Trump se encontra com Theresa May e a rainha Elizabeth II 0 154

trump melina londres

Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, chegou a Londres na manhã desta segunda-feira (03/06), onde deverá passar três dias no Reino Unido, com o foco de visitar a primeira ministra britânica, Theresa May e também a rainha Elizabeth II.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Mas como o presidente americano gosta de uma polêmica, durante a viagem Trump lançou um tweet contra o prefeito de Londres, Sadiq Khan, criticando o seu trabalho na cidade. No tweet ele escreveu:

“Sadiq Khan, que faz um péssimo trabalho como prefeito de Londres, tem sido de modo insensato ‘desagradável’ com o presidente dos Estados Unidos, de longe o aliado mais importante do Reino Unido. Ele é um total perdedor que deveria se concentrar no crime em Londres, não em mim…”

Sadiq neste final de semana criticou toda a cordialidade que está sendo oferecendo ao americano, principalmente por ser apenas uma visita de Estado. O prefeito é do Partido Trabalhista e é contra as políticas adotadas por Trump, o comparando inclusive com os fascistas do século XX.

No seu artigo publicado no jornal The Observer ele compara o presidente aos extremistas Viktor Orban (Hungria), Marine Le Pen (França), Matteo Salvini (Itália) e Nigel Farage (Reino Unido. Além desta publicação, no final de 2017, Khan chegou a pedir à Theresa May que não realizasse qualquer convite para Trump ir até o Reino Unido.

Encabeçado inclusive por Khan e outros ativistas, a última visita de Trump em julho de 2018 teve diversos protestos. Foram usadas diversas faixas e até mesmo um balão inflável gigante do Trump bebê, encarado como uma verdadeira afronta pelos apoiadores do presidente.

Trump e a rainha Elizabeth II

Donald Trump e Melania Trump, a primeira dama dos Estados Unidos, devem se hospedar na residência do embaixador americano em Londres. O casal americano deve ser recebido em uma cerimônia privada pela rainha Elizabeth II, no Palácio de Buckingham, onde devem ter um agradável almoço.

Trump deve nesta tarde visitar a Abadia de Westminster, e depois tomar o famoso chá inglês, com o príncipe Charles e sua esposa Camila, herdeiros do trono britânico. A noite Trump deve reencontrar com a rainha Elizabeth, participando de um banquete.

Foto divulgação: Doug Mills/The New York Times

Previous ArticleNext Article
Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ranking 2020 com as melhores cidades para fazer intercâmbio é divulgada 0 76

melhor cidade do mundo intercambio

O ranking com as melhores cidades do Mundo para fazer intercâmbio foi divulgado e Londres é eleita pelo segundo ano consecutivo como a melhor para estudantes. O ranking foi divulgado pela consultoria britânica Quacquarelli Symonds (QS) e faz parte do caso sobre “Melhores Cidades para Estudar”.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Neste ranking a capital do Reino Unido acabou ficando à frente de outras duas excelentes cidades do mundo, Tóquio no Japão e Melbourne na Austrália. Este é o top 3 preferido e que oferecem as melhores condições para estudantes do mundo todo.

Lista atualizada de melhores cidades para fazer intercâmbio

A pesquisa foi feita e chegou a conclusão destes números após obter a resposta de mais de 87 mil estudantes do mundo todo. Inclusive muitos já fazem intercâmbio e outros demonstram interesse em aprimorar suas atividades, principalmente o idioma, fora de seu país de origem.

A pesquisa segue um criterioso sistema para pontuar todas as principais cidades do mundo. Entre as perguntas estão as principais atividades dos empregadores, quais são as diversidades estudantis, custos de estudo, número de universidades, quais fazem parte de um alto nível e muito mais.

Londres é caro

Estudantes de intercâmbio reclamam de Londres apenas com relação ao custo de vida no ambiente. Ela é uma das mais caras, porém conta com as melhores pontuações em todos os outros critérios. Segundo o ranking e até mesmo os próprios intercambistas do Reino Unido, todas as outras qualidades compensam os altos valores.

