Drogon pode ser reencarnação de Khal Drogo, segundo uma teoria de Game of Thrones 0 972

Drogon pode ser reencarnação de Khal Drogo, segundo uma teoria de Game of Thrones 2

Em 1996, o autor George R.R. Martin publicou Game of Thrones cinco anos depois de ter começado a trabalhar nele. Nas próximas décadas, seu trabalho seminal se tornaria um ponto de referência da cultura pop, culminando na série de televisão da HBO. Por conta do enorme sucesso, sempre surge por aí uma teoria de Game of Thrones diferente, especulando algum aspecto da obra.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Teoria de Game of Thrones: Drogon pode ser reencarnação de Khal Drogo

Os dragões são uma espécie natural ou o produto da magia negra? Eles estão praticamente extintos porque a magia está deixando o mundo, ou a magia está deixando o mundo porque os dragões estão quase extintos? Hoje, no entanto, vamos nos concentrar na conexão entre os dragões e o “sangue da Valyria Antiga” e como as novas informações de uma entrevista de Game of Thrones soam ao designer Paul Fairfield em mais uma teoria de Game of Thrones.

Falando com Joanna Robinson da revista Vanity Fair, Fairfield falou sobre seu processo ao dar voz a Drogon no episódio de Winterfell da 8ª temporada. O público percebeu que Drogon parecia desaprovar o relacionamento de Daenerys com Jon Snow. Fairfield concordou e deu um passo adiante:

“Minha teoria de Game of Thrones é de que de Drogon é a reencarnação de Khal Drogo, o marido gostosão de [Dany] da primeira temporada. Essa relação eu sempre tenho em mente quando escolho a paleta [som] de Drogon”.

Fairfield é rápido em colocar essa declaração como meramente sua própria interpretação, sua teoria de Game of Thrones, mas para um fã de GOT, foi um momento de luz. Se a batalha abrangente em Game of Thrones é entre as forças do gelo – que incluem o Rei da Noite e seus asseclas – e as forças do fogo, faria sentido em encaixar cada conjunto de poder das facções.

As possíveis fundamentações da teoria dos dragões abrigarem almas

Então é possível que os dragões alojem as almas dos mortos, transferidos através de meios mágicos? Sim, completamente. Deixando de lado os muitos mitos de origem alternativos, os valirianos e os dragões aparecem quase simultaneamente no registro histórico.

Alegadamente, os valirianos eram apenas “humildes pastores” que descobriram dragões vivendo dentro dos vulcões em torno dos quais a grande civilização valiriana seria fundada. De alguma forma, esses camponeses humildes foram capazes de comungar com os dragões, levando à ascensão de um império que se estenderia pela maior parte dos Essos. Descascar milênios de propaganda valiriana levanta um núcleo interessante: os valirianos faziam dragões.

Leia também:

Em O Festim dos Corvos, é revelado que duas criaturas semelhantes a dragões são pré-datadas das espécies: wyverns e firewyrms. Várias subespécies de wyvern são nativas de Sothoryos, o Game of Thrones análogo à África. As criaturas aladas se parecem com dragões de várias maneiras, mas elas não respiram fogo. As maiores espécies crescem até trinta pés e têm bicos em vez de bocas, mas fora isso a biologia se alinha.

No entanto, se o sangue valiriano é necessário para criar dragões, como a morte de Khal Drogo desencadeou o nascimento de Drogon, Rhaegal e Viserion? Segundo Donna Dickens, do Collider,  ela pensa que o sacrifício do filho de Daenerys, Rhaego, foi o verdadeiro catalisador. Mirri Maz Duur foi o sacrifício de sangue, mas Rhaego foi a alma. Lembre-se, apesar de natimorto, o filho de Dany e Drogo estava a curto prazo.

Ele nasceu “monstruoso” com asas, uma cauda e escamas de dragão. Todos os sinais óbvios de ser o “Sangue do Dragão”.

Se isso é verdade, não é Drogo que está alojado dentro de Drogon, mas Rhaego. Adequado, desde que a profecia dothraki afirma que Rhaego seria “o garanhão que monta o mundo” e Dany uma vez teve uma visão de seu filho abrindo sua boca e fogo emanando adiante. Também explicaria a devoção feroz de Drogon a Dany, mais ainda Rhaegal e Viserion, nomeados para os irmãos de Daenerys.

Rhaegal pode ser reencarnação de Rhaegar Targaryen

Ainda de acordo com Donna Dickens, Rhaegal parece ser parcial para alguém. O único filho de seu homônimo: Jon Snow, também conhecido como Príncipe Aegon Targaryen VI, é o verdadeiro filho do Príncipe Rhaegar Targaryen e Lady Lyanna Stark. Se a teoria de que os dragões são infundidos com as almas dos valirianos mortos, Rhaegal poderia muito bem ser o avatar do falecido príncipe Rhaegar.

Para Donna Dickens, isso acompanharia por que Rhaegal se deixa montar para Jon tão rapidamente quanto ele. Seguindo esse pensamento até o fim, faria sentido que Viserion, fundido com a alma do espinhoso Príncipe Viserys, fosse arrogante o suficiente para enfrentar o exército do Rei da Noite e perder.

Segundo Donna Dickens, independentemente dos detalhes (e se esta conexão é ou não explicitamente feita pela série da HBO), olhar para a relação entre dragões e os senhores do dragão Valiriano a partir de uma distância revela numerosas coincidências e padrões também deliberados para serem meros acasos.

Seja manipulando o genoma do dragão para estar em um estado warg semi-permanente com o “Sangue do Dragão” ou não, os laços que unem os dois juntos não podem ser naturais.

