ratinho junior lanca pacote para evitar demissoes no parana

Para evitar demissões no Paraná, governo anuncia R$ 1 bilhão para empresas e autônomos

Na tarde desta sexta-feira (27/03), o governador do Paraná, Carlos Massa Junior, o Ratinho Jr, anunciou um conjunto de ações que chegam em R$ 1 bilhão, onde irá beneficiar empresas e trabalhadores para preservação de emprego e renda aos paranaenses, bem como o estímulo das atividades econômicas no estado.

Mas a principal condição para que empresas e trabalhadores autônomos possam receber os valores é que não hajam demissões durante o momento crítico que vivemos pela pandemia.

Todos os valores serão distribuídos através das linhas de crédito no setor produtivo e também para pequenos empreendedores. Há também recursos através da dilação de prazos de financiamentos das prefeituras, impostos para empresas e contingenciamento de recursos do orçamento estadual.

O governador informou que o pacote é focado na proteção e manutenção dos empregos. Foi construído para atender de micro a grandes empresas e também aos profissionais autônomos. “Quem tomar o crédito, terá o compromisso de manter os trabalhadores”.

ENEM 2020 pode ser adiado por surto de COVID-19.

Medidas

O governador do Paraná informou que fez uma estruturação para a primeira etapa de medidas e também está pronto para outras que possam ser adotadas, já que o pico do coronavírus no Brasil pode ser neste mês de abril.

Ratinho Junior disse em seu discurso:

“Queremos o menor prejuízo possível e atingir o máximo de pessoas nos próximos 30, 60 ou 90. Estamos vivendo uma crise de saúde pública que atingiu a economia de todo o mundo. No Paraná, é a pior desde 1975, quando aconteceu a geada negra”.

Este momento é muito duro para o mundo todo, todas empresas estão sofrendo e autônomos estão com muitas dificuldades. É preciso um pacote de investimentos para toda a classe empresarial, uma ajuda essencial neste momento.

Crédito no Paraná

A grande maioria de ações do pacote envolve a disponibilidade de crédito. Há diversas linhas com juros menores, um período de carência que pode ser de até um ano e também a desburocratização dos processo, já injetando dinheiro o mais breve possível.

Toda a operação envolve o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e a Fomento Paraná. Programas emergenciais foram formatados para destinar recursos aos setores mais atingidos pela crises, abordando micro, pequenos e médios. Há parte de recursos para aqueles que já são clientes.

O governo também destinou R$ 5 milhões em um fundo garantidor para financiamentos e renovou por 12 meses as condições de empresas que recebem incentivos fiscais. Há também a prorrogação por 90 dias o prazo de pagamento do ICMS para 277 mil empresas do Simples Nacional.

Outra proposta que faz parte do pacote paranaense é um projeto de lei em que empresas que mantém contratos com a administração do estado deverão manter os empregos de seus trabalhadores.

O dinheiro novo na atividade produtiva é a primeira opção, mas o governo também pretende manter a circulação de até 6 bilhões de reais, quando determinar a suspensão de cobranças de dívidas de tomadores de crédito, tanto em âmbito público como privado. Isso tudo para aqueles que estejam vinculados com o Governo do Estado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *