Skip to content

Confrontos eclodem em protesto em Paris contra reforma da previdência

4 de janeiro de 2020
protestos contra reforma previdencia paris franca

Diversos manifestantes tomaram as ruas de Paris neste sábado (04/01) contra os planos de reforma da previdência que o governo francês está tentando implementar no país. A estação Gare du Nord e Gare de I’Est contou com a presença de muitos, onde houve a necessidade da polícia intervir para conter a multidão.

Diversos manifestantes e também ativistas dos “coletes amarelos”, conhecidos na região, acabaram colocando fogo em cestos de lixo e causavam alvoroço pela região. A polícia então atirou gás lacrimogêneo contra a multidão.

Parte da França vem sendo prejudicada com as greves nos transportes desde o último mês. Outra manifestação já está marcada para o dia 09 de janeiro.

Saque imediato do FGTS em 2020 não terá impacto do novo salário mínimo.

Comunicado de Macron

Emmanuel Macron fez um comunicado para a população, explicando o porque as reformas são necessárias. Segundo ele hoje o sistema de aposentadorias é muito complicado e que há uma necessidade de simplificar isso.

Porém os adversários políticos do atual presidente dizem para a grande massa da população que será necessário trabalhar muito mais tempo para conseguir se aposentar.

Manifestantes disseram:

“A população francesa precisa pensar um pouco sobre qual o tipo de sociedade elas querem, em um nível mais pessoal, caso você tenha 20, 30, 40 ou mais anos, um dia se aposentará. Caso este sistema seja aprovado como foi apresentado, a catástrofe social está garantida. Em reformas anteriores a população que se aposentou, está recebendo pensões baixíssimas.”