Doce pimenta 0 396

show wanderleia

Quem está acostumado a associar a cantora Wanderléa às músicas ligeiras, herança da Jovem Guarda, movimento que surgiu na segunda metade dos anos 60, num misto de atitude, música e moda, da qual ela foi uma das principais estrelas, estranha um pouco a performance da artista no DVD Nova Estação Ao Vivo, gravado no ano passado, no teatro Fecap, em São Paulo, e que acaba de chegar às lojas de todo país numa parceria entre a gravadora Lua Music e o Canal Brasil.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

O repertório do DVD é baseado no disco Nova Estação, de 2008, que ganhou o prêmio de melhor CD de música popular brasileira da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA), e traz as participações especiais de Arnaldo Antunes e Ubaldo Bersolado e do grupo Ó do Borogodó. No DVD, Wanderléa mostra que ainda é senhora do palco e não perdeu a afinação, cantando com voz suave gêneros que passeiam entre a canção e o samba, às vezes com uma exagerada carga de intimismo que deve incomodar seus fãs.

Wanderléa selecionou um cardápio musical variado para oferecer ao público, começando com ‘Nova Estação’ (Luiz Guedes e Thomas Roth), passando por ‘Dia Branco’ (Geraldo Azevedo e Renato Rocha), ‘Samba da Preguiça’ (Roberto Carlos e Erasmo Carlos), ‘Chiclete com Banana’ (Jackson do Pandeiro e Almira), ‘Eu e a Brisa/O Que É Amar’ (Johnny Alf), ‘Mil Perdões’ (Chico Buarque) e Brasileirinho (Waldir Azevedo), até fechar com a emblemática ‘Todos Estão Surdos’ (Roberto Carlos e Erasmos Carlos).

Mineira de Governador Valadares, onde nasceu em 5 de junho de 1946, Wanderleá foi morar no Rio de Janeiro aos 9 anos de idade, e aos 10 já vencia concursos em emissoras de rádio cariocas. Projetou-se nacionalmente durante a Jovem Guarda, movimento capitaneado pela dupla Roberto Carlos e Erasmo Carlos, e, entre outros filmes, atuou como atriz em Juventude e Ternura (1968), dirigido por Aurélio Teixeira, e contracenou com o ‘Rei’ e ‘O Tremendão’ em Roberto Carlos e o Diamante Cor-de-Rosa (1968), de Roberto Farias.

A artista gravou o seu primeiro compacto em 1962, e, no ano seguinte, estreou em LP com Wanderléa, com selo da CBS. Foi nesta gravadora que conheceu e namorou Roberto Carlos e também tornou-se amiga de Erasmo Carlos. Dois anos depois, passou a apresentar o célebre programa dominical Jovem Guarda pela TV Record de São Paulo, uma das maiores audiências da época e responsável pelo lançamento de vários ícones do movimento.

A crítica considera Wanderléa e Celly Campelo as duas primeiras estrelas do rock brasileiro. Com o fim da Jovem Guarda, a artista prosseguiu a carreira, nos anos 70, como cantora pop, mais seus grandes sucessos continuam sendo ‘Pare o Casamento’ (versão de Luís Keller), ‘Ternura’ (Rossini Pinto) e ‘Prova de Fogo’ (Erasmo Carlos), à exceção de ‘Te Amo’, que emplacou na trilha sonora nacional da novela Caras & Bocas, da Rede Globo (a mesma canção já fizera sucesso nos anos 90, compondo a trilha da novela Pedra Sobre Pedra, que voltou a reacender os holofotes sobre ela).

Foto da capa: queroir.com


Previous ArticleNext Article
Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Hit Shallow é plágio e Lady Gaga será processada segundo autor 0 467

lady gaga processada plagio shallow

Ao que parece o hit da última estação, a música Shallow de Lady Gaga não passa de plágio. Pelo menos é o que diz Steve Ronsen, autor da música “Almost”, que vem acusando a cantora sobre a música que chegou a primeira posição em rádios e outros meios de comunicação, após a apresentação em março no Oscar com o cantor Bradley Cooper.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

O compositor e musicista garante que Lady Gaga pegou os principais elementos de uma música lançada em 2012. Para Ronsen, Gaga pegou sua melodia de três notas G – A – B (Sol, Lá e Si) e replicou em Shallow. Ele está sendo representado na justiça pelo advogado Mark D. Shirian.

