo que sua linguagem contra minorias promoveu divisão racial e violência.

Cory Brooker, senador por Nova Jersey, disse no “State of the Union” da CNN que Trump era “responsável porque está alimentando medos, ódio e fanatismo”. Beto O’Rourke, um ex-congressista de El Paso, disse acreditar que Trump era um nacionalista branco que estava “encorajando mais racismo neste país”.

O chefe do Estado-Maior interino da Casa Branca, Mick Mulvaney, refutou as alegações dos democratas, no entanto.

Mulvaney chamou os recentes tiroteios de uma “dificuldade” enfrentada pelos EUA que “antecede essa administração por muitos e muitos anos”.

Ele disse que deve haver alguma discussão pública sobre as leis de armas, bem como o papel das mídias sociais, mas ressaltou que os atiradores em El Paso e Dayton são pessoas “doentes” e que “nenhum político é culpado por isso”.

Estes foram os 250 e 251 massacres em massa este ano nos EUA, de acordo com o Gun Violence Archive, uma ONG. Ele define um tiroteio em massa como um incidente em que pelo menos quatro pessoas são feridas ou mortas em um tiroteio.

Fonte:Al Jazeera

Previous ArticleNext Article
Graduada e Mestre em História. Faço parte da equipe de redação do portal TV É Brasil. Além de professora e historiadora, sou redatora web freelancer/autônoma. Uma verdadeira amante da cultura, arte e entretenimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Último parente vivo de Hitler é preso por pedofilia 0 63

romano lukas hitler preso pedofilia

O último parente vivo de Adolf Hitler, pelo menos é o que diz Romano Lukas Hitler, foi preso por pedofilia nesta quinta-feira (05/09), após beijar uma adolescente de 13 anos. Ele que mora na cidade de Goerlitz na Alemanha, tem 69 anos.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Tudo começou quando Romano Lukas foi até uma residência onde o dono era responsável por vender objetos usados. Mas Lukas não tinha interesse nos objetos, apenas na filha do trabalhador.

O beijo foi dado nas bochechas e no pescoço da garota, após alguns dias levando doces, roupas e outros presentes até a sua casa. Segundo o pai, Piotr, Lukas Hitler chegou a levar flores de plástico e pedir a moça em casamento. Logo após os beijos ele foi denunciado à polícia por pedofilia.

Durante seu depoimento no tribunal, o parente de Hitler se defendeu dizendo que era um beijo inofensivo e que este era um costume alemão de “boas vindas”. Mas o juiz responsável pelo caso não levou em consideração e condenou o réu. Ele teve que pagar uma multa de 800 euros e está em liberdade.

O juiz decidiu que ele não poderá também se aproximar da adolescente.

Último parente vivo do nazista Hitler

Romano Lukas de Goerlitz, diz que o pai de Adolf Hitler, Alois, teve um irmão mais novo, onde o seu neto acabou migrando para a Eslováquia após o fim da Segunda Guerra Mundial. Esse neto é o seu pai, que veio a falecer e Lukas foi encaminhado para um monastério e depois adotado por uma família polonesa.

O alemão Hitler diz não se incomodar com o sobrenome, onde o mesmo se encontra na sua carteira de identidade, cartões de crédito e até no passaporte. Sua maior dificuldade com isso é na hora de procurar emprego, pois acaba gerando um certo “temor”. Mas ele diz que esta é uma “cruz que precisa carregar”.

Ranking da maior contratação do futebol brasileiro de todos os tempos 0 82

ranking maiores transferencias brasil

Nesta semana o Globo Esporte fez uma enquete com 100 jornalistas e ex-jogadores para criar um ranking com a maior contratação do futebol brasileiro de todos os tempos. O jornal eletrônico esportivo da Globo quis ouvir qual a opinião nacional sobre o tema, criando um questionário com diversas alternativas a serem votadas.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Após a conclusão do questionário, ficou definido o TOP 10 das principais transferências realizadas entre times brasileiros, onde na liderança absoluta ficou a ida do baixinho Romário para o Flamengo em 1995.

Ranking Oficial das maiores contratações do futebol brasileiro de todos os tempos

O hoje senador Romário Farias, apareceu em 92 das 100 listas preenchidas por jornalistas e ex-jogadores. A ida ao Flamengo no auge de sua carreira foi inclusive colocada em primeiro lugar em 77 questionários. Nos outros 15 ele aparece no TOP 3, dando uma enorme vantagem com relação ao segundo colocado.

PSG anuncia proposta oficial sobre Neymar.

O Baixinho somou 420 pontos, número da soma de 77 primeiros lugares, 10 na segunda colocação e 5 da terceira.

Como funcionou a votação do TOP3?

Para cada voto em primeiro lugar o jogador recebia 5 pontos. Toda vez que era colocado em segundo lugar 3 pontos e em terceiro 1 ponto.

Em segundo lugar ficou a ida de Ronaldo ao Corinthians em 2008. 53 pessoas citaram o Fenômeno entre as três primeiras colocações, dando a Ronaldo 141 pontos. Ele foi indicado 9 vezes em primeiro, 26 vezes em segundo e 18 em terceiro.

E o terceiro colocado ficou para Ronaldinho Gaúcho. A menção foi com relação a sua chegada no Flamengo em 2011. Ele foi citado 4 vezes em primeiro, 11 vezes em segundo e 19 vezes em terceiro. O seu total de pontos foi 72.

Ranking 2019

Segundo a experiência proposta, na temporada atual o nome mais citado das recentes contratações foi Daniel Alves. Com a ida ao São Paulo ele ficou em quarto lugar com 66 pontos, sendo citado 4 vezes em primeiro, 10 em segundo e 16 vezes em terceiro lugar.

TOP 12 das maiores contratações no Brasil

O Top 12 ficou da seguinte maneira:

  • Romário (Flamengo) com 420 pontos;
  • Ronaldo (Corinthians) com 141 pontos;
  • Ronaldo Gaúcho (Flamengo) com 72 pontos;
  • Daniel Alves (São Paulo) com 66 pontos;
  • Tévez (Corinthians) com 49 pontos;
  • Seedorf (Botafogo) com 48 pontos;
  • Bebeto (Vasco) com 31 pontos;
  • Rivellino (Fluminense) com 19 pontos;
  • Zico (Flamengo) com 11 pontos;
  • Leônidas (São Paulo) com 9 pontos;
  • Tostão (Vasco) com 8 pontos;
  • Raí (São Paulo) com 5 pontos.

E você o que achou deste ranking?

Most Popular Topics

Editor Picks