E você? O que achou dessa teoria de Game of Thrones? Deixa sua opinião nos comentários!

 

Previous ArticleNext Article
Graduada e Mestre em História. Faço parte da equipe de redação do portal TV É Brasil. Além de professora e historiadora, sou redatora web freelancer/autônoma. Uma verdadeira amante da cultura, arte e entretenimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fusão de CBS e Viacom cria maior empresa de televisão dos Estados Unidos 0 632

viacomcbs nova maior empresa americana

A CBS e Viacom, anunciaram nesta última terça-feira (13/08) uma fusão que irá criar a maior empresa de televisão dos Estados Unidos. As empresas norte-americanas devem juntas formar uma receita de US$ 28 bilhões anuais segundo a estimativa inicial.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

A princípio a fusão será feita através da troca de ações, onde o novíssimo grupo ViacomCBS, irá ocupar posições de liderança além dos Estados Unidos, também na Europa, Ásia e América Latina.

Nos Estados Unidos ela será o maior grupo de televisão, pois estará incluso os estúdios cinematográficos da Paramount, a editora Simon & Schuster e franquias de sucesso como Missão Impossível e Star Trek. Além dos EUA, a ViacomCBS estará à frente de negócios na Argentina, Austrália, Reino Unido e canais a cabo em 180 países.

Valor de mercado da ViacomCBS

O valor de mercado estimado para a empresa é de US$ 30 bilhões, algo próximo de seu faturamento anual que estará na casa dos US$ 28 bilhões.

A liderança da nova empresa ficará a cargo de Bob Bakish, o atual CEO da Viacom. Em um depoimento sobre a fusão ele disse que a Viacom e a CBS será uma das poucas empresas de entretenimento do mundo com conteúdo amplo e variado para moldar o futuro do setor que está em declínio diante dos novos streamings.

A conclusão desta fusão deve acontecer ainda em 2019, onde ao longo dos próximos meses haverá todos os trâmites legais e permissões das autoridades para esta criação.

Para quem é acionista das empresas, ficou acertado de que os acionistas da CBS terão 61% da ViacomCBS e os acionistas da Viacom, 39% da nova companhia.

Aquaman 2 não terá participação de Jason Momoa.

Desafio futuro

A fusão da CBS e Viacom acontece diante de um cenário audiovisual que está se transformando drasticamente nos Estados Unidos. Hoje atores de televisão, estúdios e operadoras de TV a cabo “sofrem” diante de streaming pela internet como a Netflix, Apple TV, Amazon Prime Video e a que deverá ser lançada ainda este ano, a Disney+.

O novo modelo de negócios não conta com “intervalos” onde são apresentadas publicidades, apenas itens dentro do próprio entretenimento e receitas por meio de assinaturas. O avanço nesta área está tão grande que diversos grupos “tradicionais” estão sendo obrigados a fortalecerem suas opções para manter a disputa no cenário de entretenimento norte-americano e mundial.

A tradicional Disney é um exemplo disso. Recentemente a empresa comprou a 21 Century Fox por US$ 71 bilhões, onde a plataforma Disney+ de streaming deverá ser lançada em novembro. A AT&T comprou a Time Warner com HBO, CNN, TBS e Warner Bros e a Comcast adquiriu a NBCUniversal.

Entretenimento!

Diante desta situação a CBS e Viacom decidiram unir forças para melhorar seus conteúdos e tecnologias. Hoje a soma de seus catálogos chega em 140 mil transmissões de televisão, 3600 filmes e investimentos de 13 bilhões de dólares em novos conteúdos somente no último ano.

Hit Shallow é plágio e Lady Gaga será processada segundo autor 0 580

lady gaga processada plagio shallow

Ao que parece o hit da última estação, a música Shallow de Lady Gaga não passa de plágio. Pelo menos é o que diz Steve Ronsen, autor da música “Almost”, que vem acusando a cantora sobre a música que chegou a primeira posição em rádios e outros meios de comunicação, após a apresentação em março no Oscar com o cantor Bradley Cooper.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

O compositor e musicista garante que Lady Gaga pegou os principais elementos de uma música lançada em 2012. Para Ronsen, Gaga pegou sua melodia de três notas G – A – B (Sol, Lá e Si) e replicou em Shallow. Ele está sendo representado na justiça pelo advogado Mark D. Shirian.

Processo de milhões

O advogado do compositor está pedindo milhões de dólares em restituição. Mas em contrapartida o advogado de Lady Gaga, Orin Snyder, comentou sobre o caso e disse que “Rosen” e seu advogado estão querendo ganhar dinheiro fácil em cima de uma artista de sucesso.

O advogado de Gaga ainda mencionou a coragem e integridade de sua cliente ao se posicionar representando os artistas de sucesso que acabam sempre se envolvendo em acusações desta natureza. E se o processo for confirmado, ela deverá lugar “vigorosamente e vencerá”, termina.

Já como uma justificativa a equipe de Gaga cita que este tipo de melodia de três notas é muito comum e que já foi usada em diversas outras gravações das últimas gerações, inclusive pela música “Dust in The Wind”, datada de 1978 do Kansas.

Porém Mark D. Shirian disse que já forneceu aos advogados de Gaga a alguns dias um relatório oficial de um renomado musicólogo e professor que determinou muitas similaridades rítmicas, harmônicas e melódicas entre as canções.

Confira a música “Almost” e compare com Shallow:

Agora Shallow

Sucesso mundial

A música Shallow, principalmente após a performance no Oscar, foi o primeiro hit a superar “Born This Way”, de 2011 na carreira de Gaga. Esta música acabou ganhando um Globo de Ouro, dois Grammys e um Oscar.

Most Popular Topics

Editor Picks