Ranking com as 10 melhores cidades para estudar

Neste ano as melhores cidades para fazer intercâmbio são:

  1. Londres (Grã-Bretanha)
  2. Tóquio (Japão)
  3. Melbourne (Austrália)
  4. Munique (Alemanha)
  5. Berlim (Alemanha)
  6. Montreal (Canadá)
  7. Paris (França)
  8. Zurique (Suíça)
  9. Sydney (Austrália)
  10. Seul (Coreia do Sul)

Mas e o Brasil?

Não é surpresa não ter nenhuma cidade no TOP 10 da Quacquarelli Symonds, mas como a empresa se preocupa em fazer uma pesquisa de qualidade há cerca de 150 cidades e então o Brasil aparece com duas opções neste resultado mais abrangente.

A primeira melhor cidade do Brasil para fazer intercâmbio ou até mesmo para os próprios brasileiros estudarem é São Paulo, hoje ela está na 76ª colocação. O Rio de Janeiro conta com a 102ª colocação.

Porém na lista de cidades da América Latina, São Paulo está em 4º.

TOP 7 melhores cidades da América Latina para intercâmbio

  1. Buenos Aires (Argentina) (31)
  2. Cidade do México (México) (53)
  3. Santiago (Chile) (54)
  4. São Paulo (Brasil) (76)
  5. Bogotá (Colômbia) (82)
  6. Monterrey (México) (91)
  7. Lima (Peru) (98)

O mercado de intercâmbio no Brasil vem crescendo nos últimos ano, sempre superando a margem de 15%. Um número interessante sobre esta pesquisa é que cerca de 356 mil intercambistas do último senso mudaram-se para países ou regiões cujo o idioma predominante é o inglês.

Muitos foram para cidades dos EUA, Canadá, Reino Unido, Irlanda, Malta e também Austrália.

STF manda abastecer navio do Irã mesmo contra vontade da Petrobras 0 82

bavand navio iraniano

Após os problemas com os Estados Unidos e Reino Unido, a Petrobras estava barrando o abastecimento do navio iraniano Termeh, que deveria sair durante esta semana do Porto de Paranaguá, no litoral paranaense totalmente abastecido para retornar ao seu país de origem, o Irã.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Mas neste sábado (27/07) a mando do Supremo Tribunal Federal (STF), Termeh e outro navio iraniano, o Bavand, a Petrobras teve que iniciar o abastecimento ainda na madrugada. A fornecedora havia recusado o abastecimento por que temia uma repressão americana, levando em consideração os últimos problemas com o país árabe.

Termeh foi abastecido e já a partir das 13h seguia rumo ao litoral catarinense, quando deve finalmente seguir viagem para o Irã. Já Bavand deve seguir viagem ainda nesta madrugada de sábado para domingo.

A decisão partiu de Dias Toffoli, o presidente do STF, que já havia resolvido o caso na última quarta-feira (24/07), mas somente neste final de semana os navios iranianos começaram o abastecimento.

Termeh e Bavand

MV Bavand, petroleiro do Irã, seguirá viagem para o porto de Bandar Iman Khomeini (IRBIK). Ele chegou no porto de Paranaguá no último dia 08 de junho, onde foi carregado com 48 mil toneladas de milho e cerca de 1,3 mil toneladas de combustível para o Irã. A viagem até Bandar deve durar 37 dias.

Termeh estava no porto paranaense desde o último dia 09 de junho, onde carregará 600 toneladas de combustível e aproximadamente 60 mil toneladas de milho. Antes de seguir até Bandar, ele passará pelo Porto de Imbituba em Santa Catarina.

Programação de abastecimento

A empresa responsável por efetuar o abastecimento dos navios, que é uma terceirizada da Petrobras, disse que Bavand e Termeh estão sob a agenda da agência marítima e precisaram esperar na fila do porto para o abastecimento.

Neste ano ao todo seis navios estrangeiros passaram por Paranaguá apenas para abastecer o combustível fornecido pela Petrobras. Eles seguiram viagem para os seus países de origem que eram além do Irã, também a Dinamarca, Libéria e Bahamas.

Most Popular Topics

Editor Picks