Processo de milhões

O advogado do compositor está pedindo milhões de dólares em restituição. Mas em contrapartida o advogado de Lady Gaga, Orin Snyder, comentou sobre o caso e disse que “Rosen” e seu advogado estão querendo ganhar dinheiro fácil em cima de uma artista de sucesso.

O advogado de Gaga ainda mencionou a coragem e integridade de sua cliente ao se posicionar representando os artistas de sucesso que acabam sempre se envolvendo em acusações desta natureza. E se o processo for confirmado, ela deverá lugar “vigorosamente e vencerá”, termina.

Já como uma justificativa a equipe de Gaga cita que este tipo de melodia de três notas é muito comum e que já foi usada em diversas outras gravações das últimas gerações, inclusive pela música “Dust in The Wind”, datada de 1978 do Kansas.

Porém Mark D. Shirian disse que já forneceu aos advogados de Gaga a alguns dias um relatório oficial de um renomado musicólogo e professor que determinou muitas similaridades rítmicas, harmônicas e melódicas entre as canções.

Confira a música “Almost” e compare com Shallow:

Agora Shallow

Sucesso mundial

A música Shallow, principalmente após a performance no Oscar, foi o primeiro hit a superar “Born This Way”, de 2011 na carreira de Gaga. Esta música acabou ganhando um Globo de Ouro, dois Grammys e um Oscar.

Tom Hardy ajudou a escrever roteiro da sequência de Venom 0 322

roteiro-da-sequência-de-venom

Andy Serkis não foi anexado à sequência de Venom por mais de 24 horas, mas isso não o impediu de entrar no projeto de cabeça. Serkis estava na parada de imprensa TCA de verão da FX para ajudar a promover A Christmas Carol e, naturalmente, os repórteres tinham muitas perguntas para a próxima sequência de Tom Hardy. Não só Serkis revelou o que ele quer fazer com o filme, ele também mencionou que o próprio Hardy tinha uma grande mão na criação do roteiro da sequência de Venom.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Leia também:Poster criado por fã mostra Namor em Pantera Negra 2.

O roteiro da sequência de Venom

roteiro-da-sequência-de-venom

“Estou bem nos estágios iniciais, então tenho algumas ideias muito claras sobre a jornada, [e o que] eu gostaria de ver visualmente, e como podemos levar os personagens para outra direção”, explicou ele ( via Gamespot).

“Estou animado para trabalhar com todos os grandes atores envolvidos. É uma franquia fantástica”, disse ele. “Eu estou realmente honrado por ter sido convidado para dirigi-lo. E parece que é uma história muito, mais uma vez, muito contemporânea. E é que eu acho que vai ser, espero, uma peça de história do cinema.”

Kelly Marcel (Cinquenta Tons de Cinza) foi convidada a voltar para escrever o roteiro da sequência de Venom, e Hardy aparentemente a ajudou a sair.

“Tom estava muito envolvido com a escrita – com [a roteirista] Kelly Marcel – da nova história”, disse Serkis. “Então, é muito centrado em torno de sua tomada.”

Detalhes sobre Venom 2

Embora pouco se saiba sobre o follow-up, espera-se que Woody Harrelson retorne para interpretar Cletus Kasaday / Carnage como o principal antagonista do filme. Apesar de apresentar Venom e Carnage, um serial killer preso dentro de um vírus alienígena, o produtor de Venom, Avi Arad, disse anteriormente que é provável que o filme ainda não seja classificado como R-rated.

As possibilidades sobre o futuro de Venom

“Sabe de uma coisa? Quando você ouve Venom … esqueça Venom. Quando você ouve, Carnage, a única coisa que você pode pensar é R. Mas, se você conhece a história dele, se você realmente conhece os quadrinhos, não há R aqui”. Arad disse ao Collider a respeito do roteiro da sequência de Venom.

“Ele é uma alma torturada. Não é sobre o que ele faz, porque nós nunca temos que mostrar a faca indo daqui para lá, e o sangue está derramando. O que você tem que mostrar é, qual é a motivação? Ele nasceu assim?” , ou é alguém por quem devemos nos sentir, porque se você está conseguindo fazer de um vilão alguém que você pode sentir. “

Most Popular Topics

Editor Picks