Localização de usuários do Facebook é monitorada mesmo estando desligada 0 96

facebook compartilha localizacao mesmo com gps desativado

Nesta terça-feira (17/12) o Facebook teve uma informação vazada que está deixando os usuários e governo preocupado. A empresa admitiu que faz o monitoramento de localização de seus usuários, mesmo com a função do GPS (Geolocalização) estando desativada. O motivo? Questões de segurança e publicidade.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Em uma carta deste mês de dezembro enviada ao senador Chris Coons (democrata) e a Josh Hawley (republicano), no Congresso dos Estados Unidos dizia o seguinte:

“Inclusive sem a ativação dos serviços de localização, o Facebook ainda pode saber onde o usuário está com base em informações que ele e outros fornecem através de suas atividades e conexões com nossos serviços”.

A informação foi divulgada por uma jornalista do jornal The Hill. Ela publicou esta informação no Twitter e Josh Hawley retuitou sua publicação. Além disso ele fez o seguinte comentário:

“Facebook admite. Você apaga os serviços de localização mas eles sabem onde você está para ganhar dinheiro. Não há como escapar. Não há controle sobre sua informação pessoal. Isto é a Grande Tecnologia. É por este motivo que o Congresso precisa agir”.

Decisão da Justiça reduz multa do Facebook por reter mensagens do WhatsApp para investigação.

Mais de 2 bilhões de usuários expostos

O Facebook é uma marca mundial e está presente na vida de praticamente todos os usuários com acesso à internet. São mais de dois bilhões de usuários com ativos e todos eles estão sujeitos as políticas de privacidade e publicidade da plataforma.

Todos eles são fundamentais no faturamento com publicidade que é “ultra segmentada” e atinge diretamente aqueles que serão compradores em potencial às marcas.

Processos

No Brasil e em outros países, o Facebook está enfrentando diversos processos por esta questão de privacidade. A empresa foi notificada nesta semana pelo governo brasileiro para que possa prestar esclarecimentos sobre o compartilhamento de dados, após oficializar a integração da plataforma com o WhatsApp.

Você pode notar que agora quando entra no WhatsApp está aparecendo um “Powered by Facebook”. Esse fato fez a Secretaria Nacional do Consumidor, que faz parte do Ministério da Justiça, entrar com explicações, pois há uma atualização nos seus termos de uso, onde os dados do Whats, podem estar sendo compartilhados com o Facebook para direcionar publicidade.

Previous ArticleNext Article
Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Felipe Neto comenta cobertura da imprensa em Suzano: “O jornalismo brasileiro não têm o menor preparo para lidar com isso” 0 767

Felipe Neto comenta cobertura da imprensa em Suzano: "O jornalismo brasileiro não têm o menor preparo para lidar com isso" 5

Famosos – O empresário e youtuber Felipe Neto postou recentemente em sua conta oficial no Twitter um comentário a respeito da forma como a mídia realizou a cobertura do massacre ocorrido em uma escola em Suzano, na Grande São Paulo.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Apesar do referido massacre na escola não ter sido o primeiro ocorrido no país, ele chocou pelo modo como tudo aconteceu, tendo características bastante diferentes daquelas apresentadas nos outros ataques até então.

Você também pode se interessar por:

O caso estampou os destaques em diferentes portais de notícias e jornais no Brasil inteiro e na televisão também. Contudo, conforme apontam alguns especialistas, diversos veículos da mídia não efetuaram uma abordagem muito apropriada e segura do caso.

O youtuber Felipe Neto também deixou evidente o quanto alguns portais de notícias divulgaram o caso, elaborando as matérias de tal forma que explicitaram detalhes que não deveriam ser difundidos e dando um excessivo destaque aos atiradores de Suzano, o que pode ser nocivo e incentivar outros ataques semelhantes pelo país.

Felipe Neto postou o seguinte: “É inacreditável. O G1 recriou cada passo dos assassinos, ensinou cada movimento deles, detalharam as armas, como executaram e como se mataram. O jornalismo brasileiro não tem o menor preparo pra lidar com isso. Não pode! Risco IMENSO de criar uma epidemia de atentados!”.

Veja abaixo o tweet postado por Felipe Neto no Twitter:

Vários usuários da rede social e seguidores de Felipe Neto concordaram com ele, expressando o quanto achavam equivocada e perigosa a abordagem feita pela imprensa sobre o caso, não somente a realizada pelo G1, mas pelo R7 e canais de televisão.

YouTube do Esporte Interativo vai transmitir jogos da champions ao vivo com narração 0 761

YouTube do Esporte Interativo vai transmitir jogos da champions ao vivo com narração 6

O canal Esporte Interativo acabou de anunciar que sua irá transmitir os jogos da Liga dos Campões desta terça-feira ao vivo no YouTube, mas somente com narração de áudio. Os fãs do futebol que não tem conta no facebook, podem acompanhar o jogo pelo youtube abaixo.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Os usuários do Facebook poderão acompanhar a partida ao vivo com imagens, veja aqui como acessar a página do Esporte Interativo.

Na tarde de hoje (12) teremos dois grandes jogos pela Liga dos Campeões da Europa, entre Juventus x Atlético de Madrid e Manchester City e Shalke 04. Ambas as partidas terão transmissão ao vivo pelo Facebook, pelo TNT e EI Plus ao vivo online.

 

Most Popular Topics

Editor Picks