Fusão de CBS e Viacom cria maior empresa de televisão dos Estados Unidos 0 193

viacomcbs nova maior empresa americana

A CBS e Viacom, anunciaram nesta última terça-feira (13/08) uma fusão que irá criar a maior empresa de televisão dos Estados Unidos. As empresas norte-americanas devem juntas formar uma receita de US$ 28 bilhões anuais segundo a estimativa inicial.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

A princípio a fusão será feita através da troca de ações, onde o novíssimo grupo ViacomCBS, irá ocupar posições de liderança além dos Estados Unidos, também na Europa, Ásia e América Latina.

Nos Estados Unidos ela será o maior grupo de televisão, pois estará incluso os estúdios cinematográficos da Paramount, a editora Simon & Schuster e franquias de sucesso como Missão Impossível e Star Trek. Além dos EUA, a ViacomCBS estará à frente de negócios na Argentina, Austrália, Reino Unido e canais a cabo em 180 países.

Valor de mercado da ViacomCBS

O valor de mercado estimado para a empresa é de US$ 30 bilhões, algo próximo de seu faturamento anual que estará na casa dos US$ 28 bilhões.

A liderança da nova empresa ficará a cargo de Bob Bakish, o atual CEO da Viacom. Em um depoimento sobre a fusão ele disse que a Viacom e a CBS será uma das poucas empresas de entretenimento do mundo com conteúdo amplo e variado para moldar o futuro do setor que está em declínio diante dos novos streamings.

A conclusão desta fusão deve acontecer ainda em 2019, onde ao longo dos próximos meses haverá todos os trâmites legais e permissões das autoridades para esta criação.

Para quem é acionista das empresas, ficou acertado de que os acionistas da CBS terão 61% da ViacomCBS e os acionistas da Viacom, 39% da nova companhia.

Aquaman 2 não terá participação de Jason Momoa.

Desafio futuro

A fusão da CBS e Viacom acontece diante de um cenário audiovisual que está se transformando drasticamente nos Estados Unidos. Hoje atores de televisão, estúdios e operadoras de TV a cabo “sofrem” diante de streaming pela internet como a Netflix, Apple TV, Amazon Prime Video e a que deverá ser lançada ainda este ano, a Disney+.

O novo modelo de negócios não conta com “intervalos” onde são apresentadas publicidades, apenas itens dentro do próprio entretenimento e receitas por meio de assinaturas. O avanço nesta área está tão grande que diversos grupos “tradicionais” estão sendo obrigados a fortalecerem suas opções para manter a disputa no cenário de entretenimento norte-americano e mundial.

A tradicional Disney é um exemplo disso. Recentemente a empresa comprou a 21 Century Fox por US$ 71 bilhões, onde a plataforma Disney+ de streaming deverá ser lançada em novembro. A AT&T comprou a Time Warner com HBO, CNN, TBS e Warner Bros e a Comcast adquiriu a NBCUniversal.

Entretenimento!

Diante desta situação a CBS e Viacom decidiram unir forças para melhorar seus conteúdos e tecnologias. Hoje a soma de seus catálogos chega em 140 mil transmissões de televisão, 3600 filmes e investimentos de 13 bilhões de dólares em novos conteúdos somente no último ano.

Previous ArticleNext Article
Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bens da Venezuela foram congelados nos EUA e esta é a 1ª sanção contra o país 0 141

venezuela recebe duras sancoes dos estados unidos

Apesar de sempre ter sido contra o regime ditatorial da Venezuela, os Estados Unidos ainda não havia colocado sanções sobre o país da América do Sul, mas isso mudou nesta terça-feira (05/08). O governo americano anunciou sanções econômicas totais contra o governo venezuelano.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

As sanções congelam todos os bens do regime de Nicolás Maduro no país e proíbe quase todos os tipos de transações com o mesmo, exceto em situações que sejam completamente isentas.

A ordem executiva para as sanções foi assinada ainda nesta segunda-feira (05/08) pelo presidente Donald Trump.

