Nascidos em Dezembro podem sacar o abono do PIS a partir desta terça 0 258

pagamento pis nascidos em dezembro

A partir desta terça-feira (10/12) todos os trabalhadores da iniciativa privada que nasceram em dezembro e que possuem conta-corrente ou poupança na Caixa Econômica Federal, poderão desfrutar do abono salarial do PIS. O pagamento será feito de forma automática na conta do beneficiário.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Já quem não possui conta na Caixa, mas nasceu em dezembro e tem direito ao PIS, poderá fazer o saque a partir da próxima quinta-feira (12/12).

Servidores públicos que recebem o abono do Pasep por outro lado, mesmo que nascidos em dezembro, devem receber seus valores através do Banco do Brasil, somente em janeiro de 2020.

Prêmio da Mega Sena pode ficar limitado em 2020.

Direito do PIS

Para poder receber até R$ 998 (um salário mínimo), será necessário ter registro com carteira assinada, por um período mínimo de cinco anos. Para receber este ano, é preciso também ter trabalhado por pelo menos 30 dias em 2018, onde o pagamento será proporcional ao número de meses trabalhados. Só irá receber o abono do PIS cheio, se tiver trabalhado os 12 meses em 2018.

Se você trabalhou, por exemplo, apenas dois meses com registro em 2018, seu direito será R$ 166,33. Basta dividir R$ 998 por 12 e multiplicar pelo número de meses trabalhados.

Consultando o direito ao PIS

Para saber se você tem direito ao saque do abono do PIS, é possível ter acesso as informações através do aplicativo Caixa Trabalhador, pelo telefone 0800-726-0207 ou no site www.caixa.gov.br/PIS. Em todos os casos esteja com o número do PIS em mãos.

Calendário de pagamento do PIS a partir de Dezembro

  • Nascidos em Dezembro = Correntistas a partir do dia 10/12/2019 e não correntista a partir do dia 12/12/2019;
  • Nascidos em Janeiro e Fevereiro = Correntistas a partir do dia 14/01/2020 e não correntista a partir do dia 16/01/2020;
  • Nascidos em Março e Abril = Correntistas a partir do dia 11/02/2020 e não correntista a partir do dia 13/01/2020;
  • Nascidos em Maio e Junho = Correntistas a partir do dia 17/03/2020 e não correntista a partir do dia 19/03/2020.
Previous ArticleNext Article
Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sete mil militares da reserva serão responsáveis por atualizar fila do INSS 0 167

militares da reserva inss

Jair Bolsonaro está preocupado com os milhares de benefícios que estão parado hoje na fila de concessões do INSS.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

E para resolver esta situação o mais breve possível e trazer alívio para a população, deverá estar assinando um decreto até este fim de semana, onde poderá contratar até sete mil militares da reserva para analisar e regularizar o problema.

Para poder contratar os militares o governo precisará desembolsar algo em torno de R$ 15 milhões por mês, segundo o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho.

Mas apesar dos altos investimentos, ainda sim o governo poderá estar lucrando, pois benefício parado significa pagamento de atrasados com correção monetária, o que fará que uma grande parte do orçamento seja destinado a arcar com os custos desta correção.

Juros e correção monetária

A Reuters publicou no último mês de 2019 que os benefícios estavam parados pela falta de pessoal. E segundo estimativas a cada ano o impacto pelo atraso pode gerar um prejuízo de quase 10 bilhões de reais por ano.

Atualmente são mais de 2 milhões de benefícios parados à espera de análise pela falta de pessoal no Instituto Nacional do Seguro Social. Mas mesmo eliminando o que dá, todos os meses há novos 900 mil pedidos, uma grande parte proveniente de segurados que acabaram passando pelo pente fino do último ano.

Se a medida proposta por Bolsonaro acontecer até este fim de semana, a expectativa é que os militares da reserva exerçam a atividade a partir do próximo mês de abril.

A estimativa é que com essa força tarefa militar tudo estará em ordem no prazo de até 6 meses.

Compras no débito terão reembolso para gastos nos cartões Visa do Bradesco e Sicredi 0 225

promocao visa cashback sicredi

Você faz muitas compras no débito? Saiba que a Visa está com uma ação até o próximo dia 31 de janeiro de 2020, onde irá devolver uma parte dos valores gastos em compras através dos cartões de débito Visa do Bradesco ou da Sicredi.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

É comum promoções assim, mas sempre nas opções de crédito. Essa é uma das primeiras vezes que o débito é escolhido para ser beneficiado. A Visa está tentando ampliar a tecnologia “Cashback”, cujo o objetivo principal é fidelizar os seus consumidores.

No Brasil, a opção de débito vem aumentando dia após dia, onde uma grande massa da população brasileira vem evitando estar portando dinheiro em papel, até por uma questão de segurança.

A Visa também está pensando naqueles que não contam com cartão de crédito e que acabam ficando de fora de soluções mais modernas, digitais e também de promoções como esta.

Novo Galaxy S11 e outros modelos serão lançados a partir do dia 11 de fevereiro.

Cashback Bradesco e Sicredi

Para poder participar da promoção de cashback do Bradesco, chamada 10 10, será preciso fazer um cadastro no site. Assim as compras a partir de R$ 10 na função débito, terão uma devolução no valor de R$ 10 como cashback, que poderá ser reembolsada na conta corrente.

No Sicredi a promoção funciona diferente. A cada compra acima de R$ 10 no débito, será contabilizado um ponto para o dono do cartão Visa. Então assim que acumular dez pontos, irá receber os seus R$ 10 de reembolso na conta corrente.

Mas na Sicredi, quem acumular os 10 pontos em máquinas de cartão Sicredi, irá receber um cashback em dobro, ou seja, R$ 20.

Também é preciso fazer um cadastro no site e conferir todos os detalhes das campanhas.

Most Popular Topics

Editor Picks