Banco do Brasil paga hoje cotas do fundo PASEP 2019 0 318

pagamento pasep banco do brasil

A partir desta quinta-feira (22/08) o Banco do Brasil estará liberando os saques das cotas do fundo PASEP de 2019 a todos os beneficiários que tenham trabalhado como servidor público ou militar entre 1971 e 1988, desde que ainda não tenham feito os saques dos valores nos últimos anos.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

É importante lembrar que quem trabalhou no mesmo período, mas no setor privado com carteira assinada, tem direito a cotas do PIS, porém ela está sendo paga pela Caixa Econômica Federal.

O pagamento liberado a partir desta quinta é para todos os beneficiários do Pasep que não tenham contas no Banco do Brasil. Quem é correntista já teve o seu pagamento liberado desde a última segunda-feira (19/08).

Nova carteira de identidade com QR Code já está em circulação no Brasil.

Fundo PIS-PASEP

Como já citamos, o valor que está presente no fundo é pago somente uma vez, ou seja, quem realizou o saque em alguma outra oportunidade, teve o seu saldo zerado. Mas os pagamentos continuam sendo liberados, pois ainda há cerca de 22,8 bilhões de reais nas contas dos fundos PIS/Pasep.

Muitos ainda não receberam os valores pois o governo só liberou o pagamento para todas as idade agora. Nas últimas oportunidades o saque só era permitido para quem tinha acima de 60 anos.

Boa parte do dinheiro no fundo está “preso” porque muitos cotistas que não realizaram o saque dos valores em vida, estão com os valores parados pois seus herdeiros desconhecem do benefício. Outro fator para a grande quantidade de dinheiro no fundo, é que muitos dos beneficiários são idosos, o que acabaram esquecendo de que ainda contam com o direito aos recursos.

Saque do Pasep no Banco do Brasil

Quem tinha conta corrente ou poupança no Banco do Brasil, recebeu os valores automaticamente na última segunda-feira. Quem é correntista de outro banco e tiver no máximo R$ 5 mil para receber das cotas do PASEP, poderá solicitar a transferência do dinheiro através de um TED sem custo.

A opção de transferência poderá ser feita pela internet através do www.bb.com.br/pasep, agências ou diretamente nos caixas eletrônicos. O saque poderá ser feito nas agências a partir de hoje, sendo preciso estar portando sua documentação original.

Não há um prazo final para os saques.

Calendário PIS/PASEP 2020 é divulgado.

Previous ArticleNext Article
Jornalista pós-graduado em mídia e redes sociais e jornalismo com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Último dia para receber o 13º é nesta sexta-feira 20/12 0 97

Último dia para receber o 13º é nesta sexta-feira 20/12 2

Todos os trabalhadores sejam eles efetivos, temporários, rurais, domésticos, aposentados e servidores públicos contam com o direito ao 13º salário no Brasil. Este dinheiro é garantido pela Constituição do país e neste ano deverá ser pago totalmente até esta sexta-feira, dia 20 de dezembro de 2019.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Mas esta data é apenas para os trabalhadores que já receberam uma primeira parcela do pagamento. O empregador que quis pagar os valores em uma única parcela, tiveram até o dia 30 de novembro para fazer o pagamento.

Quem deve receber os valores até amanhã, já recebeu 50% do salário e nesta segunda parcela do 13º, deverá receber os outros 50% do direito, mas com os descontos do INSS e Imposto de Renda.

Atividades do Tesouro Municipal no Rio é Bloqueada e servidores ficam sem 13º.

Se o pagamento não for feito até o fim da tarde desta sexta, o trabalhador deverá reivindicar os seus direitos. O pagamento a partir desta data terá correção monetária, mas é preciso reclamar sobre os pagamentos o mais rápido possível. Peça esclarecimentos no setor de Recursos Humanos.

Outras ações para solicitar o pagamento do 13º

Caso não tenha resposta ou a mesma for negativa, é necessário entrar em contato com o sindicato de sua categoria. Eles provavelmente deverão acionar a Justiça com uma causa coletiva.

Outra opção é realizar uma denúncia ao Ministério Público do Trabalho (MPT). Caso seja feita uma fiscalização e os pagamentos não tiverem sido feitos até esta sexta, a empresa será multada em R$ 170,25 por empregado e se ela é reincidente neste caso, o valor vai para R$ 340,50.

Quando há denúncias a fiscalização acontece bem mais rápido. Elas podem ser feitas de forma anônima.

Outra solução, mas que pode demorar um pouco mais é com uma ação na Justiça para receber seus direitos. Este é um recurso sempre disponível, mas é preciso que realmente tenha algo errado acontecendo para que o trabalhador não tenha que arcar com custos de um processo mal sucedido.

Atividades do Tesouro Municipal no Rio é Bloqueada e servidores ficam sem 13º 0 106

crivella e a crise do rio de janeiro

A situação não é das melhores nos cofres públicos da prefeitura do Rio de Janeiro. As contas estão se acumulando dia após dia, o que levou o secretário municipal de Fazenda, Cesar Barbiero, a publicar uma resolução onde todos os pagamentos e movimentações financeiras do Rio estão suspensos.

>> Siga-nos no Google News e Concorra a um iPhone 10 – CLIQUE AQUI! e depois em SEGUIR⭐️

Todas as operações da Subsecretaria do Tesouro estão suspensas deste às 14h desta última segunda-feira (16/12). A prefeitura se manifestou e disse que esta medida irá proporcionar ajustes nos caixas do município em decorrência dos arrestos definidos pela Justiça.

Já foram mais de 92 milhões de reais bloqueados em uma ação trabalhista que tem a finalidade de pagar as dívidas de salários dos funcionários das Organizações Sociais da Saúde. Segundo a prefeitura, este bloqueio é temporário e pode ser revertido assim que uma solução for definida.

Lava Jato liga família de Lula à apartamento de luxo proveniente de contratos da OI.

Pagamentos em atraso

Desde outubro os servidores não recebem seus salários. Outro problema está relacionado ao pagamento do 13º salário, que também não será pago até o dia 20 de dezembro.

O Tribunal expediu um mandado para o Banco do Brasil, onde ele deverá repassar R$ 76,8 milhões para os funcionários com salário em atraso. Todos estes recursos bloqueados são decorrentes do tesouro e também de multas de trânsito.

O total acumulado dos arrestos definidos pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) deve chegar somente aos órgãos municipais em R$ 95 milhões. Sendo R$ 25 milhões da Procuradoria Geral do Município, R$ 20 milhões do Tribunal de Contas do Município e outros R$ 50 milhões da Câmara do Rio.

Os recursos estão sendo reivindicados pelos órgãos municipais, pois segundo eles, precisam para que possam dar continuidade nos serviços.

Reunião nesta terça-feira

Nesta terça (17/12), houve uma reunião e Crivella acabou definindo que não irá pagar o 13º aos servidores.

A Justiça também determinou o arresto de R$ 420 milhões da prefeitura, onde o número já chega em R$ 223 milhões. Como a quantia não cobre as dívidas das unidades de saúde do Rio, um novo bloqueio foi definido nesta terça. Mais R$ 164 milhões foram bloqueados.

Most Popular Topics

Editor Picks