Surpresa no ocidente

Era fato que os EUA estava disposto a intervir contra a política praticada por Maduro contra o país, mas esse tipo de ação contra um governo ocidental aconteceu pela primeira vez em um período de mais de 30 anos. Agora a Venezuela se junta ao grupo de países com duras sanções americanas que conta com a Coreia do Norte, Síria, Irã e Cuba.

“Todas as propriedades e interesses em propriedade do Governo da Venezuela que estão nos Estados Unidos … estão bloqueados e não podem ser transferidos, pagos, exportados, retirados ou de outra forma negociados”

Este foi o comunicado oficial da ordem executiva.

O Wall Street Journal publicou uma matéria onde as sanções que forma inclusas nesta ordem, concede 21 isenções de organizações internacionais e que sejam não governamentais, sobre trabalhos voluntários e distribuição de remédios, internet, alimentos e também correspondências.

Sanções econômicas à Venezuela

Os Estados Unidos havia bloqueado mais de 100 entidades e pessoas ligadas ao regime de NIcolás Maduro, onde boa parte aconteceu no último dia 25 de julho, que incluiu os filhos do presidente. Esta é uma pressão para que Maduro venha a deixar o poder na Venezuela, já que para os americanos Juan Guaidó é considerado o presidente interino do país.

Além dos EUA, o Brasil e outros 50 países também reconheceram Juan Guaidó como presidente. Do outro lado Maduro conta com apoio de outras nações gigantes, como a Rússia, que já até propôs ajuda militar se for o caso, a China e também a Turquia.

Poster criado por fã mostra Namor em Pantera Negra 2 0 200

Poster criado por fã mostra Namor em Pantera Negra 2 3

Quando Kevin Feige e Marvel Studios revelaram a lista completa da Fase 4 do MCU no Hall H em San Diego Comic-Con no mês passado, os fãs podem ter ficado um pouco desapontados em não ouvir a sequência do Black Panther listada entre os 10 projetos que chegam próximos dois anos.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

No entanto, Feige confirmou brevemente no final do painel que Black Panther 2 estava de fato em andamento, então podemos pelo menos ficar descansados ​​sabendo que está a caminho em algum momento.

E, claro, agora que a sequência dos Panteras Negras foi oficialmente confirmada, os fãs em todos os lugares estão olhando para um dos ovos de Páscoa mais comentados em Vingadores: Ultimato, imaginando se Namor, o submarino, está prestes a ser introduzido no MCU.

Quando Okoye disse à Viúva Negra uma “perturbação” no Oceano Atlântico que ela iria deixar sozinha, todos imediatamente acreditaram que ela estava falando sobre Namor e seu reino subaquático. Só faz sentido que o general wakandano seja o único a provocar Namor quando você pensa sobre a antiga rivalidade que ele tem com o Pantera Negra.

Então, o próximo passo lógico seria apresentá-lo em Black Panther 2, certo?

Bem, essa é certamente a ideia por trás deste incrível cartaz de fãs do renomado artista BossLogic. É um simples cartaz promocional, mas a idéia dele para a sequência do Pantera Negra coloca o rei de Wakanda contra o rei da Atlântida. Confira:

Primeiro de tudo, Black Panther: Two Kings é um ótimo título para algo assim. Não só cria uma ameaça para T’Challa que rivaliza com seu poder, mas também joga com a nomenclatura geral de sequências. É difícil não amar isso.

Para provocar Namor, as palavras do cartaz são colocadas sobre a água ondulante, introduzindo a ameaça oceânica. Levando as coisas ainda mais longe, a BossLogic estendeu a parte de baixo do “K” no subtítulo para se tornar o tridente de Namor.

Se a Marvel vai apresentar Namor, faz muito mais sentido tê-lo primeiro como personagem secundário ou vilão em uma franquia já estabelecida como Black Panther. Aquaman ainda está fresco na mente de todos, e poderia parecer incrivelmente similar se ele fosse imediatamente apresentado em seu próprio filme.

Fonte:Comic Book

Most Popular Topics

Editor Picks