Skip to content

Felipe Neto comenta cobertura da imprensa em Suzano: “O jornalismo brasileiro não têm o menor preparo para lidar com isso”

15 de março de 2019

Famosos – O empresário e youtuber Felipe Neto postou recentemente em sua conta oficial no Twitter um comentário a respeito da forma como a mídia realizou a cobertura do massacre ocorrido em uma escola em Suzano, na Grande São Paulo.

Apesar do referido massacre na escola não ter sido o primeiro ocorrido no país, ele chocou pelo modo como tudo aconteceu, tendo características bastante diferentes daquelas apresentadas nos outros ataques até então.

Você também pode se interessar por:

O caso estampou os destaques em diferentes portais de notícias e jornais no Brasil inteiro e na televisão também. Contudo, conforme apontam alguns especialistas, diversos veículos da mídia não efetuaram uma abordagem muito apropriada e segura do caso.

O youtuber Felipe Neto também deixou evidente o quanto alguns portais de notícias divulgaram o caso, elaborando as matérias de tal forma que explicitaram detalhes que não deveriam ser difundidos e dando um excessivo destaque aos atiradores de Suzano, o que pode ser nocivo e incentivar outros ataques semelhantes pelo país.

Felipe Neto postou o seguinte: “É inacreditável. O G1 recriou cada passo dos assassinos, ensinou cada movimento deles, detalharam as armas, como executaram e como se mataram. O jornalismo brasileiro não tem o menor preparo pra lidar com isso. Não pode! Risco IMENSO de criar uma epidemia de atentados!”.

Veja abaixo o tweet postado por Felipe Neto no Twitter:

Vários usuários da rede social e seguidores de Felipe Neto concordaram com ele, expressando o quanto achavam equivocada e perigosa a abordagem feita pela imprensa sobre o caso, não somente a realizada pelo G1, mas pelo R7 e canais de televisão.