Pelo menos 40 pessoas morrem em bombardeio em um centro de migrantes em Trípoli 0 73

Pelo menos 40 pessoas morrem em bombardeio em um centro de migrantes em Trípoli 1

Um ataque aéreo na terça-feira chegou a um centro de detenção para imigrantes, a maioria africanos, em um subúrbio de Trípoli, a capital da Líbia, com saldo de pelo menos 40 mortos e 80 feridos, informou um funcionário da saúde.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Ataque em Trípoli

Este é o maior número de vítimas de um ataque aéreo ou bombardeio desde que as forças do leste leais a Khalifa Haftar lançaram, há três meses, uma ofensiva com tropas terrestres e aviões para tomar a capital do governo internacionalmente reconhecida.

O conflito faz parte do caos no país produtor de petróleo e gás depois da queda das tropas de oposição, com o apoio da Otan, Muammar Gaddafi em 2011.

Malek Mersek, porta-voz dos serviços médicos de emergência do estado, disse que 40 pessoas morreram e 80 ficaram feridas no ataque ao centro de detenção no subúrbio de Tajoura, localizado perto de um campo militar.

O governo de Trípoli disse em um comunicado que dezenas de pessoas foram mortas e feridas em um ataque aéreo atribuído ao “criminoso de guerra Khalifa Haftar”.

Fotos publicadas mostraram migrantes africanos submetidos a cirurgia em um hospital após o ataque. Outros se deitaram em camas, algumas cobertas de poeira ou com membros enfaixados.

A Líbia é o principal ponto de partida para os imigrantes africanos que fogem da pobreza e da guerra e tentam chegar à Itália de barco, mas muitos deles são interceptados pela guarda costeira da Líbia, apoiada pela União Europeia, que quer impedir fluxo migratório

Milhares de migrantes estão detidos em centros de detenção administrados pelo governo no oeste da Líbia, em condições muitas vezes desumanas, de acordo com organizações humanitárias e as Nações Unidas.

Previous ArticleNext Article
Graduada e Mestre em História. Faço parte da equipe de redação do portal TV É Brasil. Além de professora e historiadora, sou redatora web freelancer/autônoma. Uma verdadeira amante da cultura, arte e entretenimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Weliton Costa e Eduardo chegam na Polícia Civil para esclarecer caso Clayton 0 39

eduardo weliton costa policia civil

Suposta ameaça contra o cantor Clayton da dupla sertaneja Clayton e Romário, fez com que Welinto e Eduardo Costa comparecessem à Polícia Civil nesta terça-feira (14/01) para prestar depoimento. Porém o caso só foi divulgado nesta quarta.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

O depoimento à polícia aconteceu em Belo Horizonte, onde a delegacia responsável pelo caso não deu nenhuma informação relevante sobre o caso, pois o processo ainda está em investigação. Até o momento todos os detalhes estão na Justiça e ainda é preciso que as audiências aconteçam nos próximos dias para que todos os envolvidos contem as suas versões.

Estava previsto para que Weliton Costa e o cantor Eduardo Costa fossem hoje na delegacia, mas os dois acabaram indo um dia antes para agilizar as investigações e pegar a imprensa de surpresa.

Maníaco do Sandero trocava as placas do carro para não ser identificado pela Polícia.

Ambos chegaram a assinar um termo circunstanciado de ocorrência (TCO) diante da Polícia Civil. Porém o documento também foi encaminhado para análise da Justiça.

Acusação

No último dia 23 de dezembro, o cantor Clayton fez um Boletim de Ocorrência (BO), onde relata estar sendo ameaçado tanto por Weliton Costa, como pelo próprio Eduardo Costa.

As mensagens de ameaça teriam sido enviadas para o seu irmão com as ameaças. O irmão de Clayton é o próprio Romário da dupla.

O motivo das ameaças estaria relacionado a uma ex namorada de Eduardo Costa, que atualmente está namorando Clayton. O nome dela é Victória Villarim, mas não se sabe se apenas isso é o real motivo das provocações e ameaças.

Peritos criminais realizam mobilizações em Caxias do Sul, Santa Maria e Pelotas 0 31

Peritos criminais realizam mobilizações em Caxias do Sul, Santa Maria e Pelotas 2

A mobilização dos Peritos Criminais do Rio Grande do Sul e dos demais servidores do Instituto Geral de Perícias prossegue por todo o estado durante a semana, com reforço nas cidades de Caxias do Sul (segunda feira-13/01), Santa Maria (quarta-feira-15/01) e Pelotas (sexta-feira-17/01).

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

A mobilização ocorre em meio ao debate sobre os projetos encaminhados pelo governador Eduardo Leite à Assembleia Legislativa, entre os quais o que trata do subsídio dos servidores vinculados ao IGP.

As ações começaram na Capital juntamente com a Operação Padrão, a partir do dia 07 de janeiro. E se estenderá por todo o mês ou até que seja concluída a negociação com o Governo.

Confira a agenda da Semana:

Segunda-feira – 13 de janeiro:  Caxias do Sul, das 9h às 12h em frente ao Posto de Identificação (Rua Júlio de Castilhos, 2555)

Quarta-feira – 15 de janeiro: Santa Maria, das 9h às 12h em (Rua Dr. Alberto Pasqualini, 28)

Sexta-feira- 17 de janeiro: Pelotas, das 9h às 12h em frente ao Posto de Identificação (Avenida Bento Gonçalves, 4302)

Most Popular Topics

Editor Picks